A política brasileira de segurança alimentar e nutricional: concepção e resultados

Autores

  • Walter Belik Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/san.v19i2.8634614

Palavras-chave:

Fome zero. Segurança alimentar e nutricional. Direito humano à alimentação.

Resumo

O artigo discute a utilização do conceito de Segurança Alimentar e Nutricional no desenho do Projeto Fome Zero e a sua implementação a partir de diversos programas que tiveram início na década passada. Essa política pública é o resultado de uma trajetória histórica e de um novo contexto internacional no qual o combate à fome passou a ser associado ao reconhecimento de direitos por parte do Estado. Após apresentar alguns resultados o artigo conclui chamando a atenção para a necessidade de aperfeiçoar programas ligados ao abastecimento, educação alimentar e nutricional e agricultura urbana, de forma a viabilizar o funcionamento de um sistema integrado de Segurança Alimentar e Nutricional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Walter Belik, Universidade Estadual de Campinas

Professor Titular do Instituto de Economia e Coordenador do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação (NEPA), UNICAMP. Correspondência: Rua Pitágoras, 353, Barão Geraldo, Campinas, SP. CEP 13083-857.

Referências

Vasconcelos FAG. Combate à fome no Brasil: uma análise de Vargas a Lula. Rev Nutr. 2005;18(4):439-57.

Costa C, Paqual M. Participação e políticas públicas na segurança alimentar e nutricional no Brasil. In: Garcés M, Giraldez S, Goldar MR, Albuquerque MC, Riquelme Q, Buroni T. Democracia y ciudadanía en el Mercosur. Santiago: LOM Ediciones/Programa MERCOSUR Social y Solidário; 2006. p. 319-32.

L’Abbate S. As políticas de alimentação e nutrição no Brasil. Rev Nutr. 1988;1(2):87-138.

Couto EP, Lisboa AM. Segurança alimentar e desenvolvimento no Brasil. In: VIII Encontro Nacional de Economia Política, 2003, Florianópolis. Anais... Florianópolis: SEP, 2003.

Arruda BKG, Arruda IKG. Pobreza e desenvolvimento humano. Rev Bras Saúde Matern Infant. 2007;7(4):457-60.

Declaração de Roma sobre a Segurança Alimentar Mundial e Plano de Acção da Cimeira Mundial da Alimentação [acesso em 04 dez 2012]. Disponível em: http://www.fao.org/docrep/003/w3613p/w3613p00.htm

Fonseca A. Transferencia condicionada, estrategias de combate al hambre y la desnutrición en América Latina y el Caribe. Volumen I. Santiago do Chile: FAO; 2009.

Lavinas L. Combinando compensatório e redistributivo: o desafio das políticas sociais no Brasil, IPEA. Texto para discussão nº 748; 2000.

Andretta, Scott JR. Distribuição de subsídios alimentares no México In: Takagi M, Graziano da Silva J, Belik W. (Org.). Combate à fome e à pobreza rural. São Paulo: Instituto Cidadania; 2002. p. 109-30.

Belik W. Políticas públicas, pobreza rural e segurança alimentar In: Fagnani E, Pochman M. (Org.). Mercado de trabalho, relações sindicais, pobreza e ajuste fiscal (Série Debates Contemporâneos: Economia Social e do Trabalho, nº 1). São Paulo: LTr; 2007. p. 180-95.

Bickel G, Andrews M. A evolução do programa de cupons de alimentação e a mensuração da fome dos Estados Unidos. In: Takagi M, Graziano da Silva J, Belik W. (Org.). Combate à fome e à pobreza rural. São Paulo: Instituto Cidadania; 2002. p. 33-74.

Instituto Cidadania. Uma proposta de política de segurança alimentar para o Brasil. Projeto Fome Zero. São Paulo: Instituto Cidadania; 2001.

Cohn A. Políticas sociais e pobreza no Brasil. Planejamento e Políticas Públicas. 1995;(12):1-17.

Torres Filho ET, Carvalho ME. Uma análise dos programas de suplementação alimentar nos anos 80: desempenho e formas de organização. In: Ministério da Previdência e Assistência Social (MPAS); Comissão Econômica para a América Latina (CEPAL). Projeto: A política social em tempo de crise: articulação institucional e descentralização, vol. III: Avaliação das Políticas Sociais Brasileiras. Brasília; 1989 (Relatório).

Silva JG, Silva LIL. Política de segurança alimentar. São Paulo: Governo Paralelo, 1991. Não paginado. Mimeografado.

Cunha ARA, Lemos MB, Nabuco MR, Pessoa M J. Políticas locais de acesso alimentar: entre a regulação e as políticas compensatórias In: Belik W, Maluf R. Abastecimento e segurança alimentar: os limites da liberalização. Campinas: IE/Unicamp; 2000. p. 183-210.

Coelho MP. (Coord.). A política de abastecimento alimentar da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. Relatório de Pesquisa IUPERJ/UFMG, 1996. Não paginado. Mimeografado.

Nabuco MR, Guimarães LS. Ampliação da transparência e participação civil nos programas da Prefeitura de Belo Horizonte: COMUSAN. Projeto: “BH para o Século XXI”. CEDEPLAR/Prefeitura de Belo Horizonte. Não paginado. Mimeografado.

Belik W. Políticas de seguridad alimentaria para las áreas urbanas. In: Belik W. (Org.). Políticas de seguridad alimentaria y nutrición emAmerica Latina. São Paulo: Hucitec; 2004.p. 109-16.

Dedecca CS, Belik W, Trovão CJBM, Flauzino de Souza L. A Questão social na primeira década do século XXI: conquistas e desafios. Cadernos de Estudos; Desenvolvimento Social em Debate. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. No prelo.

Dedecca CS. A queda da desigualdade de renda corrente e a participação do 1% de domicílios de maior renda. IE/Unicamp; 2012. Não publicado.

Pérez-Escamilla, R, Segall-Corrêa AM, Kurdian ML, Archanjo SMF, Marín-León L, Panigassi G. An adapted versión of t he U.S. Department of Agriculture Food Insecurity module is a valid tool for assessing household food insecurity in Campinas, Brazil. Communityand International Nutrition. American Society for Nutritional Sciences; 2004.

Segall-Corrêa AM, Marin-Leon L. A segurança alimentar no Brasil: proposição e usos da Escala Brasileira e Medida da Insegurança Alimentar (EBIA); 2003-2009. Seg Alim Nutr. 2009:16(2):1-19.

Downloads

Publicado

2012-02-11

Como Citar

1.
Belik W. A política brasileira de segurança alimentar e nutricional: concepção e resultados. Segur. Aliment. Nutr. [Internet]. 11º de fevereiro de 2012 [citado 7º de dezembro de 2021];19(2):94-110. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8634614

Edição

Seção

Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional