Adesão as refeições oferecidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar em uma cidade do sudoeste do Paraná

Autores

  • Camila Elizandra Rossi Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Franciane Silvana Formentini Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Áline Mayara Ferreira Universidade Federal da Fronteira Sul

DOI:

https://doi.org/10.20396/san.v21i2.8634628

Palavras-chave:

Alimentação escolar. Adesão ao programa. Políticas públicas.

Resumo

Avaliou-se a execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar em município do Sudoeste do Paraná. Tratou-se de estudo quanti-qualitativo, descritivo, realizado em junho de 2011, em 7 escolas de ensino fundamental da rede pública (urbanas e rurais). Analisou-se a adesão ao programa em oito dias não consecutivos, em cada escola, definindo-a como o ato do estudante de se servir da alimentação escolar. Calculou-se o Índice de Atendimento Efetivo (%IAE = total de alunos atendidos/total de alunos presentes na escola x 100), classificando-o em: alta (acima de 70%), média (50 a 70%), baixa (30 a 50%) e muito baixa adesão (> 30%). Foram entrevistados atores envolvidos na gestão e na execução do programa, incluindo-se nutricionista responsável técnica na época, o coordenador administrativo do programa e um servidor do setor de Vigilância Sanitária. As entrevistas foram feitas com questionário aberto e semiestruturado. Observou-se alta adesão (75,2%) nas 56 refeições avaliadas e alta adesão/escola em 71,42% das mesmas. A adesão mais alta foi em escola da zona rural. Ao analisar cada escola, somente 1 teve todas as preparações com alta adesão, também na zona rural. Preparações completas foram ofertadas em sua maioria na zona rural, e, nas urbanas, lanches e sobremesas. As entrevistas mostraram fragilidades no Conselho de Alimentação Escolar e variedade expressiva de frutas, legumes e verduras adquiridos da agricultura familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Elizandra Rossi, Universidade Federal da Fronteira Sul

Professora do Curso de Nutrição, Universidade Federal da Fronteira Sul. Correspondência: Rua Zelindro Périco no 2.191. CEP: 85770-000, Realeza, Paraná, Brasil. Telefone: (46) 9935-4317.

Franciane Silvana Formentini, Universidade Federal da Fronteira Sul

Acadêmica do Curso de Nutrição da Universidade Federal da Fronteira Sul.

Áline Mayara Ferreira, Universidade Federal da Fronteira Sul

Acadêmica do Curso de Nutrição da Universidade Federal da Fronteira Sul.

Referências

Danelon MAS, Danelon MS, Silva MV. Serviços de alimentação destinados ao público escolar: análise de convivência do Programa de Alimentação Escolar e das cantinas. Segur Aliment Nutr. 2006;13(1):85-94.

Ministério da Educação, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Conselho Deliberativo (BR). Resolução no 26, de 17 de junho de 2013. Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE. Diário Oficial da União, 17 jun 2013.

Brasil. Lei no 11.346, de 16 de setembro de 2006. Cria o Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – SISAN com vistas em assegurar o direito humano à alimentação adequada e dá outras providências. Diário Oficial da União, 18 set 2006.

Brasil. Lei no 11.947, de 16 de junho de 2009. Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar e do Programa Dinheiro Direto na Escola aos alunos da educação básica; altera as Leis nos 10.880, de 9 de junho de 2004, 11.273, de 6 de fevereiro de 2006, 11.507, de 20 de julho de 2007; revoga dispositivos da Medida Provisória no 2.178-36, de 24 de agosto de 2001, e a Lei no 8.913, de 12 de julho de 1994; e dá outras providências. Diário Oficial da União, 16 jun 2009.

Brasil. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 5 out. 1998.

Sturion GL, Silva MV, Ometto AMH, Fortuoso COM, Pipitone MAP. Fatores condicionantes da adesão dos alunos ao Programa de Alimentação Escolar no Brasil. Rev Nutr. 2005;18(2):167-81.

Gandra JR, Gambardella AMD, editores. Avaliação de serviços de alimentação e nutrição. São Paulo: Sarvier; 1983. 116 p.

Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição Escolar (BR). Manual para aplicação dos testes de aceitabilidade no Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE. Santos: Universidade Federal de São Paulo; 2010. 56 p.

Sturion GL. Programa de Alimentação Escolar: avaliação do desempenho em dez municípios brasileiros. Campinas (SP) [tese]. Campinas: Universidade Estadual de Campinas; 2002.

Bleil RAT, Salay E, Silva MV. Adesão ao Programa de Alimentação Escolar por Alunos de Instituições Públicas de Ensino no Município de Toledo, PR. Segurança Alimentar e Nutricional. 2009; 16(1): 65-82.

Peixinho AML. A trajetória do Programa Nacional de Alimentação Escolar no período de 2003-2010: relato do gestor nacional. Ciência e Saúde Coletiva. 2013;18(4):909-16.

Leme ACB, Philippi ST, Toassa EC. O que os adolescentes preferem: os alimentos da escola ou os alimentos competitivos? Saúde Soc. 2013; 22(2):456-67.

Danelon MS, Fonseca MCP, Silva MV. Preferências alimentares no ambiente escolar. Segurança Alimentar e Nutricional. 2008; 15(2): 66-84.

Santos AP, Pinheiro CT, Maciel FV, Geiger JM, Ramires MCC. Adesão ao programa nacional de alimentação escolar por estudantes de uma escola municipal de Pelotas-RS. In: II Congresso de Iniciação Cientifica e II mostra Cientifica [Internet]; 2010 nov. 9-11; Pelotas: Universidade Federal de Pelotas; 2010 Disponível em: http://www2.ufpel.edu.br/cic/2010/cd/pdf/CS/CS_01164.pdf

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE: Cidades [Internet]; 2014. Censo Demográfico 2010: sinopse [acesso 26 fev 2015]. Disponível em: http://cidades.ibge.gov.br

Ball K, Timpério AF, Crawford DA. Understanding environmental influences on nutrition and physical activity behaviors: where should we look and what should we count? [Internet]. Inter J Behav Nutr Phys Act. 2006;3(33): Disponível em: http://www.ijbnpa.org/content/3/1/33

Hoffmann R. Determinantes do consumo da merenda escolar no Brasil: análise dos dados da PNAD de 2004 e 2006. Segur Aliment Nutr. 2012;19(1):33-45.

Danelon, MAS. Modelos de gestão do Programa de Alimentação Escolar: a experiência aplicada às unidades de tempo integral [dissertação]. Piracicaba: Universidade de São Paulo; 2007.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicilios: segurança alimentar 2013. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística; 2014. 123 p.

Ministério da Educação, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Conselho Deliberativo (BR). Resolução no 38, de 16 de julho de 2009. Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE. Diário Oficial da União, 16 jul 2009; Seção V.

Elert VW, Cunha GK, Fernandes MP, Peter NB, Leal CMA. Avaliação da adesão ao Programa de Alimentação Escolar por alunos de séries iniciais de uma escola municipal de Pelotas (RS) In: XX congresso de iniciação cientifica e II mostra Cientifica [Internet]. 2011 nov 8-11; Pelotas: Universidade Federal de Pelotas; 2011. Disponível em: http://www2.ufpel.edu.br/cic/2011/anais/pdf/CS/CS_01596.pdf

Martins RCB, Medeiros M, Ragonha GM, Olbi JH, Segatti M, Osele MR. Aceitabilidade da alimentação escolar no ensino público fundamental. Saude Rev. 2004;6(13):71-8.

Teo CRPA, Correa EM, Gallina LS, Fransozi C. Programa nacional de alimentação escolar: adesão, aceitação e condições de distribuição de alimentação na escola. Nutrire. 2009;34(3):165-85.

Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social – IPARDES: perfil avançado dos municípios [Internet]. Curitiba: 2011. Perfil avançado do município de Realeza [acesso 26 fev 2015]. Disponível em: http://www.ipardes.gov.br/perfil_municipal

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Relatório de desenvolvimento humano 2007/2008: combater as alterações climáticas: solidariedade humana num mundo dividido. Coimbra, PT: Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento; 2007 [acesso 25 ago 2008]. 386 p. Disponível em http://www.pnud.org.br/HDR/arquivos/RDHglobais/hdr2007-8-portuguese.pdf

Downloads

Como Citar

1.
Rossi CE, Formentini FS, Ferreira Áline M. Adesão as refeições oferecidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar em uma cidade do sudoeste do Paraná. Segur. Aliment. Nutr. [Internet]. 27º de abril de 2015 [citado 29º de novembro de 2021];21(2):518-26. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8634628

Edição

Seção

Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional