Dinâmica tecnológica da cadeia industrial da avicultura alternativa: multifuncionalidade, desenvolvimento territorial e sustentabilidade

Autores

  • Luiz Carlos Demattê Filho Universidade de São Paulo
  • Paulo Eduardo Moruzzi Marques Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/san.v18i2.8634674

Palavras-chave:

Avicultura alternativa. Avicultura orgânica. Multifuncionalidade da agricultura. Desenvolvimento territorial. Sustentabilidade. Sistema agroalimentar localizado.

Resumo

Trata o presente artigo de uma proposta de metodologia de pesquisa que busca discutir os referenciais teóricos da multifuncionalidade da agricultura a fim de analisar notadamente um sistema agroalimentar fundado em princípios e métodos da Agricultura Natural. Este sistema se organiza em torno de uma agroindústria integrando produtores locais para oferecer principalmente frangos e ovos. A Agricultura Natural é um modelo produtivo preconizado por Mokiti Okada (Japão, 1882-1955), o qual enfatiza a necessidade de um perfeito equilíbrio entre as atividades humanas e as forças da natureza, para se alcançar bons resultados na produção, privilegiando a segurança dos alimentos, práticas conservacionistas da natureza, a saúde, e o bem-estar socioeconômico de produtores e consumidores. A partir da década de 1990, podemos perceber um incremento das discussões sobre a multifuncionalidade da agricultura devido aos inúmeros problemas sociais e ambientais advindos do modelo agrícola produtivista. Neste mesmo período intensificaram-se os problemas concernentes à segurança alimentar, com os casos da Encefalopatia Espongiforme Bovina (doença da vaca louca), alimentos contaminados com dioxinas e com resíduos de agrotóxicos, emergência de doença zoonóticas como a Influenza Aviária, etc. A ideia então é de discutir em que medida a Agricultura Natural, representando uma inovação tecnológica na produção de alimentos no Brasil e no mundo, oferece bases pertinentes na busca de um modelo agrícola sustentável, em respeito à humanidade e sua diversidade sociocultural e ao meio ambiente. Finalmente, analisamos a pertinência de posicionar o processo produtivo da avicultura alternativa com os referenciais teóricos do Sistema Agroalimentar Localizado (SIAL).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Carlos Demattê Filho, Universidade de São Paulo

Doutorando do Programa de Pós Graduação Interunidades em Ecologia Aplicada, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz/Centro de Energia Nuclear na Agricultura (ESALQ-CENA), Universidade de São Paulo (USP), Campus Piracicaba, SP. Correspondência: Caixa Postal 41 CEP 13537-000 Ipeúna, SP.

Paulo Eduardo Moruzzi Marques, Universidade de São Paulo

Professor do Departamento de Economia, Administração e Sociologia da ESALQ e do Programa de Pós-Graduação Interunidades (ESALQ-CENA), USP, Campus Piracicaba, SP.

Referências

. Anuário de Pecuária Brasileira (ANUALPEC), São Paulo, p. 260, 263, 271, 2011.

. Delgado C, Rosegrant M, Steinfeld H, Ehui S, Courbois C. Livestock to 2020: The next food revolution. 2020 Vision Discussion Paper nº 28. Washington, D.C.: International Food Policy Research Institute; 1999.

. Menten JFM. Aditivos alternativos na nutrição de aves: probióticos e prebióticos. In: Mattos WRS et al. A produção animal na visão dos brasileiros. Piracicaba: FEALQ; 2001. p. 141-57.

. Rezende CLA. A coordenação do sistema agroindustrial do tomate orgânico no Estado de São Paulo e o comportamento do consumidor [dissertação]. São Paulo: Faculdade de Ciências Farmacêuticas; Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade e Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo; 2003. 94 p.

. Demattê Filho LC. Aditivos em dietas para frangos de corte criados em sistema alternativo [dissertação]. Botucatu: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Estadual Paulista; 2004. 95 p.

. Carneiro MJ, Maluf RS. Para além da produção: multifuncionalidade e agricultura familiar. Rio de Janeiro: Mauad; 2003.

. Alles JM, Marques PEM. Debate sobre Funções Sócioambientais da Propriedade Fundiária e a Noção de Multifuncionalidade da Agricultura. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO E SOCIOLOGIA RURAL, Rio Branco, 2008. Anais... Rio Branco: SOBER, 2008. p. 1-18.

. Valor Econômico (2009) [acesso em 24 ago 2011]. Disponível em: http://www.valor.com.br/ arquivo/608861/uniao-europeia-quer-bem-estar-animalnas- regras-da-omc

. Brasil. Presidência da República. Lei nº 10.831, de 23 de dezembro de 2003. Dispõe sobre a agricultura orgânica e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 24 dez. 2003. Seção 1, p. 8.

. Buainain AM, Batalha MO, Alcantara RLC, Chaves GLD. Cadeia produtiva de produtos orgânicos. 1ª ed. Brasília: IICA: MAPA/SPA; 2007. v. 1, p. 19.

. Bastianelli D. A produção de Frangos Diferenciados na França. Mercado, aspectos organizacionais e regulamentares. CONFERÊNCIA APINCO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AVÍCOLAS, 2001. 2001, Campinas. Anais... Campinas: FACTA, 2001. p. 235-54.

. Pimenta VP, Sena JOA, Moura LPP, Cunha FAD, Rupp LM, Hisano LK et al. Percepção dos Consumidores quanto aos Produtos Orgânicos na Região de Maringá- PR, Brasil. Rev Bras de Agroecologia. 2009;4(2):2903-07.

. Brasil. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Legislação para os sistemas orgânicos de produção animal e vegetal. 1ª ed. Brasília: MAPA/ACS; 2009.

. Fundação Mokiti Okada. Microrganismos eficazes na agricultura. 2ª ed. Ipeúna: FUNDAÇÃO MOKITI OKADA; 2002. 29 p.

. Okada M. A outra face da doença: a saúde revelada por Deus. 6ª ed. Atami, Japão: MOA SHOJI; 1992.

. Demattê Filho LC, Mendes CMI. Viabilidade técnica e econômica na criação alternativa de frangos. In: CONFERÊNCIA APINCO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA AVÍCOLAS, 2001, Campinas. Anais... Campinas: FACTA, 2001. p. 255-66.

. Moruzzi Marques PE, Silveira MA. Impactos das novas representações de qualidade alimentar sobre as dinâmicas territoriais e a cafeicultura familiar do Sul de Minas Gerais. In: Agricultura Familiar: pesquisa, formação e desenvolvimento. Belém: UFPA. 2009;9:105-20.

. Farina TMQ, Almeida SF. Consumer Perception on Alternative Poultry. International Food and Agribusiness Management Review. 2003 [acesso em 23 maio 2011]. Disponível em: http://ageconsearch.umn.edu/ bitstream/34533/1/0502fa02.pdf

. Farina TMQ, Almeida SF. A Percepção dos Consumidores de Frangos “Alternativos”. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, Passo Fundo, 2002. Anais... Passo Fundo: SOBER, 2002. CD-ROM.

. Farina EMMQ. Competitividade e Coordenação de Sistemas Agroindustriais: Um Ensaio Conceitual. Revista de Gestão e Produção. 1999;6(3):147-61.

. Kennedy PL, Harrison RW, Piedra MA. Analyzing Agribusiness Competitiveness: Case of the United States Sugar Industry. International Food and Agribusiness Management Review. 1998;1(2):245-57.

. Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social. Análise da Competitividade da Cadeia Agroindustrial de Carne de Frango no Estado do Paraná. Curitiba: IPARDES; 2002. 230 p.

. Porter ME. The competitive advantage of nations . Harv Bus Rev., New York: Free Press; 1990.

. Batalha MO. (Coord.). Gestão Agroindustrial: GEPAI – Grupo de Estudos e pesquisas agroindustriais. 3ª ed. São Paulo: Atlas; 2008.

. Silva CAB, Batalha MO. Competitividade em Sistemas Agroindustriais: Metodologia e Estudo de Caso. In: II Workshop Brasileiro sobre Gestão de Sistemas Agroalimentares – PENSA/ FEA/USP, 1999, Ribeirão Preto. Anais... Ribeirão Preto: PENSA/FEA/USP, 1999, p. 9-20.

. Valor Econômico (2011) [acesso em 23 ago 2011. Disponível em: http://www.valor.com.br/ arquivo/866171/apos-dioxina-alemanha-tenta-acalmarpopulacao

. Pecqueuer B. O desenvolvimento territorial: uma nova abordagem dos processos de desenvolvimento para as economias do Sul. Raízes. 2005; 24(1-2):10-22.

. Muchnik J, Cañada JS, Salcido TG. Systèmes agroalimentaires localisés: état des recherches et perspectives. Cahiers Agricultures. 2008;17(6):513-19.

Downloads

Como Citar

1.
Demattê Filho LC, Marques PEM. Dinâmica tecnológica da cadeia industrial da avicultura alternativa: multifuncionalidade, desenvolvimento territorial e sustentabilidade. Segur. Aliment. Nutr. [Internet]. 10º de fevereiro de 2015 [citado 6º de dezembro de 2021];18(2):1-11. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8634674

Edição

Seção

Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional