Sulfitos: importância na indústria alimentícia e seus possíveis malefícios à população

Autores

  • Diego Matos Favero Universidade Federal do Paraná
  • Cilene da Silva Gomes Ribeiro Universidade Federal do Paraná
  • Arislete Dantas de Aquino Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.20396/san.v18i1.8634684

Palavras-chave:

Sulfitos. Aditivos. Reações adversas. Ingestão diária aceitável (ida).

Resumo

A adição de aditivos é uma prática comum utilizada na conservação de alimentos. Os sulfitos, que incluem o dióxido de enxofre (SO2) e seus sais de sódio, potássio e cálcio (Na, K e Ca), são amplamente utilizados devido ao efeito inibitório sobre bactérias, bolores e leveduras e na inibição de reações de escurecimento enzimático e não enzimático durante processamento e estocagem. O uso desses conservantes deve ser monitorado para evitar que o consumo não ultrapasse a Ingestão Diária Aceitável (IDA – 0,7 mg/kg peso corpóreo). Apesar de sua eficácia, inúmeras reações adversas têm sido relatadas à saúde de algumas pessoas sensíveis aos sulfitos, como na forma de ataques asmáticos e urticária, dessa forma torna-se necessário o controle e informação dos agentes sulfitantes adicionados aos alimentos, bem como pesquisas que visem à substituição desse aditivo, por equivalentes que não prejudiquem a saúde humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Matos Favero, Universidade Federal do Paraná

Mestrando do Programa de Pós Graduação em Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR. Correspondência: Caixa Postal 19011, CEP 81531-980, Curitiba, PR.

Cilene da Silva Gomes Ribeiro, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda em História e Cultura da Alimentação, Universidade Federal do Paraná (UFPR). Docente do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Curitiba, PR.

Arislete Dantas de Aquino, Universidade Federal do Paraná

Dra. em Engenharia Química, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Profa. Adjunta do Departamento de Engenharia Química, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR.

Referências

Polônio MLT, Peres F. Consumo de aditivos alimentares e efeitos à saúde: desafios para a saúde pública brasileira. Cad Saúde Pública. 2009;25(8):1653-666.

Popolim WD. Estimativa da ingestão de sulfitos por escolares pela análise qualitativa da dieta [dissertação]. São Paulo: Universidade de São Paulo; 2004.

Machado RM, Toledo MC. Sulfitos em Alimentos. Braz J Food Technol. 2006;9(4):265-75.

Lück E, Jager M. Conservación química de los alimentos, caracteristicas, usos, efectos. 2º Edición. Zaragoza: Editora Acribia; 1995.

Oliveira TM, Soares NF, Paula CD, Viana GA. Uso de embalagem ativa na inibição do escurecimento enzimático de maçãs. Semina: Ciências Agrárias. 2008;29(1):117-28.

Mcfeeters RF, Barish AO. Sulfite Analysis of Fruits and Vegetables by High-Performance Liquid Chromatography (HPLC) with Ultraviolet Spectrophotometric Detection. J Agric Food Chem. 2003;51(6):1513-517.

Coelho SF. Efeito de diferentes concentrações de conservantes alimentícios no crescimento in vitro de fungos termorresistentes e bactérias patogênicas [dissertação]. Maceió: Universidade Federal de Alagoas; 2008.

Góes LM. Uso do metabissulfito de sódio na pós-colheita do camarão marinho Litopenaeus vannamei [dissertação]. Recife: Universidade Federal Rural de Pernambuco; 2005.

Branen AL, Davidson PM, Salminen S, Thorngaten JH. Food Additives. New York: Marcel Dekker; 2002.

Pizzoferrato L, Di Lullo G, Quattrucci E. Determination of free, bound and total sulphites in foods by indirect photometry-HPLC. Food Chemistry. 1998;63(2):275-79.

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Portaria nº 540 – SVS/MS de 27 de outubro de 1997. Aprova o Regulamento Técnico: Aditivos Alimentares - definições, classificação e emprego [acesso em 30 jul 2009]. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/legis/portarias/540_97.htm

Scampicchio M, Lawrence NS, Arecchi A, Mannino S. Determination of Sulfite in Wine by Linear Sweep Voltammetry. Electroanalysis. 2008;20(4):444-47.

Pereira AC, Moura SM, Constant PB. Alergia alimentar: sistema imunológico e principais alimentos envolvidos. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde. 2008;29(2):189-200.

Wong, DW. Química de los alimentos: Mecanismos y teoria. Zaragoza: Editora Acribia; 1989.

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução da Diretoria Colegiada – RDC nº 217, de 29 de julho de 2005 [acesso em 10 set 2009]. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/legis/resol/2005/rdc/217_05rdc.pdf

Brasil. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução do Conselho Nacional de Saúde/Ministério da Saúde, nº 04, de 24 de novembro de 1988 [acesso em 12 jun 2009]. Disponível em: http://www.anvisa.gov.br/legis/resol/04_cns.pdf

Edmond LM, Magee EA, Cummings JH. An IEC method for sulphite and sulphate determination in wine without predistillation. LC GC Europe. 2003;6:88-94.

Galvão JF. Sulfitos em bebidas refrigerantes. Boletim do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos. 1991;9(1):24-9.

Davidson PM, Sofos JN, Branen AL, editors. Antimicrobials in food. Boca Raton: Taylor & Francis Group; 2005.

Carneiro AA, Alves-Prado HF, Gomes E, Silva R.

Escurecimento enzimático em alimentos: Ciclodextrinas como agente antiescurecimento. Alimentos e Nutrição. 2006;17(3):345-52.

Reis FR. Efeito dos processos de branqueamento e acidificação sobre a cor e a absorção de gorduras de batatapalha [dissertação]. Curitiba: Universidade Federal do Paraná; 2007.

Queiroz YS, Bastos DH, Sampaio GR, Soares RA, Ishimoto EY, Torres EA. Influência dos aditivos alimentares na atividade antioxidante in vitro de produtos de alho. Alimentos e Nutrição. 2006;17(3):287-93.

Fennema OR, editor. Food Chemistry. New York: Marcel Dekker; 1996.

Aragão JS, Castro CB, Costa-Lotufo LV. Toxidade do metabissulfito de sódio em Mysidopsis juniae. Arquivo de Ciências do Mar. 2008;41(1):24-9.

Cardoso WS, Pinheiro FA, Patelli T, Perez R, Ramos AM. Determinação da concentração de sulfito para a manutenção da qualidade da cor em maçã desidratada. Revista Analytica. 2007;29:66-72.

Alimentación Sana. Alergias e intolerancias alimentarias [acesso em 25 fev 2011]. Disponível em: http://www.alimentacionsana.com.ar/informaciones/novedades/alergias%202.htm [27] Vally H, Thompson PJ. Role of sulfite additives in wine induced asthma: single dose and cumulative dose studies. Thorax. 2001;56(10):763-69.

World Health Organization. Evaluation of certain food additives. Geneva: WHO Technical Report Series; 2005.

Kisker C, Schindelin H, Pacheco A, Wehbi WA, Garrett RM, Rajagopalan KV, et al. Molecular basis of sulfite oxidase deficiency from the structure of sulfite oxidase. Cell. 1997;91(7):973-83.

Edwards MC, Johnson JL, Marriage B, Graf TN, Coyne KE, Rajagopalan KV, et al. Isolated sulfite oxidase deficiency – review of two cases in one family. Ophthalmology. 1999;106(10):1957-61.

Freedman BJ. A dietary free from additives in the management of allergic disease. Clin Allergy. 1977;7(5):417- 21.

Stevenson DD, Simon RA. Sensitivity to ingested metabisulfates in asthma subjects. J Allergy Clin Immunol. 1981;68(1):26-32.

Mathison DA, Stevenson DD, Simon RA. Precipitating Factors in Asthma Aspirin, Sulfites, and Other Drugs and Chemical. Chest. 1985;87:50-4.

Delohery J, Castle W, Simmulk K, Allen D. Metabisulfite and SO2, reactivity in asthmatics. J Allergy Clin Immunol. 1984;75:136-41.

Downloads

Como Citar

1.
Favero DM, Ribeiro C da SG, Aquino AD de. Sulfitos: importância na indústria alimentícia e seus possíveis malefícios à população. Segur. Aliment. Nutr. [Internet]. 9º de fevereiro de 2015 [citado 17º de outubro de 2021];18(1):11-20. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8634684

Edição

Seção

Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)