Banner Portal
Percepções e práticas dos diretores e coordenadores acerca da alimentação infantil em creches públicas do município de Jandira, São Paulo, Brasil
PDF

Palavras-chave

Alimentação infantil. Gestores. Creches. Pesquisa qualitativa.

Como Citar

MARINHO, Fernanda Christina Moreira; ASSAO, Tatiana Yuri; CERVATO-MANCUSO, Ana Maria. Percepções e práticas dos diretores e coordenadores acerca da alimentação infantil em creches públicas do município de Jandira, São Paulo, Brasil. Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, SP, v. 17, n. 2, p. 40–49, 2015. DOI: 10.20396/san.v17i2.8634791. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8634791. Acesso em: 15 abr. 2024.

Resumo

A creche tem importante função de promover alimentação saudável, já que é nos primeiros anos de vida que a criança estabelece seus hábitos alimentares. Este estudo examina as práticas e percepções dos gestores de creches sobre alimentação saudável para crianças. Foram realizadas entrevistas com 11 gestores de creches de Jandira, SP. A análise foi elaborada pela metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) e pelo software Quali Quanti Soft. Os gestores citaram alguns itens que compõem uma alimentação saudável, mas não foram contemplados itens como ambientes das refeições e satisfação das necessidades emocionais. Observou-se também uma lacuna entre aqueles que cuidam da alimentação e educadores. Verifica-se a necessidade de ampliar a abordagem do tema alimentação entre os profissionais do ensino. É preciso que ocorra uma aproximação entre educadores e os profissionais da alimentação, para que eles se tornem promotores de hábitos alimentares saudáveis.

https://doi.org/10.20396/san.v17i2.8634791
PDF

Referências

Philippi ST, Colucci ACA, Cruz ATR, Ferreira MN, Coutinho RLR. Alimentação saudável na infância e na adolescência. In: Silva MV, organizador. Curso de atualização em alimentação para professores de rede pública de ensino. Piracicaba: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq); 2000. p.46-56.

Focesi E. Educação em Saúde na Escola: o papel do professor. Rev Bras Saude Esc. 1990;1(2):4-8.

Brasil. Portaria Interministerial nº 1.010, de 08 de maio de 2006. Institui as diretrizes para a Promoção da Alimentação Saudável nas Escolas de educação infantil, fundamental e nível médio das redes públicas e privadas, em âmbito nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 09 maio 2006. Seção 1, p. 70.

Assao TY. Percepções e práticas do educador acerca da alimentação infantil em creches públicas do Município de Jandira, São Paulo [dissertação]. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo; 2007.

Marinho FCM. Reflexão sobre a percepção dos profissionais da saúde e da educação sobre a alimentação saudável. In: Resumos do Simpósio de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto, São Paulo; 2007. 48

Reis MGFA. O compromisso político-social do diretor como educador [dissertação]. São Carlos: Programa de Pósgraduação em Educação Especial, Universidade Federal de São Carlos; 2000.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec; 2004.

Lefèvre F, Lefèvre AMC, Teixeira JJV. O discurso do sujeito coletivo: uma nova abordagem metodológica em pesquisa qualitativa. Caxias do Sul: EDUCS; 2000.

Prefeitura do Município de Jandira [homepage na internet]. São Paulo; 2007 [acesso em 15 abr 2008]. Disponível em: http://www.jandira.sp.gov.br

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo Escolar 2005 [acesso em 6 fev 2008]. Disponível em: http://www.inep.gov.br

Lefèvre F, Lefèvre AMC. Discurso do sujeito coletivo: um novo enfoque em pesquisa qualitativa (desdobramentos). Caxias do Sul: EDUCS; 2003.

Lefèvre F, Lefèvre AMC. Depoimentos e discursos: uma proposta de análise em pesquisa social. Brasília: Líber livros; 2005.

Arce A. Documentação oficial e o mito da educadora nata na educação infantil. Cad Pesq. 2001;(113):167-184.

Proença RPCP, Poulain J. Sociologia da alimentação: um enfoque na compreensão dos comportamentos alimentares. In: Taddei JAAC, coordenador. Jornadas científicas do Núcleo Interdepartamental de Segurança Alimentar e Nutricional. Barueri: Manole; 2007. p. 165-178.

Garcia RWD. A comida, a dieta, o gosto: mudanças na cultura alimentar urbana [tese]. São Paulo: Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo; 1999.

Amaral MFM, Morelli V, Pantoni RV, Rossetti-Ferreira MC. Alimentação de bebês e crianças pequenas em contextos coletivos: mediadores, interações e programações em educação infantil. Rev Bras Cresc Desenv Hum. 1996;6(1/2): 19-33.

Programa Nacional Alimentação Escolar. Avaliação do Programa Nacional de Alimentação Escolar – Censo Escolar 2004. Brasília; 2007.

Vieira MNCM, Ferriani MGC, Gomes R, Santos GVB, Marchi EMM.Gestão de um Programa de Alimentação Escolar em um Município Paulista. Segurança Alimentar e Nutricional. 2008;15(1):29-48.

A revista Segurança Alimentar e Nutricional utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.