Embates em torno da segurança e soberania alimentar: estudo de perspectivas concorrentes

Autores

  • Paulo Eduardo Moruzzi Marques Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/san.v17i2.8634795

Palavras-chave:

Segurança alimentar. Agricultura familiar. Desenvolvimento rural. Multifuncionalidade. Sustentabilidade da agricultura.

Resumo

A propagação da noção de soberania alimentar nos últimos anos leva a pensar nos pontos de vista em jogo no campo de debate sobre os problemas alimentares. Deste modo, é possível identificar que a polissemia em torno da noção de segurança alimentar deixa margem para ambivalências, o que provoca descontentamentos. É nestas circunstâncias que a defesa da soberania alimentar ganha terreno, noção favorável à diversidade das agriculturas do mundo e propícia ao reconhecimento de seus múltiplos papéis. Aqui, trata-se de uma releitura da evolução dos sentidos e das concorrências em torno da segurança alimentar a fim de evidenciar as razões que conduzem a construção da noção de soberania alimentar. Ademais, as estratégias de agricultores familiares brasileiros são examinadas em termos de perspectivas de soberania alimentar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Eduardo Moruzzi Marques, Universidade de São Paulo

Professor Doutor do Departamento de Economia, Administração e Sociologia da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (ESALQ), Universidade de São Paulo (USP) e do Programa de Pós-Graduação Interunidades (ESALQ, Centro de Energia Nuclear na Agricultura – CENA) em Ecologia Aplicada, USP, Piracicaba,  P. Correspondência: Avenida Pádua Dias, 11, Agronomia, CEP 13418-900, Piracicaba, SP. Tel. (19) 3429 4444, ramal 205.

Referências

Moruzzi Marques PE. Segurança Alimentar: a intervenção da Associação Brasileira de Agribusiness no campo de disputa e produção ideológica [dissertação]. Rio de Janeiro: CPDA, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; 1996.

Moruzzi Marques PE, Narezi G, Chahim CB. Communautés quilombolas et agriculture de subsistance. In: Bué A, Plet F, orgs. Alimentation, environnement et santé: pour un droit à l’alimentation. Paris: Ellipses; 2010.

Bertrand JP, Blanchet J, Revel A, Roger C. Le pouvoir alimentaire mondial en question. Paris: Economica; 1997.

Rémy J. Um caminho sinuoso e semeado de espinhos. Os agricultores franceses: da especialização e intensificação da produção à multifuncionalidade e ao desenvolvimento sustentável. Est Soc Agric. 2005;12(1).

Roux B. L´agriculture familiale em Europe: une perspective historique. In: Haubert M, editors. L´avenir des paysans. Paris: Presses Universitaires de France (PUF); 1999. p. 29-43.

Peliano AMM, Beghin N. Cinco Programas contra a fome e a miséria. Revista Ciência Hoje. 1994; 17(100).

Delgado G. Parceria Governo-Sociedade no Combate à Fome: Avaliação e Sugestões. Brasília: IPEA; 1994.

Carneiro MJ, Maluf R. Para além da produção: multifuncionalidade e agricultura familiar. Rio de Janeiro: CPDA/UFRRJ/Nead/Mauad X; 2003.

Moruzzi Marques PE, Lacerda TFN. Agriculture biologique et agriculture familiale au Brésil: pour une inscription territoriale des agriculteurs écologistes. Economie Rurale. 2009;313-314:55-66.

Cazella A, Bonnal P, Maluf R, org. Agricultura familiar, multifuncionalidade e desenvolvimento territorial no Brasil. Rio de Janeiro: Mauad X; 2009.

Berthelot J. L’agriculture: talon d’Achille de la mondialisation. Paris: L’Harmattan; 2001.

Food and Agriculture Organization. L´état de l’insécurité alimentaire dans le monde 2009: crises économiques; répercussions et enseignements. Roma: FAO; 2009.

Moruzzi Marques PE, Bleil SI. A identidade cultural desafia a globalização: o desabafo dos agricultores franceses. Estud Soc Agric. 2000;15:158-177.

Capdevielle J. Modernité du corporatisme. Paris: Presses de Sciences Po; 2001.

Altieri M. A falência de um modelo: sistema alimentar na era pós-petroleira”. Agência Carta Maior [acesso em 05 maio 2008] Disponível em: http://www.cartamaior.com.br/templates/index.cfm

Altieri M. Agroecologia: as bases científicas da agricultura alternativa. Rio de Janeiro: PTA/FASE; 1989.

Maréchal G. Les circuits courts alimentaires. Dijon: Educagri édition; 2008.

Comité Technique Foncier et Développement. Governança fundiária e securização dos direitos nos países do Sul: livro branco dos atores franceses da Cooperação (síntese). Nogent Sur Marne: Foncier&développement; 2008.

Petrini C. Bom, propre et juste: éthique de la gastronomie et souveraneité alimentaire. França: Édition Yves Michel; 2006.

Dufumier M. Agricultures et paysanneries des Tiers mondes. Paris: Karthala; 2004.

Ferreira, ADD, Processos e sentidos sociais do rural na contemporaneidade: indagações sobre algumas especificidades brasileiras. Est Soc Agric. 2002;18:28-46.

Moruzzi Marques PE. Agriculture familiale et participation au Brésil: les conseils municipaux de développement rural du PRONAF (acteurs, intérêts et pouvoir) [doutorado]. Paris: Institut des Hautes Etudes de l´Amérique Latine, Université Paris III; 2002.

Pecquer B. Qualité et développement territorial: l´hypothèse du pannier de biens et de services territorialisés. Economie Rurale. 2002;261:7-49.

Lacombe P. L´agriculture à la recherche de ses futurs. Paris: éditions de l´Aube et Datar; 2002.

Moruzzi Marques PE, SILVEIRA MA. Initiatives autour de la caféiculture familiale: une étude sur l´émergence de nouvelles représentations de qualité et sur les dynamiques territoriales dans le sud de Minas Gerais/Brésil. Deuxièmes journées de recherches en sciences sociales, Lille: INRASFER- CIRAD; 2008.

Castro J. A geografia da fome: o dilema brasileiro, pão ou aço. Primeira edição 1946. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira; 2001.

Queiroz RS. Caipiras negros no Vale do Ribeira: um estudo de antropologia econômica. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo; 2006.

Downloads

Como Citar

1.
Marques PEM. Embates em torno da segurança e soberania alimentar: estudo de perspectivas concorrentes. Segur. Aliment. Nutr. [Internet]. 9º de fevereiro de 2015 [citado 17º de outubro de 2021];17(2):78-87. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8634795

Edição

Seção

Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional