Ingestão dietética e fatores associados ao consumo alimentar de universitários brasileiros: uma revisão

Autores

  • Francini Xavier Rossetti Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"

DOI:

https://doi.org/10.20396/san.v22i2.8642509

Palavras-chave:

Ingestão dietética. Consumo alimentar. Estudantes.

Resumo

O presente artigo teve como objetivo revisar a literatura sobre hábitos alimentares de universitários brasileiros e identificar possíveis condicionantes.  A revisão consistiu na busca de artigos publicados entre 2004 e 2014 nas bases de dados Pubmed, Lilacs e Scielo, por meio da combinação dos termos: college students, university, nutrition, diet, food consumption, eating habits, food intake, dietary intake.  Outra estratégia foi a busca manual nas listas de referências dos artigos identificados e selecionados por meio da pesquisa eletrônica. Optou-se por excluir publicações com amostra indivíduos exclusivamente do sexo feminino, selecionando-se 9 artigos para análise. Os principais fatores associados ao consumo alimentar entre universitários brasileiros foram rendimento familiar, dupla jornada de estudo e trabalho, área do curso de graduação, estado nutricional, sexo e local de realização das refeições.  A produção científica sobre consumo alimentar de universitários brasileiros é escassa, destacando-se maiores contribuições nos últimos 5 anos. Em relação aos métodos utilizados, predominam questionários de frequência alimentar. A análise sob a ótica de padrões de consumo alimentar, a necessidade de relacionar o consumo com medidas de desfecho e a necessidade de estudos longitudinais com essa população se fazem necessários, levando em consideração delineamentos adequados, do ponto de vista dos condicionantes do consumo alimentar do ponto de vista sociodemográfico, ambiental e individual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francini Xavier Rossetti, Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"

Doutoranda- Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos. Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" (ESALQ). Correspondência: Av. Pádua Dias no 11, CEP 13418-900, Piracicaba, São Paulo, Brasil.

Referências

Schmidt MA, Duncan BB, Silva GA, Menezes AM, Monteiro CA, Sandhi MB, Chor D, Menezes PR. Chronic non-communicable diseases in Brazil: burden and current challenges. The Lancet. 2011;377(9781)1949-1961.

Mihalopoulos NL, Auinger P, Klein JD. The freshman 15: is it real? J Am Coll Health. 2008;56(5):531-533.

Gow RW, Trace SE, Mazzeo SE. Preventing weight gain in first year college students: an on line intervention to prevent the “freshman fifteen”. Eating Behaviors. 2010;11(1):33-39.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009: antropometria e estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos no Brasil. Rio de Janeiro, 2010.

Peltzer K, Pengpid S, Samuels TA, Ozcan NK, Mantilla C, Rahamefy OH, Wong ML, Gasparishvil A. Prevalence of overweight/obesity and its associated factors among university students from 22 countries. Int J Environ Res Public Health. 2014;11(7):7425-744.

Brasil. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Censo da educação superior: 2011 – resumo técnico. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2013.

Larson NI, Nelson MC, Neumark-Sztainer D, Story MN, Hannan PJ. Making time for meals: meal structure and associations with dietary intake in young adults. J Am Diet Assoc. 2009;109(1):72-79.

Steptoe A, Wardle J, Cui W, Bellisle F, Zotti AM, Baranyai R, et al. Trends in smoking, diet, physical exercise, and attitudes toward health in European university students from 13 countries, 1990-2000. Prev Med. 2002;35(2):97-104.

Silva DA, Petroski EL. The simultaneous presence of health risk behaviors in freshman college students in Brazil. J Community Health. 2012;37:591-598.

Franca C, Colares V. Estudo comparativo de condutas de saúde entre universitários no início e no final do curso. Rev Saúde Pública. 2008;42(3):420-427.

Gasparotto GS, Gasparotto LPR, Rossi LM, Moreira NB, Bontorim MS, Campos W. Associação entre o período de graduação e fatores de risco cardiovascular entre universitários. Rev Latino-Am Enfermagem. 2013;21(3):1-8.

Feitosa EPS, Dantas CAO, Andrade-Wartha ERS, Marcellini PS, Mendes-Netto RS. Hábitos alimentares de estudantes de uma universidade pública no nordeste, Brasil. Alim Nutr. 2010;21(2):225-230.

Paixão LAD, Dias , RMR , Prado WLD. Estilo de vida e estado nutricional de universitários ingressantes em cursos da área de saúde do Recife/PE. Rev Bras Ativ Fís Saúde. 2010;15(3):145-150.

Matias CT, Fiore EG. Changes in the eating behavior of nutrition students in a private university. Nutrire: Rev Soc Bras Alim Nutr. 2010; 35(2):53-66.

Ramalho AA, Dalamaria T, Souza OFD. Consumo regular de frutas e hortaliças por estudantes universitários em Rio Branco, Acre, Brasil: prevalência e fatores associados. Cad Saúde Pública. 2012;28(7):1405-1413.

Cansian AC, Gollino L, Alves JBO, Pereira EMS, Avaliação da ingestão de frutas e hortaliças entre estudantes universitários. Nutrire: Rev Soc Bras Alim Nutr. 2012;37(1):54-63.

Gorgulho B, Marchioni DML, Conceição AB, Steluti J, Mussi MH, Manelli RM et al. Quality of diet of working college students. Work. 2012;41:5806-5809.

MarcondellI P, Costa THM, Schmitz BAS. Nível de atividade física e hábitos alimentares de universitários do 3º ao 5º semestres da área da saúde. Rev Nutr. 2008;21(1):39-47.

Pacheco RL, Santos-Silva DA, Gordia AP, Quadros TMB, Petroski EL. Sociodemographic determinants of university students’ lifestyles. Rev Salud Pública. 2014;16(3):382-393.

Vettori JC, Covolo N, Mialich MS, Jordão Junior AL. Nutritional status, weight evolution and eating behavior in university students of health careers in Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil. Nutr Clin Diet Hosp. 2014;34(2):52-62.

Rossetti FX. Consumo alimentar, estado nutricional e percepção de segurança alimentar e nutricional entre estudantes de uma universidade pública [dissertação]. Piracicaba: Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, 2015.

Seguí-Gómez M, de la Fuente C, Vázquez Z. Cohort Profile: The “Seguimiento Universidad de Navarra” (SUN) Study. Int J Epidemiol. 2006;35:1417–22.

Yamane M, Ekuni D, Mizutani S, Kataoka K, Sakumoto-Kataoka M, Kawabata Y, Omori C, Azuma T, Tomofuji T, Iwasaki Y, Morita M. Relationships between eating quickly and weight gain in Japanese university students: A longitudinal study. Obesity, 2014;22(10),2262-2266.

Racette S, Deusinger SS, Strube MJ, Highstein GR, Deusinger RH. Weight Changes, Exercise, and Dietary Patterns During Freshman and Sophomore Years of College. J Amer Coll Health. 2010;53(6),245-251.

Sousa TF, Nahas MV. Prevalência e fatores associados a menores níveis de prática de atividades físicas no lazer em estudantes de uma universidade pública do Estado da Bahia. Rev Bras Ativ Fis Saúde. 2011;16(4):322-29.

Sousa T F de, Fonseca S A, José H P M, Nahas M V. Estudo MONISA: características e aspectos metodológicos. Rev Bras Epidemiol. 2012;15(4): 904-907.

Satija A, Yu E, Willet W, Hu FB. Understanding nutritional epidemiology and its role in policy. Adv Nutr. 2015,6:Supl.18,5-18.

. Haubrock J, Nothlings U, Volatier J L, Dekkers A, Ocké M, Hartiig U, Iiiner AK, Andersen LF, Boeing H. Estimating usual food intake distributions by using the multiple source method in the EPIC-Potsdam Calibration Study. J Nutr. 2011;141(5),914-920.

Beaton, GH. Approaches to analysis of dietary data: relationship between planned analyses and choice methodology. Am J Clin Nutr. 1994;59:Supl.253-261.

Downloads

Publicado

2015-12-28

Como Citar

ROSSETTI, F. X. Ingestão dietética e fatores associados ao consumo alimentar de universitários brasileiros: uma revisão. Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, SP, v. 22, n. 2, p. 778–785, 2015. DOI: 10.20396/san.v22i2.8642509. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8642509. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional