Intoxicação do(a) trabalhador(a) rural por agrotóxicos: (sub)notificação e (in)visibilidade nas políticas públicas de 2001 a 2015

Palavras-chave: Agrotóxicos. Políticas públicas. Intoxicação. Trabalhadores. População rural.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi compreender como a questão das intoxicações por agrotóxicos em trabalhadores(as) rurais é reconhecida pelos diferentes atores governamentais, bem como pelos movimentos sociais e outras organizações não governamentais. Foi realizada uma análise documental de planos, políticas, programas e ações para o período de 2001 a 2015. Observou-se que as demandas por ações de proteção à saúde do(a) trabalhador(a) rural são recentes e que se prioriza ainda os direitos do consumidor e as necessidades de mercado. Existem conflitos de interesses que se expressaram nos próprios programas de governo e na atuação de diferentes ministérios. A visibilidade da questão da intoxicação do(a) trabalhador(a) rural por agrotóxicos nas políticas ocorre mais ao final do período estudado, por intensa influência de instituições de pesquisa e pesquisadores considerados ativistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanessa Fracaro Menck, Universidade Estadual de Campinas
Nutricionista, Mestre em Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Faculdade de Ciências Aplicadas da Universidade Estadual de Campinas.
Milena Pavan Serafim, Universidade Estadual de Campinas
Professora Doutora da Faculdade de Ciências Aplicadas  da Universidade Estadual de Campinas.
Julicristie Machado Oliveira, Universidade Estadual de Campinas
Professora Doutora da Faculdade de Ciências Aplicadas  da Universidade Estadual de Campinas.

Referências

FAO, FIDA, OMS, PMA y UNICEF. El estado de la seguridad alimentaria y la nutrición en el mundo 2017. Fomentando la resiliencia en aras de la paz y la seguridad alimentaria. Roma: FAO, 2017.

Rigotto RM, Carneiro FF, Marinho AMCP, Rocha MM, Ferreira MJM, et al. O verde da economia no campo: desafios à pesquisa e às políticas públicas para a promoção da saúde no avanço da modernização agrícola. Ciênc. Saúde Coletiva. 2012; 17(6):1533-1542.

Chaim A. Tecnologia de aplicação de agrotóxicos: fatores que afetam a eficiência e o impacto ambiental. In: Silva C, Fay EF. Agrotóxicos & Ambiente. Brasília: Embrapa; 2004. p. 289-317.

Pignati WA, Machado J, Cabral J. Acidente rural ampliado: o caso das “chuvas” de agrotóxicos sobre a cidade de Lucas do Rio Verde – MT. Ciênc. Saúde Coletiva. 2007;12(1):105-114.

Carneiro FF, Rigotto RM, Augusto LG, Friedrich K, Búrigo AC. Dossiê ABRASCO: um alerta sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde. Rio de Janeiro: EPSJV; São Paulo: Expressão Popular; 2015.

Tosetto, EC. Identificação das causas das subnotificaçõesdas intoxicações da população exposta a agrotóxicos: estudo de caso de Laranjeiras do Sul – PR. [dissertação]. Laranjeiras do Sul: UniversidadeFederal da Fronteira Sul; 2016.

Brasil. SINAN: Notificação Individual [internet] [acesso em 15 abr 2018]. Disponível em: http://portalsinan.saude.gov.br/notificacoes.

Shiva V. Biodiversidade, direitos de propriedade intelectual e globalização. In: Santos BS. Semear outras soluções: os caminhos da biodiversidade e dos conhecimentos rivais. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira; 2004. p. 268-285.

Mendonça ML. O agronegócio como instrumento de manutenção do modelo neocolonial no campo brasileiro. In: Direitos Humanos no Brasil: Relatório da Rede Social de Justiça e Direitos Humanos. São Paulo: RSJDH; 2013. p. 25-29.

Coligação Lula Presidente. Programa de governo 2002. São Paulo: Fundação Perseu Abramo; 2002.

Iamamoto A. Agroecologia e desenvolvimento Rural. [dissertação]. Piracicaba:Universidade de São Paulo; 2005.

Brasil. Lei no 7.802, de 11 de julho de 1989. Dispõe sobre a pesquisa, a experimentação, a produção, a embalagem e rotulagem, o transporte, o armazenamento, a comercialização, a propaganda comercial, a utilização, a importação, a exportação, o destino final dos resíduos e embalagens, o registro, a classificação, o controle, a inspeção e a fiscalização de agrotóxicos, seus componentes e afins, e dá outras providências. Diário Oficial da União. 11 jul 1989.

InstitutoCidadania. Projeto Fome Zero. São Paulo: Instituto Cidadania/Fundação Djalma Guimarães; 2001.

Coligação Lula Presidente. Saúde para a família brasileira. São Paulo: Fundação Perseu Abramo; 2002.

Coligação Lula Presidente. Vida Digna no Campo. São Paulo: Fundação Perseu Abramo; 2002.

Coligação Lula Presidente. Meio Ambiente e Qualidade de Vida. São Paulo: Fundação Perseu Abramo; 2002.

Brasil. Plano plurianual 2008-2011: projeto de lei. Brasília: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; 2007.

Brasil. Projeto de Lei de Revisão do Plano Plurianual para 2004-2007. Brasília: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; 2003.

Brasil. Resolução/CD/FNDE no 38, de 16 de julho de 2009. Institui o Programa Nacional de Alimentação Escolar. Diário Oficial da União. 16 jul 2009.

Brasil. Programa de análise de resíduos de agrotóxicos em alimentos (PARA). Relatório de atividades de 2010. Brasília: Ministério da Saúde/ANVISA; 2010.

CONSEA. A construção da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Relatório Final. II Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Recife: Ministério da Saúde/CONSEA; 2004.

CONSEA. Por um Desenvolvimento Sustentável com Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional. III Conferência de Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Documento Final. Brasília: Ministério da Saúde/CONSEA; 2007.

CONSEA. A Segurança Alimentar e Nutricional e o Direito Humano à Alimentação Adequada no Brasil: indicadores e monitoramento da constituição de 1988 aos dias atuais. Brasília: Ministério da Saúde/CONSEA; 2010.

Brasil. Portaria no 2.607, de 10 de dezembro de 2004. Aprova o Plano Nacional de Saúde/PNS – Um Pacto pela Saúde no Brasil. Diário Oficial da União. 10 dez 2002.

Brasil. Portaria no 777, de 28 de abril de 2004. Dispõe sobre os procedimentos técnicos para a notificação compulsória de agravos à saúde do trabalhador em rede de serviços sentinela específica, no Sistema Único de Saúde – SUS. Diário Oficial da União. 28 abr 2004.

Coligação Lula Presidente. Lula de novo com a força do povo. Programa de Governo 2007-2010. São Paulo: Fundação Perseu Abramo; 2006.

Coligação Dilma Vana Presidenta. Eleição 2010. Para o Brasil seguir mudando. São Paulo: Fundação Perseu Abramo; 2010.

Brasil. Projeto de Lei de Revisão do Plano Plurianual para 2012-2015. Plano Mais Brasil: mais desenvolvimento, mais igualdade, mais participação. Brasília: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; 2012.

Brasil. Ministério da Saúde/SVS – Sistema de Informação de Agravos de Notificação – Sinan Net. [internet]. [acesso em 19 mar 2017]. Disponível em:http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sinannet/cnv/Intoxbr.def.

Brasil. Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica – PLANAPO. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário; 2013.

Brasil. Plano plurianual 2012-2015: projeto de lei. Brasília: Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão; 2011.

PignatiWA, Machado JM. O agronegócio e seus impactos na saúde dos trabalhadores e da população do Estado de Mato Grosso. In: GomezCM,MachadoJMH,PenaPGL. Saúde do trabalhador na sociedade brasileira contemporânea. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2011. p. 245-272. [33]Cosme CM. Os governos do PT e os descaminhos com a questão agrária no Brasil: contribuições para um diálogo polêmico, necessário e imprescindível a classe trabalhadora. Rev. Pegada. 2016;17(1):313-343.

Tendler S. O veneno está na mesa (Documentário). Rio de Janeiro: Caliban Produções Cinematográfica; 2011.

Brasil. 3aConferência Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Brasília: Ministério da Saúde/Ministério do Trabalho; 2011.

Brasil. Portaria no 2.938, de 20 de dezembro de 2012. Autoriza o repasse do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos Estaduais de Saúde e do Distrito Federal, para o fortalecimento da Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos, destinado aos Estados e Distrito Federal. Diário Oficial da União. 20 dez 2012.

Brasil.Portaria no 2.866, de 02 de dezembro de 2011. Institui, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), a Política Nacional de Saúde Integral das Populações do Campo e da Floresta (PNSIPCF). Diário Oficial da União. 02 dez 2011.

Brasil. 4a Conferência Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora. Brasília: Ministério da Saúde/Ministério do Trabalho; 2015.

Publicado
2019-02-18
Como Citar
Menck, V. F., Serafim, M. P., & Oliveira, J. M. (2019). Intoxicação do(a) trabalhador(a) rural por agrotóxicos: (sub)notificação e (in)visibilidade nas políticas públicas de 2001 a 2015. Segurança Alimentar E Nutricional, 26, e019001. https://doi.org/10.20396/san.v26i0.8651513
Seção
Artigo de Segurança Alimentar e Nutricional