Banner Portal
Ora-pro-nobis: saberes e novas oportunidades
PDF

Palavras-chave

Pereskia aculeata miller. Plantas alimentícias. Análise sensorial. Aceitabilidade.

Como Citar

JESUS, M. N. de; REGES, J. T. de A. Ora-pro-nobis: saberes e novas oportunidades. Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, SP, v. 26, p. e019016, 2019. DOI: 10.20396/san.v26i0.8651536. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8651536. Acesso em: 3 mar. 2024.

Resumo

Ora-pró-nobis (Pereskia aculeata Miller), é uma hortaliça não convencional que possui importante qualidade quanto ao teor de proteínas, mas não está acrescida na alimentação das pessoas no dia a dia. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi elaborar e avaliar, sensorialmente, dez produtos à base de ora-pró-nobis, sendo cinco da área salgada (arroz, macarrão, frango, pão e polenta) e cinco da área doce (bolo de chocolate, brigadeiro, bolo tradicional, pudim e sorvete). A pesquisa foi realizada no Laboratório de processamento da Universidade Estadual de Goiás, Câmpus Jataí. A avaliação sensorial contou com a participação de 80 julgadores não-treinados, alunos da Universidade. Foram utilizados dois testes durante a pesquisa: escala hedônica (notas 1 a 9) e a aceitação das características do produto (cor, aroma, sabor e textura). Observou-se, na análise sensorial, através da escala hedônica e das características que as amostra 001, 002, 003, 005, A, B, C e D, foram mais aceita pelos julgadores, enquanto as amostras 004 e E, tiveram um índice de aceitabilidade menor. Contudo, dentre as dez amostras apenas a amostra 004, não atingiu o índice de aceitabilidade maior que 70%, o que leva a ser a única amostra inviável para comercialização.
https://doi.org/10.20396/san.v26i0.8651536
PDF

Referências

PAS – Programa Alimentos Seguros. Banco de Alimentos e Colheita Urbana: Aproveitamento Integral dos Alimentos. Rio de Janeiro: SESC/DN; 2003.

Silva RS. Treinamento e Qualidade: um estudo do treinamento e capacitação dos colaboradores do Mcdonalds (Natal/RN) [monografia]. Natal: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; 2013.

Almeida MEF. Farinha de folhas de cactáceas do gênero Pereskia: caracterização nutricional e efeito sobre ratos wistar submetidos à dieta hipercalórica[tese]. Lavras: Universidade Federal de Lavras; 2012.

Martinevski CS, Oliveira VR, Rios AO, Flores SH, Venzke JG. Utilização de Bertalha (Anrederacordifolia (Ten.) Steenis) e Ora-Pro-Nobis (Pereskiaaculeata Mill.) na elaboração de pães. BrazilianJournalFoodandNutrition. 2013;24:255-370.

ABNT –Associação Brasileira de Normas Técnicas. Análise sensorial dos alimentos e bebidas: terminologia. São Paulo: ABNT; 1993.

Paula MC, OliveiraRB, FelipeDF, Magrine ICO, SARTOR CFP. Processamento de bolo com a planta Pereskiaaculeata Mill. (Ora-pro-nobis). Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais. 2016;18(2):167-174.

Oliveira DM, Marques D, Kwiatkowski A, Monteiro ARG, Clemente E. Sensory analysis and chemical characterization of cereal enriched with grape peel and seed flour. Acta Scientiarum Technology. 2013;35(3):427-431.

Rocha DRC, Pereira Júnior GA, Vieira G, PantojaL, Santos AS, Pinto NAVD.Macarrão adicionado de ora-pro-nobis (Pereskiaaculeata Miller) desidratado. Alimentos e Nutrição. 2008;19(4):459-465.

Queiroz CRAAQ, Ferreira L, Gomes LBP, Melo CMT,Andrade RR. Ora-pro-nobis em uso alimentar humano: percepção sensorial.Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável. 2015;10:01-05.

Girão LVC, Silva Filho JC, Pinto JEBP, Bertolucci SKV. Avaliação da Composição Bromatológica de Ora-pro-nobis. Lavras: Universidade Federal de Lavras; 1997.

A revista Segurança Alimentar e Nutricional utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.