Banner Portal
Mulheres em contextos rurais e Segurança Alimentar e Nutricional
PDF

Palavras-chave

Mulheres
Agricultura familiar
Segurança alimentar.

Como Citar

LOLI, D. A.; LIMA, R. de S.; SILOCHI, R. M. H. Q. Mulheres em contextos rurais e Segurança Alimentar e Nutricional. Segurança Alimentar e Nutricional, Campinas, SP, v. 27, p. e020008, 2019. DOI: 10.20396/san.v27i0.8656151. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/san/article/view/8656151. Acesso em: 22 fev. 2024.

Resumo

Nos espaços rurais, uma mulher, além de realizar o trabalho doméstico, realizar atividades produtivas, porém, estas não são registradas e valorizadas da mesma forma que as atividades dos homens, e por isso, é visto como uma ajuda. Ao desdobrar entre o trabalho produtivo e reprodutivo, possibilita a reprodução do grupo familiar e o desenvolvimento e manutenção do patrimônio. O objetivo deste trabalho consiste em identificar os espaços de participação das mulheres nas atividades produtivas e de comercialização, em um estudo de caso no município de Francisco Beltrão-PR e, analisar os reflexos desta atividade como um fator que promove renda e, consequentemente, usa para a segurança alimentar de sua família. Para isso, foram realizadas entrevistas na feira da praça central e na universidade tecnológica federal do Paraná - UTFPR,

https://doi.org/10.20396/san.v27i0.8656151
PDF

Referências

Brito A. O que é agricultura familiar. Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD) 2016 [internet]. Brasília; 2016 [acesso em 17 ago 2018]. Disponível em: http: http://www.fao.org/familyfarming/detail/en/c/454156/.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Censo Agropecuário 2006: agricultura familiar – primeiros resultados – Brasil, grandes regiões e unidades da federação [internet]. Rio de Janeiro; 2009 [acesso em 07 out 2018]. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/bibliotecacatalogoview=detalhes&id=751.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Censo Agropecuário 2017: resultados preliminares [internet]. Rio de Janeiro; 2018 [acesso em 07 out 2018]. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=73093.

Xenofonte G. A importância da agricultura familiar para alimentar o Brasil. Brasil de fato [periódico eletrônico]. Recife; 2017 [acesso em 17 set 2018]. Disponível em: https://www.brasildefato.com.br/2017/10/23/artigo-or-a-importancia-da-agricultura-familiar-para-alimentar-o-brasil/.

Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). O Estado Mundial da Agricultura e da Alimentação 2017 (SOFA) [acesso em 15 abr. 2018]. Disponível em: http://www.fao.org/3/a-i7658e.pdf.

Ministério do Desenvolvimento Agrário 2016 [internet]. Brasília; 2016 [acesso em 29 jul 2018]. Disponível em: http://www.fao.org/family-farming/detail/fr/c/454156/.

Oliveira JL et al. Agricultura familiar paranaense: perfil geral e principais problemas. In: Anais do 5º Salão de Extensão e Cultura da UNICENTRO 29 a 31 de maio de 2012 [internet]. Guarapuava, 2012. Disponível em: https://anais.unicentro.br/sec/pdf/vv3n1/47.pdf.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. Censo Brasileiro de 2010 [internet]. Rio de Janeiro; 2012 [acesso em 07 out 2018]. Disponível em: https://censo2010.ibge.gov.br/.

BRUMER A. Gênero e agricultura: a situação da mulher na agricultura do Rio Grande do Sul. Rev Estudos Feministas [periódico eletrônico] 2004 [citado em 2018 out 07]; Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ref/article/view/S0104-026X2004000100011/8695.

Paulilo MIS. Que feminismo é esse que nasce na horta? Rev Política & Sociedade - Florianópolis - Vol. 15 - Edição Especial - 2016 [periódico eletrônico]. Florianópolis; 2016 [acesso em: 24 set. 2018]. Disponível em: file:///D:/Nutri/TCC%20agricultura%20familiar/feminismo%20horta%20paulilo.pdf.

Castilho I. Brasil: 70% dos alimentos que vão à mesa dos brasileiros são da agricultura familiar [internet]. Brasília; 2017 [acesso em 19 abr 2018]. Disponível em: http://www.mda.gov.br/sitemda/noticias/brasil-70-dos-alimentos-que-v%C3%A3o-%C3%A0-mesa-dos-brasileiros-s%C3%A3o-da-agricultura-familiar.

Panzutti NPM. Mulher rural: Eminência Oculta. Informações Econômicas, SP. v.26, n.3, mar. 1996.

Marion AA. A importância da mulher na agricultura familiar [internet]. [acesso em 27 jun 2018]. Disponível em: http://www.infocos.org.br/publicacresol/upload/trabalhosfinal/227.pdf.

Mesquita LAP. O papel das mulheres na agricultura familiar: a comunidade Rancharia, Campo Alegre de Goiás / Lívia Aparecida Pires de Mesquita. - 2013. 135 f.

Lima RS. Práticas alimentares e sociabilidades em famílias rurais da Zona da Mata mineira: mudanças e permanências [tese]. Viçosa: Universidade Federal de Viçosa; 2015. 221p.

Silva CO et al. Segurança alimentar e nutricional. Rio de Janeiro: Rubio, 2016.

Panigassi G. Inquérito populacional sobre a percepção da segurança alimentar intrafamiliar no município de Campinas, SP [tese]. Campinas: Universidade Estadual de Campinas; 2005. 148p. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/313842.

Pedraza DF, Sales MC. (In)segurança alimentar e nutricional: desenvolvimento de um indicador do problema e experimentação em famílias da Paraíba, Brasil. INTERAÇÕES, Campo Grande, v. 15, n. 1, p. 79-88, jan./jun. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/inter/v15n1/v15n1a08.pdf. Acesso em 21 set. 2018.

Herrera KM. Uma análise do trabalho da mulher rural através da perspectiva da multifuncionalidade agrícola. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero 10 (Anais Eletrônicos), Florianópolis, 2012. ISSN 2179-510X..

Neves D, Medeiros L. (Orgs.) Mulheres camponesas: trabalho produtivo e engajamentos políticos . Niterói: Alternativa, 2013.

Tedeschi LA. Meu nome é "ajuda”. A vida cotidiana e as relações de poder, gênero e trabalho das mulheres trabalhadoras rurais na Região Noroeste do Rio Grande do Sul. Contexto e Educação - Editora Unijuí - Ano 19 - nº 71/72 - Jan./Dez . 2004 - P.45-64.

Andrade DA. Avaliação da situação de insegurança alimentar em uma comunidade quilombola de Sergipe. Segur. Aliment. Nutr., Campinas, v. 24, n. 2, p. 125-140, jul./dez. 2017.

Assis SCR, Priore SE, Franceschini SCC. Impactos do Programa de Aquisição de Alimentos na Segurança Alimentar e Nutricional dos agricultores [internet]. Viçosa; 2015 [acesso em 07 out 2018]. Disponível em: http: http://www.scielo.br/pdf/csc/v22n2/1413-8123-csc-22-02-0617.pdf.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira. 2.ed. Brasília, 2014. 156 p.

A revista Segurança Alimentar e Nutricional utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.