Curso de especialização em ensino de geociências: vinte anos de experiências

Autores

  • Oscar Braz Mendonza Negrão Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/td.v10i3.8637314

Palavras-chave:

Formação continuada de professores. Ensino de geociências.

Resumo

Este artigo resgata a história de um curso de especialização em Ensino de Geociências, oferecido no Instituto de Geociências da Unicamp, que adotou um modelo inovador no que tange à relação teoria-prática na formação continuada de professores. O Curso em questão foi estruturado em quatro fases, nas quais o professor participante desenvolveu atividades de planejamento de ensino, aplicação desse planejamento, avaliação do conjunto da experiência e elaboração de monografia. O trabalho pedagógico (prática) do participante na própria instituição de origem constituiu o ponto de partida para seu aprofundamento teórico e também a meta a ser atingida, na forma de trabalho renovado. Entretanto, a aplicação dos planos de ensino revela que nem sempre houve adequação nas relações entre os procedimentos de ensino e as novas concepções, isto é, entre prática e teoria. A constatação, análise e avaliação dessa inadequação propiciam ao participante elaboração de planejamento mais aperfeiçoado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Oscar Braz Mendonza Negrão, Universidade Estadual de Campinas

Instituto de Geociências - Unicamp Campinas (SP)

Referências

Amaral I.A.do. 1981. Uma estratégia de implementação para as mudanças propostas no ensino de Geologia. In: Simpósio Nacional sobre o Ensino de Geologia no Brasil 1. 1981 Belo Horizonte. Teses... 1. São Paulo: Soc. Bras. Geol. p. 177-187.

Amaral I.A.do. 1990. A reciclagem e a preparação do professor como agente de mudanças educacionais. In: Simpósio Especialização em Ensino de Geociências no 3o Grau. 1988 Campinas. Anais… Campinas: UNICAMP. p. 21-22.

Amaral I.A.do. 2013. Raízes da mudança curricular ocorrida em 1973 na USP. In: Interfaces Geociências e Ensino: 40 anos de experiências (1973-2013), Campinas, SP, 23 e 24 de agosto de 2013. (Apres. Oral).

Amaral I.A.do. 2014. Raízes da mudança curricular ocorrida em 1973 na USP. Terræ Didatica, 10(2):(esta edição). URL: http:// www.ige.unicamp.br/terraedidatica/.

Amaral I.A.do, Manfredi S.M., Negrão O.B.M. 1981. A formação do geólogo nas universidades brasileiras: um retrato de duas décadas. Brasília: MEC e Soc.

Bras. Geol. 209 p.

Candau V.M., Lelis I.A. 1989. A relação teoria-prática na formação do educador. In: V.M. Candau, org. 1989. Rumo a uma nova didática. Petrópolis: Vozes. p. 49-63.

Carneiro C.D.R., Negrão O.B.M. 1995. Busqueda incessante. Rev. de la Enseñanza de las Ciencias de la Tierra, 3(1):61-62. URL: http://www.raco.cat/index.php/ECT/article/view/89237/141665. Acesso 18.03.2010

Carvalho A.M.P.de, Gil-Pérez D. 1993. Formação de professores de ciências. São Paulo: Cortez.

Demo P. 1994. Pesquisa e construção do conhecimento. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro.

Freitas L.C.de. 1991. Organização do trabalho pedagógico. Revista de Estudos, 13 (I):10-17.

Freitas L.C.de. 1995. Crítica da organização do trabalho pedagógico e da didática. Campinas: Papirus. 288p.

Gouveia M.S.F. 1995. Ensino de ciências e formação continuada de professores: algumas considerações históricas. Educação e Filosofia, 17(1):227-257.

Gouveia M.S.F., Negrão O.B.M. 1994. Currículo de especialização em ensino de geociências. Campinas: Unicamp. 95 p.

Moreira A.F.B. 1994. Escola, currículo e a construção do conhecimento. In: Escola Básica. Campinas: Papirus. p. 77-88.

Santos L.L.C.P. 1994. Formação do professor e pedagogia crítica. In: I. Fazenda org. 1994. A pesquisa em educação e as transformações do conhecimento. Campinas: Papirus. p.17-41.

Snyders G. 1988. Alegria na escola. São Paulo: Manole. 284p.

Sociedade Brasileira de Geologia (SBG). 1982. Simpósio Nacional Ensino de Geologia no Brasil 1.1981 Belo Horizonte. Documento Final... São Paulo: SBG. 155p.

Sociedade Brasileira de Geologia (SBG). 1983. Simpósio Nacional Ensino de Geologia no Brasil. Currículo Mínimo, 2. 1982, Salvador. Documento Final... São Paulo: SBG. 73p.

Souza J.A.de. 1974. Pesquisa nacional sobre o mercado de trabalho de geólogos e engenheiros de minas. 2. Belo Horizonte: MEC/DAU/CCPG e UFMG/CEDEPLAR.

Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). 1990. Simpósio Especialização em Ensino de Geociências no 3° Grau. 1988 Campinas. Anais… Campinas: Unicamp. 178p.

Vazquez A.S.1990. Filosofia da praxis. São Paulo: Paz e Terra. 454p.

Downloads

Publicado

2015-06-23

Como Citar

NEGRÃO, O. B. M. Curso de especialização em ensino de geociências: vinte anos de experiências. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 10, n. 3, p. 178–190, 2015. DOI: 10.20396/td.v10i3.8637314. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8637314. Acesso em: 26 jul. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)