História e filosofia das geociências: relevância para o ensino e formação profissional

Autores

  • Silvia Fernanda de Mendonça Figueirôa Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/td.v5i1.8637503

Palavras-chave:

História das ciências. Filosofia das ciências. Ensino de geociências

Resumo

Este artigo aponta relações importantes entre a História, a Filosofia e a Educação em Geociências para a formação profissional de geocientistas e futuros professores. Parte de um breve levantamento das discussões acerca das relações entre os mencionados campos do conhecimento ao longo dos últimos 50 anos, salientando alguns papéis didáticos que a História e a Filosofia podem desempenhar. A seguir, usa um exemplo recente em Geologia para articular as reflexões de alguns trabalhos clássicos sobre as Ciências e as Geociências. Conclui reforçando a relevância das reflexões históricas e epistemológicas para aprimoramento da formação profissional e para a renovação de práticas educativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvia Fernanda de Mendonça Figueirôa, Universidade Estadual de Campinas

Departamento de Geociências Aplicadas ao Ensino, Instituto de Geociências (Unicamp).

Referências

Brice W.R., Figueirôa S.F.M. 2001. Charles Hartt, Louis Agassiz, and the controversy over Pleistocene glaciation in Brazil. History of Science, XXXIX:161-184.

Cohen B. 1993. A sense of history in science. Science & Education, 2(3):251-277.

Compiani M. 1993. O papel do método das múltiplas hipóteses de trabalho no ensino de Ciências. Enseñanza de las Ciencias de la Tierra, 1(extra):49-50.

Compiani M., Gonçalves P.W. 1996. Epistemologia e historia de la Geología como fuentes para la selección y organización del curriculum. Enseñanza de las Ciencias de la Tierra, 4(1):38-45.

Daston L., Galison P. 2007. Objectivity. New York: Zone Books. 501p.

Favera J.C.della, Medeiros M.A.M. 2007. Gestalt psychology and the recognition of complex sedimentary structures in geology. Rev. Bras. Geoc., 37(4):841-847.

Figueirôa S.F.M. 1989. Considerações sobre o papel da História da Geologia na formação dos geólogos. Rev. Bras. Geoc., 19(4):507-510.

Figueirôa, S.F.M., Lopes M.M. 1996. La historia de la geología y su potencial educativo: una reflexión desde América Latina. Enseñanza de las Ciencias de la Tierra, 4(1):71-76.

Gagliardi R. 1986. Los conceptos estructurales en el aprendizaje por investigación. Enseñanza de las Ciencias, 4(1):30-35.

Gagliardi R., Giordan A. 1986. La historia de las ciencias: una herramienta para la enseñanza. Enseñanza de las Ciencias, 4(3):253-258.

Guntau M., Kirschner E. 1984. The importance of the history of science for the university education of geologists. In: Int. Geological Congress, 27, Moscou, 1984. Abstracts..., v. VIII, p. 493-494.

Kuhn T.S. 1975. A estrutura das revoluções científicas. São Paulo: Ed. Perspectiva. 250p. (edição original da Univ. Chicago Press, 1962).

Laudan R. 1982. Tensions in the concept of geology: natural history or natural philosophy? Earth Sciences History, New York, 1:7-13.

Maienschein J., Smith G. 2008. What difference does history of science make, anyway? Isis, 99:318-321.

Mathews M.M. 1995. História, filosofia e ensino de Ciências: a tendência atual de reaproximação. Cadernos Catarinenses de Ensino de Física, 12(3):164-214. Dezembro 1995. (trad. do original de 1992)

Obregón D. 1996. Ciencia e historia de las ciencias. In: J.J. Uribe, E. Quevedo. eds. 1996. Historia social de la ciencia en Colombia. Tomo X. Colômbia: Colciencias, p.543-56.

Paschoale C. 1984. Alice no País da Geologia e o que ela encontrou lá. In: Cong. Bras. Geologia, 33, Rio de Janeiro, 1984. Anais..., Rio de Janeiro: SBG. v. XI, p. 5242-5249.

Rudwick M. 1996. Geological travel and theoretical innovation: the role of ‘liminal’ experience. Social Studies of Science, XXVI:143-59.

Rudwick M. 2005. Geology & Genesis: a historical perspective on the interaction of two historical sciences. In: The Herbert Reynolds Lecture Series, Baylor Univ., Waco, Texas, USA URL: http://www.baylor.edu/reynolds_lecture_series/index.php?id=38914. Acesso 9.setembro.2008.

Ruse M. 2002. Darwin and atheism: a marriage made in heaven? In: The Herbert Reynolds Lecture Series, Baylor Univ., Waco, Texas, USA URL: http://www.baylor.edu/reynolds_lecture_series/index.php?id=38914. Acesso 9.setembro.2008.

Souza C.M.de. 2008. A presença do evolucionismo e do criacionismo em disciplinas do Ensino Médio: uma visão sob a ótica dos professores. Campinas: Instituto de Geociências, Unicamp. 162p. (Dissert. Mestrado).

Souza C.M.de, Figueirôa S.F.M. 2008. A História da Ciência como auxiliar na compreensão dos conflitos entre evolucionismo e criacionismo em disciplinas do ensino médio. In: Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia, 11, Niterói, 2008. Anais..., Niterói. Outubro 2008.

Downloads

Publicado

2015-07-01

Como Citar

FIGUEIRÔA, S. F. de M. História e filosofia das geociências: relevância para o ensino e formação profissional. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 5, n. 1, p. 63–71, 2015. DOI: 10.20396/td.v5i1.8637503. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8637503. Acesso em: 9 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos