Banner Portal
Considerações sobre encontros científicos e o significado da itinerância
Delicadas estruturas coloridas, construídas por líquens e musgos na superfície de quartzitos proterozoicos da região de Diamantina, MG. (Foto: C. D. R. Carneiro).
PDF

Palavras-chave

Geologia - Comunicação

Como Citar

ALMEIDA, Soraya. Considerações sobre encontros científicos e o significado da itinerância. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 13, n. 1, p. 62–63, 2017. DOI: 10.20396/td.v13i1.8648628. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8648628. Acesso em: 19 abr. 2024.

Resumo

A Royal Society of London foi criada em 1660 com o objetivo de promover o conhecimento científico seguindo os preceitos de uma nova forma de pensar e fazer ciência tendo como referência os moldes concebidos por Francis Bacon. Para ser admitido como membro era necessário que o postulante tivesse uma série de características que o distinguisse do cidadão comum, fosse indicado por antigos membros e, por fim, ter sua inclusão submetida a aprovação dos demais associados. Quase cento e cinquenta anos depois, em 1807, foi criada a Geological Society of London, primeira sociedade geológica da história, vista por alguns membros da Royal Society como uma dissidência desnecessária. A princípio, era um clube de treze membros que se propunham a discutir geologia em jantares prazerosos regados a vinho e boa comida. Os critérios de seleção de seus associados eram semelhantes ao da Royal Society e os custos elevados dos jantares dificultavam a participação de aspirantes de baixos recursos financeiros. Apesar dessa restrição, em poucos anos a Geological Society se tornou uma instituição relevante no meio científico e em uma década o número de sócios passou de treze a quatrocentos ultrapassando setecentos nos 1830s...
https://doi.org/10.20396/td.v13i1.8648628
PDF

Terrae Didatica utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:

  • A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;
  • Os originais não serão devolvidos aos autores;
  • Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na Terrae Didatica, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença CC-BY;
  • Deve ser consignada a fonte de publicação original;
  • As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.