Geoética e difusão do conhecimento da natureza

  • Celso Dal Ré Carneiro Universidade Estadual de Campinas http://orcid.org/0000-0002-9072-6598
  • Sueli Yoshinaga Pereira Universidade Estadual de Campinas
  • Pedro Wagner Gonçalves Universidade Estadual de Campinas
  • Fresia Ricardi-Branco Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Geoética. Geologia. Desastres induzidos pelo homem. Meio ambiente.

Resumo

2019 se inicia sob o impacto de grande tragédia, com efeitos ambientais devastadores e perda de centenas de vidas humanas. A ruptura da barragem VI de disposição de rejeitos de mineração de ferro, na Mina do Feijão, em Brumadinho, MG, no dia 25 de janeiro de 2019, repete a triste catástrofe da barragem de Fundão em Mariana, MG [5 de novembro de 2015], quando morreram 19 pessoas. Enquanto a busca por desaparecidos segue seu curso, geológos, engenheiros e outros especialistas são insistentemente consultados por jornalistas e repórteres de veículos de comunicação nacionais e do exterior, em busca de explicações para o desastre. Toda crítica precipitada, desprovida de base solidamente assentada no conhecimento científico, levantará dúvidas quanto à competência de técnicos conhecidos e, ao mesmo tempo, prejudicará a construção de propostas e normas adequadas para obras no campo da mineração.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celso Dal Ré Carneiro, Universidade Estadual de Campinas

Professor Colaborador aposentado junto ao Departamento de Geologia e Recursos Naturais, Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP.

Sueli Yoshinaga Pereira, Universidade Estadual de Campinas
Professora Colaboradora aposentada junto ao Departamento de Geologia e Recursos Naturais, Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP.
Pedro Wagner Gonçalves, Universidade Estadual de Campinas
Professor do Departamento de Geologia e Recursos Naturais, Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP.
Fresia Ricardi-Branco, Universidade Estadual de Campinas
Professora do Departamento de Geologia e Recursos Naturais, Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP

Referências

Castro, P., Ruchkys, Ú., & Manini, R. (2018). A sociedade civil organizada e o rompimento da barragem de fundão, Mariana (MG): porque é preciso difundir a geoética. Terræ Didatica, 14(4), 439-444. doi: https://doi.org/10.20396/td.v14i4.8654194.

Imbernon, R.A.L., Valle, W. 2018. Values and geoethic conflicts involving tailings dam: the Samarco Case, Mariana, MG, Brazil. In: Carneiro, C.D.R.; Gonçalves P.W.; Imbernon, R.A.L.; Machado, F.B.; Cerri, C.A.D. eds. 2018. Geosciences Teaching and History. Campinas: Soc. Bras. Geol. p. 177-181. URL: http://www.ige.unicamp.br/geoscied2018/en/papers/. [Proc. VIII GeoSci-Ed 2018, 8th Quadr. Conf. Intern. Geosc. Educ. Org. (IGEO): Geoscience for everyone. Campinas, SBGeo, 2018]. (ISBN 978-85-479-0067-0).

Publicado
2019-02-15
Como Citar
Carneiro, C. D. R., Pereira, S. Y., Gonçalves, P. W., & Ricardi-Branco, F. (2019). Geoética e difusão do conhecimento da natureza. Terrae Didatica, 15. https://doi.org/10.20396/td.v15i0.8654694
Seção
Apresentação

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 3 4 > >>