Disseminação de conhecimento sobre meio ambiente à população de Itajubá (MG)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/td.v18i00.8668140

Palavras-chave:

Itajubá, clima, inundações, queimadas, preservação ambiental

Resumo

As boas práticas da sociedade em relação ao uso e preservação do meio ambiente dependem, em parte, do entendimento que esta detenha em relação aos processos químicos, físicos, biológicos e geológicos que constituem o ambiente. A fim de contribuir com a disseminação do conhecimento hidrometeorológico e ambiental à população de Itajubá, MG, foi implementado em 2021 um projeto de extensão. Objetiva-se neste artigo descrever brevemente a motivação, os fundamentos e as ações do projeto. Inicialmente foi construído um sítio eletrônico chamado “Ambiente”, no qual toda a informação produzida no projeto está organizada e disponibilizada ao público. O sítio “Ambiente” e o programa “Conexão Ambiente”, transmitido via rádio FM, são os principais meios utilizados na disseminação do conhecimento/informação. Embora ainda não exista um estudo para avaliar a efetividade do projeto, sua repercussão tem sido monitorada pelo número de acessos ao sítio eletrônico, que supera 5 mil visitas por mês.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelle Simões Reboita, Universidade Federal de Itajubá

Professora Doutora do Instituto de Recursos Naturais da Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI). Realizou pós-doutorado em Meteorologia na Universidade de Vigo (Espanha) e na Universidade de São Paulo (USP).

Benedito Cláudio da Silva, Universidade Federal de Itajubá

Doutor em Recursos Hídricos pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e docente da Universidade Federal de Itajubá (Unifei).

Enrique Vieira Mattos, Universidade Federal de Itajubá

Doutor em Meteorologia pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e docente da Universidade Federal de Itajubá (Unifei).

Christie André de Souza, Universidade Federal de Itajubá

Graduando em Ciências Atmosféricas pela Universidade Federal de Itajubá (Unifei).

Robson Barreto dos Passos, Universidade Federal de Itajubá

Graduado em Ciências Atmosféricas e mestrando em Meio Ambiente e Recursos Hídricos pela Universidade Federal de Itajubá (Unifei).

Daniela Rocha Teixeira Riondet-Costa, Universidade Federal de Itajubá

Doutora em Ciências e docente da Universidade Federal de Itajubá

Referências

Baptista, E. A., Hauber, G., Orlandini, M. (2020). Construção de uma narrativa paralela: os tweets de Bolsonaro durante a pandemia do Covid-19. In: GT25, Mídia e Política, no 44º Encontro Anual da ANPOCS. URL: https://www.anpocs2020.sinteseeventos.com.br/arquivo/downloadpublic?q=YToyOntzOjY6InBhcmFtcyI7czozNToiYToxOntzOjEwOiJJRF9BUlFVSVZPIjtzOjQ6IjQ3MjQiO30iO3M6MToiaCI7czozMjoiZmMzYzA2YzI4YTE2NDlhYzgwYzhlNzNjYmEwYzkxN2EiO30%3D. Acesso 04.05.2022.

Benassi, C. B. P., Ubinski, J. A. S., Enisweler, K. C., Pires, E. A. C., & Malacarne, V. (2015). Divulgação científica em educação ambiental: possibilidades e dificuldades. Revista Pleiade, 9(18), 5-16. URL: https://pleiade.uniamerica.br/index.php/pleiade/article/view/286/784. Acesso 29.12.2021.

Braga, A. M. F., Cardoso, C. A. F., Machado, S. A., & Santos, N. A. dos. (2018). Ciência Itinerante: projeto de comunicação da universidade com a sociedade. Revista da JOPIC, 1(2). URL: https://www.unifeso.edu.br/revista/index.php/jopic/article/view/890. Acesso 29.12.2021.

Câmara Municipal de Itajubá. (2021). Decreto nº 8430, de 7 de maio de 2021. Institui o Comitê de Gerenciamento de Crise de Queimadas do Município de Itajubá-MG e dá outras providências. Itajubá: Câmara Municipal. URL: http://diariooficial.itajuba.mg.gov.br/upload/Decreto%208430.pdf. Acesso 19.12.2021.

Carneiro, C. D. R., Pereira, S. Y., Gonçalves, P. W., & Ricardi-Branco, F. S. T. (2021). O desafio da divulgação das Geociências em tempos de pandemia e movimentos anti-Ciência (Apresentação). Terræ Didatica, 17(Publ. Contínua), e021001. DOI: 10.20396/td.v17i00.8663971.

CGEE, Centro de Gestão e Estudos Estratégicos. (2017). A ciência e a tecnologia no olhar dos brasileiros Percepção pública da C&T no Brasil, 2015. Brasília: CGEE. URL: https://www.cgee.org.br/documents/10182/734063/percepcao_web.pdf. Acesso 09.01.2022.

Chagas, C., & Massarani, L. (2020). Manual de sobrevivência para divulgar ciência e saúde. SciELO-Editora Fiocruz.

ECAM, Equipe de Conservação da Amazônia . (s/d). O que é a agenda 2030 e seus objetivos. Brasília: ECAM. URL: http://ecam.org.br/blog/o-que-e-a-agenda-2030-e-quais-os-seus-objetivos/. Acesso 15.01.2022.

Época Negócios. (2019). Grupo de pesquisadores se une contra ataques à ciência. URL: https://epocanegocios.globo.com/Brasil/noticia/2019/07/epoca-negocios-na-universidade-alianca-contra-os-ataques-a-ciencia.html. Acesso 04.05.2022.

Figueiredo, A. D. (2002). Redes e educação: a surpreendente riqueza de um conceito. In: Conselho Nacional de Educação (2002). Redes de aprendizagem, Redes de Conhecimento. Lisboa: Conselho Nacional de Educação, Ministério da Educação. URL: https://www.researchgate.net/profile/Antonio-Dias-De-Figueiredo/publication/258240987_Redes_de_Educacao_A_Surpreendente_Riqueza_de_um_Conceito/links/0a85e53a987d001cd5000000/Redes-de-Educacao-A-Surpreendente-Riqueza-de-um-Conceito.pdf. Acesso 03.01.2022

Folha de São Paulo. (2021). Artigo na Lancet escancara ataques à ciência do governo Bolsonaro na pandemia de Covid-19. URL: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2021/01/artigo-na-lancet-escancara-ataques-a-ciencia-do-governo-bolsonaro-na-pandemia-de-covid-19.shtml. Acesso 04.05.2022.

Henning, C. C., Garré, B. H., & Henning, P. C. (2010). Discursos da Educação Ambiental na mídia: uma estratégia de controle social em operação. REMEA-Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, 25, 243-252. DOI: 10.14295/remea.v25i0.3512.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística IBGE. Censo demográfico. URL: https://www.ibge.gov.br/. Acesso 13.01.2022.

Layrargues, P. P. (2006). Muito além da natureza: educação ambiental e reprodução social. Pensamento complexo, dialética e educação ambiental. São Paulo: Cortez, 72-103. URL: https://www.ifbaiano.edu.br/unidades/valenca/files/2011/05/MUITO-ALEM-DA-NATUREZA_EDUCACAO-AMBIENTAL-E-REPRODUCAO-SOCIAL.pdf. Acesso 08.01.2022.

Lellis, M. B., & Lohmann, L. B. (2021). Capítulo 7 – Ciência Pop: uma discussão sobre popularização da ciência nas redes sociais. Comunicação, Cultura e Sensibilidade, Coleção Multimundos. URL: https://www.researchgate.net/profile/Valeriano-Pineiro-Naval/publication/351009681_Patrimonio_turismo_identidad_y_un_caso_para_el_estudio_el_Camino_del_Cid/links/607f28fc881fa114b4168888/Patrimonio-turismo-identidad-y-un-caso-para-el-estudio-el-Camino-del-Cid.pdf. Acesso 10.01.2022.

Lima, J. C. V. de. (1999). Divulgação científica e sociedade. São Paulo, SP: Pesquisa FAPESP, (45), ago/1999. URL: https://revistapesquisa.fapesp.br/divulgacao-cientifica-e-sociedade/. Acesso 29.12.2021.

Mora, A. M. S. (2015). La divulgación de la ciencia como literatura. Libros electrónicos, UNAM. URL: http://www.dgdc.unam.mx/libros/libros/libro/9786070266829. Acesso 08.01.2022.

Mueller, S. P. M. (2002). Popularização do conhecimento científico. Revista de Ciência da Informação, 3(2). URL: https://repositorio.unb.br/handle/10482/990.

Nunes, M. S. C., Veloso, R. M. P., Júnior, P. R. F., & Santos, M. E. (2020). A popularização da ciência e a disseminação da informação científica. ConCI: Convergências em Ciência da Informação, 2(3), 171-198. DOI: 10.33467/conci.v2i3.13718.

Nussenzveig, P. (2018). Cientistas não expõem claramente os mecanismos de funcionamento da ciência. Jornal da USP, 29 de novembro de 2018. Atualidades. URL: https://jornal.usp.br/atualidades/cientistas-nao-expoem-claramente-os-mecanismos-de-funcionamento-da-ciencia/. Acesso 18.12.2021.

ONU, Organização das Nações Unidas. (s/d). Organização das Nações Unidas no Brasil – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. URL: https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Acesso 15.01.2022

Pacheco, J. A. (2021). The “new normal” in education. Prospects, 51, 3-14. DOI: 10.1007/s11125-020-09521-x.

PLANCON, Plano de Contingência de Proteção e Defesa Civil. 2021. Plano de Contingência. Itajubá: Prefeitura de Itajubá. https://meteorologia.unifei.edu.br/hidrologia/docs/PLANCON/PLANCON.pdf. Acesso 08.01.2022.

Prefeitura de Itajubá. (2021). Prefeito assina decreto que proíbe queimadas em Itajubá; multa para infrator pode chegar a R$ 7.888,00. Itajubá: Prefeitura de Itajubá, 2021. URL: http://www.itajuba.mg.gov.br/meio_ambiente/prefeito-assina-decreto-que-proibe-queimadas-em-itajuba-multa-para-infrator-pode-chegar-a-r-7-88800/. Acesso 18.11.2021.

Pró-reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal do ABC. (2014). A importância da divulgação científica para a sociedade atual. Santo André/São Bernardo do Campo, SP: Universidade Federal do ABC. URL: https://proec.ufabc.edu.br/a-proec/divulgacao-cientifica/ufabciencia/a-importancia-da-divulgacao-cientifica-para-a-sociedade-atual. Acesso 29.12.2021.

Reboita, M. S., Marietto, D. M. G., Souza, A. C., & Barbosa, M. A. (2017). Caracterização atmosférica quando da ocorrência de eventos extremos de chuva na região sul de Minas Gerais. Revista Brasileira de Climatologia, 21, 20-37. DOI: 10.5380/abclima.v21i0.47577.

Reboita, M. S., Rodrigues., M., Silva, L. P., & Alves, M. A. (2015). Aspectos climatológicos do Estado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Climatologia, 17, 206-226. DOI: 10.5380/abclima.v17i0.41493.

Reboita, M. S., Silva, B. C., & Silva, M. V. (2019). Modelos de regressão aplicados à previsão de nível fluviométrico no rio Sapucaí em Itajubá - MG. Anuário do Instituto de Geociências - UFRJ, 42, 217-229. DOI: 10.11137/2019_2_217_229.

Reis, J. (2002). Ponto de vista: José Reis (entrevista). In: Massarani, L.; Moreira, I. C.; Brito, F. (Orgs.) Ciência e Público: caminhos da divulgação científica no Brasil. Rio de Janeiro: Casa da Ciência, UFRJ. URL: http://www.museudavida.fiocruz.br/images/Publicacoes_Educacao/PDFs/cienciaepublico.pdf. Acesso 05.01.2022.

Santos, B. A., Oliveira, M. D. S., Silva, P. N., Santos, J. G. M., Mattos, E. V., & Reboita, M. S. (2019). Distribuição espaço-temporal dos focos de calor no Estado de Minas Gerais. Anuário do Instituto de Geociências - UFRJ, 42, 64-84. DOI: 10.11137/2019_3_64_84.

Silva, B. C., Reboita, M. S., Machado, G. O., Welerson, C. C., Souza, C. A., & Oliveira Junior, J. T. (2019a). Implantação e Operação de um Sistema de Monitoramento e Alerta Hidrometeorológico para o Alto Rio Sapucaí (MG). In: XXIII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, 2019, Foz do Iguaçu. Anais…, 2019. URL: https://meteorologia.unifei.edu.br/pag/artigos/artigos/3.pdf. Acesso 20.10.2021.

Silva, J. P. R., Reboita, M. S., Mattos, E. V., & Lemes, M. C. R. (2019b). Estudo de um caso de transbordamento do Ribeirão José Pereira em Itajubá - Minas Gerais. Revista Brasileira de Climatologia, 25, 661-677. DOI: 10.5380/abclima.v25i0.65308.

SBPC, Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. (2017). A ciência no olhar dos brasileiros - CGEE lança livro sobre a percepção dos brasileiros sobre C&T na 69ª Reunião Anual da SBPC, 20 de julho de 2017. URL: http://portal.sbpcnet.org.br/noticias/a-ciencia-no-olhar-dos-brasileiros/. Acesso 04.01.2022

Spinelli, P. F. (2021). Ciência e resiliência. Journal of Science Communication, América Latina, 4(1), R02. DOI: 10.22323/3.04011002.

TABUOL. 2020. Descaso com o coronavírus: do descrédito na ciência ao autoritarismo. URL: https://tab.uol.com.br/noticias/redacao/2020/03/20/descaso-com-o-coronavirus-do-autoritarismo-ao-descredito-na-ciencia.htm. Acesso 04.05.2022.

UNESCO. United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization. (2017). Global citizenship education. Paris: UNESCO. URL: https://en.unesco.org/themes/gced. Acesso 15.01.2022.

USJT. Universidade São Judas Tadeu. (2021). Extensão universitária: o que é e como funciona. São Paulo: USJT. URL: https://www.usjt.br/blog/extensao-universitaria-o-que-e-e-como-funciona/. Acesso 29.12.2021.

Downloads

Publicado

2022-06-08

Como Citar

REBOITA, M. S.; SILVA, B. C. da; MATTOS, E. V. .; SOUZA, C. A. de .; PASSOS, R. B. dos; RIONDET-COSTA, D. R. T. Disseminação de conhecimento sobre meio ambiente à população de Itajubá (MG). Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 18, n. 00, p. e022015, 2022. DOI: 10.20396/td.v18i00.8668140. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8668140. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Difusão Científica

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)