Banner Portal
Grupo de estudos climáticos
PDF

Palavras-chave

Climatologia
Ferramentas e técnicas
Divulgação científica
Previsão climática

Como Citar

BUENO, Paola Gimenes et al. Grupo de estudos climáticos: 25 anos de história e produção científica. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 19, n. 00, p. e023013, 2023. DOI: 10.20396/td.v19i00.8671983. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/td/article/view/8671983. Acesso em: 28 maio. 2024.

Resumo

O Grupo de Estudos Climáticos da Universidade de São Paulo (GrEC-USP) foi criado em 1997 por alunos de graduação e pós-graduação de Ciências Atmosféricas com o intuito de realizar discussões mensais sobre o clima e sua variabilidade, com foco especial sobre o Brasil, colocando uma síntese dessas discussões em forma de relatórios mensais. Com passar dos anos o Grupo manteve suas discussões mensais e elaboração dos relatórios que passaram a ser disponibilizados a comunidade acadêmica e ao público em geral. Além dos relatórios, o grupo também passou a disponibilizar produtos para o monitoramento e previsão do clima, além de promover atividades de extensão e divulgação científica a serviço da sociedade. Este trabalho apresenta a evolução do Grupo ao longo dos anos, bem como toda sua produção científica, com o objetivo de divulgar suas atividades e homenagear todos os alunos e pesquisadores que participaram dos 25 anos de história GrEC-USP.

https://doi.org/10.20396/td.v19i00.8671983
PDF

Referências

Andrade, K. M. (2005). Climatologia e comportamento dos sistemas frontais sobre a América do Sul, São José dos Campos: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. 185p. (Dissertação de Mestrado).

Coelho, C. A., de Oliveira, C. P., Ambrizzi, T., Reboita, M. S., Carpenedo, C. B., Campos, J. L. P. S., Tomaziello, A. C. N., … & Rehbein, A. (2016). The 2014 southeast Brazil austral summer drought: regional scale mechanisms and teleconnections. Climate Dynamics, 46(11), 3737-3752. doi: https://doi.org/10.1007/s00382-015-2800-1

Edwards, D. C. (1997). Characteristics of 20th century drought in the United States at multiple time scales, Colorado: Colorado State University. 155p. (Master’s Thesis).

Gozzo, L. F., Drumond, A., Pampuch, L. A., Ambrizzi, T., Crespo, N. M., Reboita, M. S., Bier, A. A., ... & Pimentel, R. D. M. (2022) Intraseasonal Drivers of the 2018 Drought Over São Paulo, Brazil. Frontiers in Climate, v. 4, p. 1-19. 4:852824. doi: 10.3389/fclim.2022.852824

Hersbach, H., Bell, B., Berrisford, P., Hirahara, S., Horányi, A., Muñoz‐Sabater, J., Nicolas, J., ... & Thépaut, J. N. (2020). The ERA5 global reanalysis. Quarterly Journal of the Royal Meteorological Society, 146(730), 1999-2049. doi: https://doi.org/10.1002/qj.3803

Kalnay, E., Kanamitsu, M., Kistler, R., Collins, W., Deaven, D., Gandin, L., Iredell, M., … & Joseph, D. (1996). The NCEP/NCAR 40-Year Reanalysis Project. Bulletin of the American Meteorological Society, 77, 437-471. doi: http://dx.doi.org/10.1175/1520-0477(1996)077<0437:TNYRP >2.0.CO;2 .

Murray, R. J. & Simmonds, I. (1991). A numerical scheme for tracking cyclone centres from digital data. Part I: Development and operation of the scheme. Australian Meteorological Magazine, 39(3), 155-166.

Pampuch, L. A. & Ambrizzi, T. (2015a). Sistemas Frontais sobre a América do Sul Parte I: Climatologia e intervalo de passagem em dados da Reanálise I do NCEP/NCAR. Santa Maria: Anais do IX Workshop Brasileiro de Micrometeorologia.

Pampuch, L. A. & Ambrizzi, T. (2015b). Sistemas Frontais sobre a América do Sul Parte II: Monitoramento Mensal em dados da Reanálise I do NCEP/NCAR. Ciência e Natura, Edição Especial do IX Workshop Brasileiro de Micrometeorologia.

Reboita, M. S. & Marrafon, V. H. (2021). Ciclones extratropicais: o que são, climatologia e impactos no Brasil. Terrae Didatica. 17(00), e021032. doi: https://doi.org/10.20396/td.v17i00.8666028

Reboita, M. S., Ambrizzi, T., Crespo, N. M., Dutra, L. M. M., Ferreira, G. W. d. S., Rehbein, A., Drumond, A., ... & Souza, C. A. D. (2021). Impacts of teleconnection patterns on South America climate. Annals of the New York Academy of Sciences, 1504(1), 116-153. doi: https://doi.org/10.1111/nyas.14592

Reboita, M. S., Ambrizzi, T., Silva, B. A., Pinheiro, R. F. & Da Rocha, R. P. (2019). The South Atlantic subtropical anticyclone: present and future climate. Frontiers in Earth Science, 7, 1–15. doi: https://doi.org/10.3389/feart.2019.00008.

Rehbein, A., Dutra, L. M. M., Ambrizzi, T., da Rocha, R. P., Reboita, M. S., da Silva, G. A. M., Gozzo, L. F., … & Carpenedo, C. B. (2018). Severe Weather Events over Southeastern Brazil during the 2016 Dry Season. Advances in Meteorology. v. 2018, p. 1-15. doi: https://doi.org/10.1155/2018/4878503

Saha, S., Moorthi, S., Wu, X., Wang, J., Nadiga, S., Tripp, P., Behringer, D., … & Becker, E. (2014). The NCEP climate forecast system version 2. Journal of Climate, 27(6), 2185-2208. doi: https://doi.org/10.1175/JCLI-D-12-00823.1

Silva, G. M. de C., Gozzo, L. F., & Reboita, M. S. (2021). Etapas de uma previsão climática sazonal. Terræ Didatica, 17(00), e021026. https://doi.org/10.20396/td.v17i00.8665050

Souza, C. A. de & Reboita, M. S. (2021). Ferramenta para o monitoramento dos padrões de teleconexão na América do Sul. Terrae Didatica, Campinas, SP, v. 17, n. 00, p. e021009, 2021. doi: https://doi.org/10.20396/td.v17i00.8663474

World Meteorological Organization. (2012). Standardized Precipitation Index User Guide (M. Svoboda, M. Hayes and D. Wood). (WMO-No. 1090), Geneva. ISBN: 978-92-63-11091-6. Disponível em: https://public.wmo.int/en/resources/library/standardized-precipitation-index-user-guide. Acesso em: 28 set. 2022.

Xie, P., Chen, M., & Shi, W. (2010). CPC unified gauge-based analysis of global daily precipitation. Amer. Meteor. Soc., v.2. Atlanta: In Preprints, 24th Conf. on Hydrology.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Terrae Didatica

Downloads

Não há dados estatísticos.