Educação matemática, jogos de linguagem e regulação

Autores

  • Neila de Toledo e Toledo Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.20396/zet.v23i44.8646546

Palavras-chave:

Educação matemática - resenha.

Resumo

O livro Educação matemática, jogos de linguagem e regulação é fruto da tese de doutoramento de Fernanda Wanderer. Assim, reúne, de maneira concisa e não rebuscada, as principais ideias trabalhadas na sua tese, ou seja, os caminhos que percorreu para produzir seu material de pesquisa, a maneira como foi entrelaçando esse material com o referencial teórico escolhido e o modo como construiu sua trama argumentativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neila de Toledo e Toledo, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutoranda em Educação (Unisinos/RS). Professora do IFRS-Campus Sertão (RS).

Referências

Eissler, J. R. (2012). Contribuições da escola teuto-brasileira ao ensino de matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Dissertação de Mestrado profissionalizante em Ensino de Ciências Naturais e Matemática. Blumenau: Fundação Universidade Regional de Blumenau.

Gaertner, R. (2004). A matemática escolar em Blumenau (SC) no período de 1889 a 1968: da Neue Deutsche Schule à Fundação Universidade Regional de Blumenau. Tese de Doutorado em Educação Matemática. Rio Claro: Universidade Estadual Paulista.

Mauro, S. (2005). Uma história da matemática escolar desenvolvida por comunidades de origem alemã no Rio Grande do Sul no final do século XIX e início do século XX. Tese de Doutorado em Educação Matemática. Rio Claro: Universidade Estadual Paulista.

Wanderer, F. (2007). Escola e matemática escolar: mecanismos de regulação sobre sujeitos escolares de uma localidade rural de colonização alemã do Rio Grande do Sul. Tese de Doutorado em Educação. São Leopoldo: Universidade do Vale do Rio dos Sinos.

Downloads

Publicado

2016-03-18

Como Citar

TOLEDO, N. de T. e. Educação matemática, jogos de linguagem e regulação. Zetetike, Campinas, SP, v. 23, n. 2, p. 411–415, 2016. DOI: 10.20396/zet.v23i44.8646546. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646546. Acesso em: 30 jan. 2023.

Edição

Seção

Resenha