A escrita de livros didáticos de matemática na década de 1920: o caso de Saverio Cristofaro

  • Maria Ângela Miorim Miorim Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Livros didáticos de matemática. Educação matemática. História da educação matemática.

Resumo

O professor de matemática da Escola Complementar, anexa à Escola Normal de São Paulo, Saverio Cristofaro, publicou em 1929 o seu livro Como se aprende matemática. Na divulgação do livro, a Companhia Editora Nacional anunciou que se tratava da primeira obra que contemplava a reforma aprovada pela Congregação do Colégio Pedro II naquele mesmo ano. Na apresentação de seu livro, embora afirme que o texto está de acordo com a nova reforma, o autor esclarece que ele é fruto de suas experiências pessoais de quinze anos no magistério. Neste artigo, buscamos compreender essa postura do professor Saverio Cristofaro de privilegiar a prática na escrita de seus textos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Ângela Miorim Miorim, Universidade Estadual de Campinas
Doutora em Educação. Docente do Departamento de Ensino e Práticas Culturais da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas.

Referências

AGUAYO, A. M. Pedagogia científica: psicologia e direção da aprendizagem. São Paulo: Nacional, 1936.

ALMEIDA JÚNIOR, A. Descança, afinal, da tua grande luta! Revista da Associação Escolar Rio Branco, ano 2, n. 5, p. 6-8, 13 set. 1930.

BATISTA, Nórton A. Severo. Há muito ainda por fazer. São Paulo: Raízes Artes Gráficas, 1996.

CARVALHO, M. M. C. de. A caixa de utensílios e a biblioteca: Pedagogia e práticas de leitura. In: VIDAL, Diana Gonçalves; HILSDORF, Maria Lúcia Spedo (Org.). Brasil 500 anos: tópicas em História da Educação. São Paulo: Editora da USP, 2001. p. 137-167.

CHARTIER, R. A ordem dos livros: leitores, autores e bibliotecas na Europa entre os séculos XIV e XVIII. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1998.

CRISTOFARO, S. Mathematica – o ensino da Mathematica nas Escolas Preliminares, Complementares e Normaes – o ensino das frações pelo processo graphico. Revista da Sociedade de Educação, v. 2, n. 5, p. 170- 190, 10 abr. 1924.

CRISTOFARO, S. Como se aprende Arithmetica. São Paulo: Instituto D. Anna Rosa, 1929a.

CRISTOFARO, S. Como se aprende Mathematica. Primeira Parte. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1929b.

CRISTOFARO, S. Como se aprende Mathematica. Primeiro Anno. 2. ed. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1930a.

CRISTOFARO, S. Como se aprende Mathematica. Segundo Anno. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1930b.

COMPANHIA EDITORA NACIONAL. Catálogo geral 1931. São Paulo: Nacional, 1931.

DÓRIA, A. S. Applicações didacticas: methodo no ensino da mathematica. Revista da Sociedade de Educação, v. 1, n. 2, p. 160-173, 10 out. 1923.

DÓRIA, A. S. Como se ensina. São Paulo: Monteiro Lobato e Companhia, 1923.

MEDEIROS, V. A. Antonio de Sampaio Dória e a modernização do ensino em São Paulo nas primeiras décadas do século XX. 2005. Tese (Doutorado) — Pontifícia Universidade Católica de São Paulo — PUC/SP, São Paulo, SP.

MIORIM, M. A. A Biblioteca Pedagógica Brasileira da Companhia Editora Nacional e o ensino de matemática: livros, atores e estratégias editoriais. Horizontes, v. 24, n. 1, p. 9-21, jan./jun. 2006.

MONARCHA, C. Escola Normal da Praça: o lado noturno das luzes. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1999.

MORAES, J. D. de. Signatários do manifesto de 1932: trajetórias e dilemas. 2007. Tese (Doutorado) — Faculdade de Educação, Unicamp, Campinas, SP.

NERY, A. C. B. A sociedade de educação de São Paulo: embates no campo educacional (1922-1931). 1999. Tese (Doutorado) — Faculdade de Educação, USP-SP, São Paulo, SP.

PROGRAMMAS DE ENSINO DO COLLEGIO PEDRO II, PARA O ANNO DE 1929. Rio de Janeiro: Typ. D'A Encadernadora S.A., [s/d].

REDAÇÃO. Dados biográficos do prof. Saverio Cristofaro. Revista da Associação Escolar Rio Branco, ano 2, n. 5, p. 5-7, 13 set. 1930.

ROXO, E. A matemática na Educação secundária. São Paulo: Nacional, 1937.

SIQUEIRA FILHO, M. G. Ali Iezid Izz-Edim Ibn Salim Hank Malba Tahan: episódios do nascimento e manutenção de um autor-personagem. 2008. Tese (Doutorado) — Faculdade de Educação, Unicamp, Campinas, SP.

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO. Sessões ordinárias e extraordinárias. Revista da Sociedade de Educação, v. 1, n. 1, p. 64-71, 10 ago. 1923a. São Paulo: Monteiro Lobato e Companhia.

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO. Sessões ordinárias e extraordinárias. Revista da Sociedade de Educação, v. 1, n. 2, p. 196-201, 10 out. 1923b. São Paulo: Monteiro Lobato e Companhia.

SOCIEDADE DE EDUCAÇÃO. Sessões ordinárias e extraordinárias. Revista da Sociedade de Educação, v. 2, n. 5, p. 212-14, 10 abr. 1924. São Paulo: Monteiro Lobato e Companhia.

TAHAN, M. Didática da matemática. São Paulo: Saraiva, 1961. v. 1.

TORANZOS, F. I. Enseñanza de la matemática. Buenos Aires: Kapelusz, 1963.

Como Citar
Miorim, M. Ângela M. (1). A escrita de livros didáticos de matemática na década de 1920: o caso de Saverio Cristofaro. Zetetike, 17(2). https://doi.org/10.20396/zet.v17i32.8646708
Seção
Artigo