Banner Portal
A problemática do desenho em perspectiva
PDF

Palavras-chave

Perspectiva
Representação de imagens
Espaço
Visualização
Educação matemática

Como Citar

FLORES, Cláudia Regina. A problemática do desenho em perspectiva: uma questão de convenção. Zetetike, Campinas, SP, v. 11, n. 1, p. 81–100, 2003. DOI: 10.20396/zet.v11i19.8646951. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646951. Acesso em: 18 jun. 2024.

Resumo

Este artigo pretende perceber como a técnica do desenho em perspectiva, tal como a concebemos hoje, se instaurou e que verdades foram criadas a partir disso. Busca-se observar tal problemática no âmbito da História da Arte, uma vez que a história da perspectiva se aproxima da história da representação pictórica. Três são os momentos analisados quanto a seus aspectos filosóficos, concepções e representações de espaço: Antigüidade, Idade Média, Renascimento. Considera-se pertinente a reflexão desta história na Educação e, em especial, na Educação Matemática, pela contribuição para o entendimento da complexidade da leitura e interpretação de figuras geométricas tridimensionais representadas em perspectiva.
https://doi.org/10.20396/zet.v11i19.8646951
PDF

Referências

ARENDT, Hanna. A condição humana. Trad.: Roberto Raposo. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1987.

CROSBY, Alfred W. A mensuração da realidade: a quantificação e a sociedade ocidental, 1250-1600. Trad.: Vera Ribeiro. São Paulo: Editora Unesp, 1999.

DAMISCH, Hubert. L'origine de la perspective. Flammarion: Paris, 1993.

DEBRAY, Régis. Vida e Morte da Imagem: Uma história do olhar no Ocidente. Trad.: Guilherme Teixeira. Petrópolis: Vozes, 1994.

FOUCAULT, Michel. As palavras e as coisas: 6a ed. Trad.: Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 1992.

FRANCASTEL, Pierre. Pintura e Sociedade. Trad.: Elcio Fernandes. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

KLEIN, Robert. A Forma e o Inteligível: Ensaio sobre o Renascimento e a arte moderna. Trad.: Cely Arena. São Paulo: Edusp, 1998.

OLMER, Pierre. Perspective Artistique: Principes et Méthodes. Paris: Librairie Plon, 1943, vol.1.

PANOFSKY, Erwin. Renascimento e Renascimentos na arte ocidental. Trad.: Fernando de Neves. Lisboa: Editorial Presença, 1981.

PANOFSKY, Erwin. A perspectiva como forma simbólica. Trad.: Elisabete Nunes. Lisboa: Edições 70, 1993.

SEVCENKO, Nicolau. O Renascimento: 5a ed. São Paulo: Atual, 1987.

THUILLER, Pierre. De Arquimedes a Einstein: A face oculta da invenção científica. Trad.: Maria Inês Dudque-Estrada. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1994.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2014 Zetetiké: Revista de Educação Matemática

Downloads

Não há dados estatísticos.