Imagens e olhares em uma disciplina de cálculo em serviço

Autores

  • Tânia Cristina Baptista Cabral Universidade Estadual Paulista
  • Elaine Catapani Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/zet.v11i19.8646952

Palavras-chave:

Cálculo em serviço. Ensino e aprendizagem. Ensino superior. Educação matemática e psicanálise.

Resumo

Esse artigo é referente a uma pesquisa de mestrado, desenvolvida a partir de 1999 e concluída em 2001, sobre o ensino e a aprendizagem do cálculo diferencial e integral em uma classe do curso de Geologia. O movimento dessa classe, pensado em termos de papéis desempenhados por alunos e professores, é aqui debatido em termos de imagens e olhares. A pesquisa sobre esse movimento é apresentada em duas fases. Da primeira fase constam: (i) a pressuposição de atividades didáticas e pedagógicas para encaminhar a disciplina e (ii) a pressuposição de uma abordagem metodológica apoiada na coleta de dados realizada através de questionários e entrevistas realizadas com alunos do curso. Da segunda fase constam análise e interpretação dos eventos de ensino e aprendizagem à luz do campo da psicanálise: Para que olhar nos mostramos? Quais imagens estão presentes?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tânia Cristina Baptista Cabral, Universidade Estadual Paulista

Professora da UERGS – Engenharia de Sistemas Digitais (Guaíba, RS) – e do Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática da UNESP (Rio Claro, SP).

Elaine Catapani, Universidade Estadual de Campinas

Mestre em Educação Matemática pela UNESP (Rio Claro, SP) e Professora do CESET – Unicamp.

Referências

BALDINO, Roberto R. Como integrar disciplinas sob o ponto de vista epistemológico, Encontro Setorial Dos Cursos De Graduação Da Unesp, 1º, In: Anais... , Águas de Lindóia, São Paulo,1995, p. 30-47.

BARBOSA, G. O; NETO, H. B. Raciocínio lógico formal e aprendizagem em cálculo diferencial e integral: o caso da Universidade Federal do Ceará, In: Temas e Debates, n.6, v. 8, 1995, p. 60-70.

CABRAL, Tânia Cristina B. Vicissitudes da aprendizagem em um curso de cálculo. 1992. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – UNESP – RC, 2 Vls.

CABRAL, Tânia Cristina B. Contribuições da psicanálise à educação matemática: a lógica da intervenção nos processos de aprendizagem. 1998. Tese (Doutorado em Educação) – USP – SP.

FRANCHI, Regina Helena O. A modelagem como estratégia de aprendizagem do cálculo diferencial e integral nos cursos de engenharia. 1993. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – UNESP– RC.

HOWSON, A. G. et al. Mathematics as a service subject. In: Selected Papers On The Teaching Of Mathematics As A Service Subject. Clements, R.R. et al. (eds.) Springer-Verlag, Wien – New York, 1988, p. 1-16.

SAD, Ligia A. Cálculo Diferencial e Integral: uma abordagem epistemológica de alguns aspectos. 1998. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – UNESP – RC.

VILLARREAL, Mônica E. O pensamento matemático de estudantes universitários do cálculo e tecnologias informáticas. 1999. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – UNESP – RC.

WALTHAM, D. Mathematics: a simple tool for geologists. Stanley Thornesltd, 1999, 189 p.

ZIZEK, S. Eles não sabem o que fazem: o sublime objeto da ideologia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1992, 197p.

Downloads

Publicado

2009-02-19

Como Citar

CABRAL, T. C. B.; CATAPANI, E. Imagens e olhares em uma disciplina de cálculo em serviço. Zetetike, Campinas, SP, v. 11, n. 1, p. 101–116, 2009. DOI: 10.20396/zet.v11i19.8646952. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646952. Acesso em: 7 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigo