Banner Portal
Por que análise real na licenciatura?
PDF

Palavras-chave

Educação matemática
Formação matemática do professor
Saber docente

Como Citar

MOREIRA, Plínio Cavalcanti; CURY, Helena Noronha; VIANNA, Carlos Roberto. Por que análise real na licenciatura?. Zetetike, Campinas, SP, v. 13, n. 1, p. 11–42, 2005. DOI: 10.20396/zet.v13i23.8646978. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646978. Acesso em: 19 abr. 2024.

Resumo

Neste trabalho analisamos as respostas apresentadas por 31 matemáticos a um questionário sobre ementa, bibliografia e o papel da disciplina Análise Real nos cursos de licenciatura em matemática. Os respondentes são matemáticos que trabalham em 14 das principais instituições universitárias e de pesquisa no Brasil. As respostas foram submetidas a um processo de unitarização para a construção de categorias, segundo a abordagem metodológica da análise de conteúdo. Descrevemos três categorias que sintetizam os argumentos dos respondentes em favor da obrigatoriedade da disciplina no curso de licenciatura. Discutimos esses argumentos, situando-os em relação a estudos atuais sobre formação do professor de matemática da escola básica e levantamos algumas questões para o prosseguimento do debate.
https://doi.org/10.20396/zet.v13i23.8646978
PDF

Referências

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1979.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP 28/2001. Aprovado em 02/10/2001. Brasília, 2001. Disponível em: http://www.mec.gov.br/sesu/ftp/pareceres/02801formprof.doc. Acesso em 29/05/2005.

COONEY, T.J. Conceptualizing teacher’s way of knowing. Educational Studies in Mathematics, n. 38, p. 163-187, 1999.

DUBINSKY, E. Reflective Abstraction in Advanced Mathematical Thinking. In: TALL, D. (ed.) Advanced Mathematical Thinking. Dordrecht: Kluwer, p.95-126, 1991.

FIORENTINI, D.; NACARATO, A.M.; PINTO, R.A. Saberes da experiência docente em matemática e educação continuada. Quadrante, Lisboa, v.8, n.1/2, p. 33-60, 1999.

FIORENTINI, D.; JIMENEZ, A. (org.) Histórias de aulas de matemática. Campinas: CEMPEM, 2003.

KNIGHT, F.B. Some considerations of method. In: Twenty-Ninth Yearbook of the National Society For The Study Of Education. Illinois: Public School Publishing, p.145-267,1930.

LINS, R. Os problemas da Educação Matemática. FolhaOnLine [Sinapse], 29 abr. 2003. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/folha/sinapse/. Acesso em: 29 abr. 2003.

LLINARES, S. Del conocimiento sobre la enseñanza para el profesor al conocimiento del profesor sobre la enseñanza: implicaciones en la formación de profesores de matemáticas. IN: BLANCO, L. y MELLADO, V. (coord.). La formación del profesorado de Ciencias y Matemáticas en España y Portugal. Badajoz: DDCCEE-DM, p.153-172, 1995.

MARKS, R. Pedagogical content knowledge: from a mathematical case to a modified conception. Journal of Teacher Education, v.41, n.3, p.3-11, 1990.

MORAES, R. Análise de conteúdo. Educação, v. 22, n. 37, p. 7-32, 1999.

MOREIRA, P.C.; DAVID, M.M.M.S. Matemática escolar, matemática científica, saber docente e formação de professores. Zetetiké, v.11, n.19, p.57-81, 2003a.

MOREIRA, P.C.; DAVID, M.M.M.S. O conhecimento matemático do professor: formação e prática docente na escola básica. In: Reunião Anual da Anped, 26, 2003, Poços de Caldas. Atas. Poços de Caldas: ANPED, CD-Rom, 2003b.

NAVARRO, P.; DIAZ, C. Análisis de contenido. In: DELGADO, J.M.; GUTIERREZ, J. Métodos y técnicas cualitativas de investigación em ciencias sociales. Madrid: Síntesis, p.177-224, 1994.

PATTON, M. Q. Qualitative evaluation methods. London: Sage, 1980.

SCHOENFELD, A.H. Learning to think mathematically: problem solving, metacognition and sense-making in mathematics. In: GROWS, D. (ed.) Handbook of Research on Mathematics Teaching and Learning. NY: NCTM, p.334-370, 1992.

SFARD, A. On the dual nature of mathematical conceptions: reflections on processes and objects as different sides of the same coin. Educational Studies in Mathematics, v.22, n.1, p.1-36, 1991.

SHULMAN, L. S. Knowledge and teaching: Foundations of the new reform. Harvard Educational Review, v.57, n.1, p.1-22, 1987.

TARDIF, M. Saberes Docentes e Formação Profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

VINNER, S. The role of definitions in the teaching and learning of mathematics. In: TALL, D. (ed.) Advanced Mathematical Thinking. Dordrecht: Kluwer, p.65-81, 1991.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2014 Zetetiké: Revista de Educação Matemática

Downloads

Não há dados estatísticos.