Aspectos históricos da formação de professores de Matemática em São João del-Rei-MG

  • Paulo Henrique Apipe Avelar de Paiva Grupo Educacional Bom Jesus
  • Maria Laura Magalhães Gomes Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: História da educação matemática. Formação de professores. História oral. São João del-Rei.

Resumo

Relatamos resultados de uma pesquisa sobre a formação de professores de Matemática no curso de Ciências da Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei, no período 1987-2001. Estudamos, no âmbito desse curso, o momento da criação das habilitações em Física e Química e os benefícios trazidos por elas à formação matemática, focalizando ainda aspectos relativos aos corpos docente e discente. A investigação fez uso do aporte teórico-metodológico da História Oral e utilizou também documentação escrita. As análises mostram que as habilitações foram cruciais para uma mudança de patamar no curso de Ciências, antes considerado uma extensão do 2.º grau. No período abordado, o corpo discente se originava da própria região de São João del-Rei e a expansão do corpo docente trouxe força para uma instituição recém federalizada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Henrique Apipe Avelar de Paiva, Grupo Educacional Bom Jesus
Mestre em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Professor de Matemática do Grupo Educacional Bom Jesus, Curitiba/PR, Brasil.
Maria Laura Magalhães Gomes, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutora em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora do Departamento de Matemática e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Belo Horizonte/MG, Brasil.

Referências

Arruda, M. A. (2011). Formar almas, plasmar corações, dirigir vontades: o projeto educacional das Filhas da Caridade da Sociedade São Vicente de Paulo (1898-1905). Tese de Doutorado em Educação. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Bittar, M. & Nogueira, R. G. (2015). Um estudo da criação e desenvolvimento de Licenciaturas em Matemática na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Bolema, 29 (51), 263-283.

Brügger, S. M. J. (2002). Minas Patriarcal: família e sociedade (São João del-Rei, séculos XVIII e XIX). Tese de Doutorado em História. Niterói: Universidade Federal Fluminense.

Cellard, A. (2010). A Análise Documental. In J. Poupart, J-P. Deslauriers, L. Groulx, A. Laperrière, R. Mayer & A. Pires (org.). A Pesquisa Qualitativa: enfoques epistemológicos e metodológicos (pp. 295-316). Petrópolis: Vozes.

Cury, F. G. (2011). Uma história da formação de professores de Matemática e das instituições formadoras do estado do Tocantins. Tese de Doutorado em Educação Matemática. Rio Claro: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Decreto n. 34.392, de 27 de outubro de 1953. (1953). Concede autorização para funcionamento de cursos. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1950-1959/decreto-34392-27-outubro-1953-326978-publicacaooriginal-1-pe.html

Gaio Sobrinho, A. (2000). História da Educação em São João del-Rei. São João del-Rei: Setor de Gráfica da FUNREI.

Garnica, A. V. M. (2007). História Oral e Educação Matemática. In: M. C. Borba & J. L. Araújo (org.). Pesquisa Qualitativa em Educação Matemática (pp. 77-98). Belo Horizonte: Autêntica.

Garnica, A. V. M., Fernandes, D. N. & Silva, H. (2011). Entre a Amnésia e a Vontade de nada Esquecer: notas sobre regimes de historicidade e história oral. Bolema, 25(41), 213-250.

Gomes, M. L. M. (2012). Escrita Autobiográfica e História da Educação Matemática. Bolema, 26(42A), 105-137.

Graça Filho, A. A. (2003). Negociantes mineiros depois da travessia dos tempos coloniais. Tempo, 8(15), 93-110.

Halbwachs, M. (1990). A Memória Coletiva. São Paulo: Edições Vértice.

Janotti, M. L. M. (2010). A incorporação do testemunho oral na escrita historiográfica: empecilhos e debates. História Oral, 13(1), 9-22.

Larrosa, J. (2005). Algunas notas sobre la experiencia y sus lenguajes. In: R. L. L. Barbosa. Trajetórias e perspectivas da formação de educadores (pp. 19-34). São Paulo: UNESP.

Le Goff, J. (1994). História e Memória. Campinas: Ed. Unicamp.

Lei n. 7.555, de 18 de dezembro de 1986. (1986). Autoriza o Poder Executivo a instituir a Fundação de Ensino Superior de São João Del Rei e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L7555.htm.

Lei n. 10.425, de 19 de abril de 2002. (2002). Dispõe sobre a transformação da Fundação de Ensino Superior de São João del Rei em Fundação Universidade Federal de São João del Rei, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2002/L10425.htm.

Meihy, J. C. S. B. (2002). Manual de História Oral. São Paulo: Edições Loyola.

Morais, C. C. (2009). Posse e usos da cultura escrita e difusão da escola: de Portugal ao Ultramar, Vila e Termo de São João del-Rei, Minas Gerais (1750-1850). Tese de Doutorado em História. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais.

Paiva, P. H. A. A. de. (2016). Entre as memórias do Campo das Vertentes: uma história da formação de professores de Matemática da Fundação de Ensino Superior de São João del-Rei (FUNREI) no período de 1987 a 2001. Dissertação de Mestrado em Educação. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais. Acesso em 30 de novembro de 2016. Disponível em: http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/bitstream/handle/1843/BUBD-AA2NWR/disserta__o___paulo___ap_s_defesa.pdf?sequence=1

Resolução n. 30, de 11 de julho de 1974. (1979). Fixa os mínimos de conteúdo e duração a observar na organização do curso de licenciatura em Ciências. In: G. V. F. AZEVEDO. Do ensino de 1º grau: legislação e pareceres (pp. 489-492). Brasília: Ministério da Educação e Cultura.

Publicado
2017-01-20
Como Citar
Paiva, P. H. A. A. de, & Gomes, M. L. M. (2017). Aspectos históricos da formação de professores de Matemática em São João del-Rei-MG. Zetetike, 24(3), 344-360. https://doi.org/10.20396/zet.v24i3.8648091
Seção
Artigo

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)