Banner Portal
Prática de discussão coletiva de uma professora em Álgebra
PDF

Palavras-chave

Discussões coletivas
Prática letiva
Conhecimento didático
Álgebra

Como Citar

RODRIGUES, Cátia; PONTE, João Pedro da; MENEZES, Luís. Prática de discussão coletiva de uma professora em Álgebra. Zetetike, Campinas, SP, v. 26, n. 3, p. 486–505, 2018. DOI: 10.20396/zet.v26i3.8651653. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8651653. Acesso em: 27 maio. 2024.

Resumo

Este artigo apresenta um estudo que tem como objetivo descrever e compreender a prática de discussão matemática de uma professora durante a preparação e dinamização da discussão coletiva em Álgebra com alunos do 7.º ano. O estudo segue uma abordagem qualitativa e interpretativa com um design de estudo de caso de uma professora de Matemática. Os resultados revelam que a professora seleciona criteriosamente as tarefas que pretende apresentar aos alunos, antecipando possíveis estratégias de resolução que recorrem à tentativa e erro e ao uso de linguagem algébrica. Em aula, na dinamização da discussão, concretiza a preparação feita, levando os alunos a apresentar as suas estratégias de resolução, a comparar e avaliar as dos colegas, filtrando os diversos contributos, de modo a que sejam sintetizados os aspetos mais relevantes do seu trabalho. A professora leva os alunos a generalizar e justificar ideias algébricas, através de uma combinação intencional de ações de elicitar, apoiar, informar e desafiar.

https://doi.org/10.20396/zet.v26i3.8651653
PDF

Referências

Bardin, L. (1994). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70.

Cengiz, N., Kline, K., & Grant, T. J. (2011). Extending students’ mathematical thinking during whole-group discussions. Journal of Mathematics Teacher Education, 14(5), 355-374.

Guerreiro, A., Ferreira, R., Menezes, L., & Martinho, H. (2015). Comunicação na sala de aula: a perspectiva do ensino exploratório da matemática. Zetetiké, 23(44), 279-295.

Hargreaves, A. (1998). Os professores em tempos de mudança: O trabalho e a cultura dos professores na idade pós-moderna. Lisboa: Mc Graw-Hill.

Menezes, L., Guerreiro, A., Martinho, M. H., & Tomás Ferreira, R. (2013). Essay on the Role of Teachers’ Questioning in Inquiry-Based Mathematics Teaching. Sisyphus - Journal of Education, 1(3), 44-75.

Ponte, J. P. (2012). Estudiando el conocimiento y el desarrollo profesional del profesorado de matemáticas. In N. Planas (Ed.), Educación matematics: Teoría, critica y prática (pp. 83-98). Barcelona: Graó.

Ponte, J. P. (2006). Estudos de caso em educação matemática. Bolema, 25, 105-132.

Ponte, J. P., Mata-Pereira, J., & Quaresma, M. (2013). Ações do professor na condução de discussões matemáticas. Quadrante, 22(2), 55-81.

Ponte, J. P. & Quaresma, M. (2016). Teachers’ professional practice conducting mathematical discussions. Educational Studies in Mathematics, 93, 51-66.

Sherin, M. G. (2002). A balancing act: Developing a discourse community in a mathematics classroom. Journal of Mathematics Teacher Education, 5(3), 205-233.

Smith, M., & Stein, M. K. (2011). 5 practices for orchestrating productive mathematics discussions. Reston, VA: National Council of Teachers of Mathematics.

Stein, M. K., Engle, R. A., Smith, M. S., & Hughes, E. K. (2008). Orchestrating productive mathematical discussions: five practices for helping teachers move beyond show and tell. Mathematical Thinking and Learning, 10(4), 313-340.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Copyright (c) 2018 Zetetike

Downloads

Não há dados estatísticos.