Os currículos do curso de licenciatura em matemática da UFMG

saberes profissionais em uma história das disciplinas de estágio curricular supervisionado (1971 – 1987)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/zet.v30i00.8667618

Palavras-chave:

História da educação matemática, Reformas curriculares, Saberes profissionais, Formação de professores de matemática

Resumo

Neste artigo apresentaremos algumas discussões sobre os saberes profissionais e os currículos na formação de professores de Matemática. O objetivo deste trabalho consiste em elaborar uma compreensão histórica das reformas curriculares do curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), apontando o movimento de construção dos saberes profissionais da docência, nas décadas de 1970 e 1980. A pesquisa seguiu uma abordagem qualitativa, discutindo as reformas curriculares de 1971, 1975, 1980 e 1987. As fontes utilizadas foram os documentos presentes em arquivos institucionais, as atas de reuniões do Colegiado do curso de Matemática e informações de outras pesquisas que tangenciam tais discussões. A análise está relacionada às disciplinas responsáveis pelo estágio curricular supervisionado nos currículos do curso de Licenciatura de Matemática da UFMG. Como principais resultados, destacam-se os movimentos de construção de espaços e tempos nos currículos para saberes próprios à docência de matemática, na atribuição de responsabilidades institucionais e perspectivas de formação de professores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Lima Vilela, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Brasil.

Filipe Santos Fernandes, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor em Educação Matemática pela Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP). Professor da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Brasil.

Referências

Conselho Federal de Educação. (1962). (into English as Federal Council of Education - 1962) Parecer CFE 292/62, de 14 de novembro de 1962 (into English as Opinion CFE 292/62, of November 14, 1962). It sets pedagogical training courses. Documenta n°10, 95-100, Brasília.

Conselho Federal de Educação.(1969a) (into English as as Federal Council of Education - 1969a) Parecer nº. 627, de 13 de junho de 1969. (Opinion no. 627, of June 13, 1969)

Conselho Federal de Educação.(1969b) (into English as as Federal Council of Education - 1969b) Parecer nº. 672, de 4 de setembro de 1969 (into English as Opinion no. 672, of September 4, 1969). It set the minimum content and duration to be allocated to pedagogical training in Bachelor of Mathematics for Teaching. Documenta n°105, 117-119, Brasília.

Conselho Federal de Educação. (1975) (into English as Federal Board of Education - 1975) Parecer CFE 4.873/75, de 4 de dezembro de 1975 (into English as Opinion CFE 4.873/75, of December 4, 1975) Pedagogical Training for Bachelor of Mathematics for Teaching. Documenta n°181, p. 212, Brasília.

Decreto-Lei n° 1.190, de 4 de abril de 1939. (1939) (into English as Decree-Law No. 1.190, April 4, 1939). It organizes the National Faculty of Philosophy.

Garnica, A. V. M., & Souza, L. A. de. (2012). Elementos de História e de Educação Matemática (into English as Elements of History and Mathematical Education). São Paulo: Cultura Acadêmica, Unesp.

Gomes, M. L. M. (1997). Matemática e Escola: uma experiência integradora na Licenciatura em Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (into English as Mathematics and School: an integrative experience in Bachelor of Mathematics for Teaching at the Federal University of Minas Gerais). Zetetiké, v. 5, n.7, p. 95-109.

Lei nº 5.540, de 28 de novembro de 1968. (1968). Fixa normas de organização e funcionamento do ensino superior e sua articulação com a escola média, e dá outras providências. (into English as Law no. 5.540, of November 28, 1968. It establishes rules for the organization and functioning of higher education and its articulation with high schools and makes other provisions).

Pimenta, S. G. (1995). O estágio na formação de professores: unidade entre teoria e prática? (into English as The internship in teacher education: unity between theory and practice?) Caderno de Pesquisa, São Paulo, n. 94, 58-73. (into English as Research Book, São Paulo, n. 94, 58-73.)

Universidade Federal de Minas Gerais. (1968 – 1987). (into English as Federal University of Minas Gerais. (1968 - 1987). Atas das reuniões do Colegiado de Coordenação Didática do Curso de Graduação em Matemática (into English as Meetings minutes of the Council of Didactic Coordination of the Mathematics Undergraduate Course). Instituto de Ciências Exatas, Belo Horizonte (into English as Institute of Exact Sciences, Belo Horizonte).

Universidade Federal de Minas Gerais. (2007) (into English as Federal University of Minas Gerais - 2007) Projeto Pedagógico do Curso de Matemática(into English Pedagogical Project for the Mathematics Undergraduate Course). Belo Horizonte.

Valente, W. R., Bertini, L. F., & Morais, R. S. (2018). As Matemáticas na Formação de Professores e no Ensino: Investigações sobre a Trajetória de um Saber Profissional ( into English as Mathematics in Teacher Education and Teaching: Investigations on the Trajectory of Professional Knowledge). In: Nacarato, A. M. et al., Abordagens teóricas e metodológicas nas pesquisas em educação matemática (pp. 75 – 89).(into English as M. et al., Theoretical and methodological approaches in mathematics education research - pp. 75 - 89). Brasília: SBEM.

Vilela, M. L. (2020). Compreensões históricas das disciplinas de Estágio Curricular Supervisionado no curso de Licenciatura em Matemática da UFMG (1968 – 1994). (Dissertação de Mestrado em Educação) (into English as Historical understandings of the Supervised Curricular Internship courses in Bachelor of Mathematics for Teaching at UFMG (1968 – 1994). (Master's Dissertation in Education). Belo Horizonte: Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais (Into English as Belo Horizonte: Faculty of Education, Federal University of Minas Gerais). Retrieved on October 27, 2021, from: http://hdl.handle.net/1843/34006.

Vilela, M. L., & Fernandes, F. S. (2020). Ensinar a ensinar matemática: constituição e circulação de práticas em trajetórias profissionais de professores de Estágio Curricular Supervisionado (UFMG, 1968-1994) (into English as Teaching how to teach mathematics: constitution and circulation of practices in the professional trajectories of Supervised Curricular Internship Professors (UFMG, 1968-1994). Revista de História da Educação Matemática, n. 6, v. 3, p. 130-151 (into English as Journal of Mathematical Education History, n. 6, v. 3, p. 130-151.

Zaidan, S. (1993). A formação do professor de matemática: uma discussão do curso de Licenciatura da UFMG. (Dissertação de Mestrado em Educação). (into English as Mathematics teacher training: a discussion of the UFMG Bachelor of Mathematics for Teaching. (Master's Dissertation in Education). Belo Horizonte: Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais (Into English as Belo Horizonte: Faculty of Education, Federal University of Minas Gerais).

Publicado

2022-05-26

Como Citar

VILELA, M. L.; FERNANDES, F. S. Os currículos do curso de licenciatura em matemática da UFMG: saberes profissionais em uma história das disciplinas de estágio curricular supervisionado (1971 – 1987). Zetetike, Campinas, SP, v. 30, n. 00, p. e022014, 2022. DOI: 10.20396/zet.v30i00.8667618. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8667618. Acesso em: 29 nov. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático