A relação universidade e sociedade: a “problematização” nos projetos articulados de ensino, pesquisa e extensão

Autores

  • Silvio Gamboa Sánchez Universidade Estadual de Campinas
  • Márcia Chaves Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v10i1.1021

Palavras-chave:

Universidade. Sociedade. Ensino. Pesquisa. Extensão.

Resumo

É objetivo deste relato de experiência apresentar os resultados de um processo coletivo de elaboração de conhecimentos suscitados no cotidiano escolar de aulas de Estudos do Lazer e Recreação Comunitária tendo como campo de atuação as áreas de extensão da Universidade Federal de Alagoas, utilizando os protocolos da pesquisa científica que tem como base a problematização tanto da realidade onde se inserem as práticas de extensão como as práticas pedagógicas e sociais. Este relato foi organizado em três partes: a) breve descrição das experiências geradoras, que motivaram a busca de uma maior sustentação científica e a necessidade de um referencial teórico metodológico que fundamente as práticas pedagógicas e de extensão; b) enunciação dos núcleos de referências que servem de premissas para a compreensão da prática; e, c) exposição dos principais resultados do processo coletivo estabelecido em torno da Linha de Estudos e Pesquisas em Educação Física & Esporte e Lazer (LEPEL) e finalmente, a maneira de conclusões, destacamos a importância da problematização e dos métodos científicos no aprimoramento das ações pedagógicas e transformadoras do ensino e a extensão. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvio Gamboa Sánchez, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Filosofia pela Universidade de San Buaventura (1973), mestrado em Educação pela Universidade de Brasília (1982), doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (1987) e livre docência em Filosofia da Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2000). Atualmente é professor colaborador MS-5 da Universidade Estadual de Campinas. Tem sido pesquisador visitante nas Universidades Nacional da Colômbia (UN), Católica de Chile (Campus Villa Rica), Estadual de Maringá, (UEM), Federal de Santa Maria (UFSM), Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Universidade Federal da Bahia (UFBA) e professor visitante da Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales (FLACSO) (sede Argentina). Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Filosofia da Educação, atuando e publicando principalmente nos seguintes temas: fundamentos da educação, epistemologia das ciências da educação, pesquisa educacional, teorias da educação, teorias do conhecimento, pesquisa e epistemologia da educação física. Membro do GTT Epistemologia do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte - CBCE (2003-2005, 2005-2007, 2007-2009). Secretário da Secretaria Paulista do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (2007-2009).

Márcia Chaves, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Educação, pesquisadora do Grupo LEPEL da UFBA e pesquisadora colaboradora convidada do Grupo PAIDÉIA da Faculdade de Educação da UNICAMP,

Referências

CHAVES, M. Recreação e Lazer no currículo de Educação Física. 2. ed. Maceió: EDUFAL, 2003.

CHAVES, M.; SÁNCHEZ GAMBOA, S. 2. ed. Prática de ensino: formação profissional e emancipação. Maceió: EDUFAL, 2003.

HABERNAS, J. Conhecimento e interesse. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.

KOSIK, K. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976.

MARX, K.; ENGELS, F. A ideologia alemã: 1o capítulo e separata das teses sobre Feuerbach. Lisboa: Avante, 1981.

MELO NETO, J. F. Extensão universitária: bases ontológicas. In: MELO NETO, J. F. (Org.). Extensão universitária - diálogos populares. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB, 2002.

RIBEIRO, D. A universidade necessária. 4. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra., 1982.

SÁNCHEZ GAMBOA, S. A pesquisa na construção da universidade: o compromisso com a aldeia num mundo globalizado. In: LOMBARDI, J. C. (Org.). Pesquisa em educação, história, filosofia e temas transversais. 2. ed. Campinas: Autores Associados; HISTEDBR, 2000, p. 77-93.

SÁNCHEZ GAMBOA, S. La investigación como estratégia de la innovación: Los abordajes prácticos. In: COMBESSIE, J. C.; SÁNCHEZ GAMBOA, S., et al. Investigación e innovación educativa. Santafé de Bogotá: Cooperativa Editorial Magistério, 1998, p. 77-106.

SÁNCHEZ GAMBOA, S. Epistemologia da pesquisa em educação. Campinas: Práxis, 1996.

SÁNCHEZ GAMBOA, S. A dialética na pesquisa em educação: elementos de contexto. In: FAZENDA, I. Metodologia da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 2002.

SAVIANI, D. Educação: do senso comum à consciência filosófica. Campinas, SP: Autores Associados, 2000.

TAFFAREL, C. As lições derivadas dos ACCs: a universidade outra - a universidade estratégica. Salvador: FACED/UFBA, 2001, mimeo.

Downloads

Publicado

2009-02-04

Como Citar

Sánchez, S. . G., & Chaves, M. (2009). A relação universidade e sociedade: a “problematização” nos projetos articulados de ensino, pesquisa e extensão. ETD - Educação Temática Digital, 10(1), 144–167. https://doi.org/10.20396/etd.v10i1.1021