Acessibilidade em ambientes educacionais: para além das guidelines

Autores

  • Maria Cecília Calani Baranauskas Universidade Estadual de Campinas
  • Maria Teresa Eglér Mantoan Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v2i2.1068

Palavras-chave:

Interação humano-computador. Processos de ensino/aprendizagem. Acessibilidade. Design participativo.

Resumo

O acesso à tecnologia não pode ser confundido com o acesso ao conhecimento mediado pela tecnologia. Este trabalho amplia o conceito de acessibilidade, ao propor que se rompam barreiras entre pessoas e computadores de modo que o sujeito passe a ser parte integrante do ambiente de construção do conhecimento. Portanto, argumentamos que é preciso avançar no entendimento da acessibilidade, possibilitando a imersão do sujeito no ambiente educacional mediado pela tecnologia. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cecília Calani Baranauskas, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Ciência da Computação - Bacharelado pela Universidade Estadual de Campinas e em Matemática - Licenciatura pela Universidade Estadual de Campinas, mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas e doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade Estadual de Campinas. Realizou pós-doutoramento no Semiotics Special Interest Group na Staffordshire University em 2001 e no Applied Informatics with Semiotics lab da University of Reading (Dept. of Computer Science), UK.

Maria Teresa Eglér Mantoan, Universidade Estadual de Campinas

Pedagoga, mestre e doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas, Professor colaborador da Universidade Estadual de Campinas. Dedica-se, nas áreas de pesquisa, docência e extensão, ao direito incondicional de todos os alunos à educação escolar de nível básico e superior de ensino.Oficial da Ordem Nacional do Mérito Educacional no Grau de Cavaleiro - Reconhecimento a contribuição à Educação no Brasil.

Referências

BARCELLOS, G.C. Estudo e desenvolvimento de ambientes de aprendizado colaborativo a distância para o contexto da educação inclusiva. 2000. 123f. Dissertação (Mestrado) - Instituto de Computação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

BARCELLOS,G. C., BARANAUSKAS, M. C. C. Uma ferramenta de comunicação síncrona para o usuário especial. In: QUEVEDO, A.A.F. ; OLIVEIRA, J.R. ; MANTOAN, M.T.E. (Org.). Mobilidade e comunicação alternativas aumentativas. Campinas : [s.n.], 1999. p.153-158, v.1.

FERREIRA, AB.H. Novo dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro : Nova Fronteira, 1986.

MANTOAN, M. T. E. et al. Caleidoscópio : um espaço virtual de comunicação/educação alternativas. In: QUEVEDO, A.A.F. ; OLIVEIRA, J.R. ; MANTOAN, M.T.E. (Org.). Mobilidade e comunicação alternativas aumentativas. Campinas : [s.n.], 1999. p.177-188, v.1.

MANTOAN, M. T. E. O processo comunicativo em ambientes virtuais de aprendizagem : uma proposta um estudo exploratório. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, 10., 1999. Anais... [S.l.] : [s.n.], 1999. p.271-278., v.1.

OLIVEIRA, O.L. ; BARANAUSKAS, M.C.C. The theatre through the computer. Computers & Education, v.34, n.3/4, p.321-325, 2000.

OLIVEIRA, O L. Design da interação em ambientes virtuais : uma abordagem semiótica. 2000. 190f. Tese (Doutorado) - Instituto de Computação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

ROCHA, H.V., BARANAUSKAS, M.C.C. Design e avaliação de interfaces humano-computador. São Paulo: USP-IME-Escola de Computação, 2000. 242p.

Downloads

Publicado

2009-01-08

Como Citar

BARANAUSKAS, M. C. C.; MANTOAN, M. T. E. Acessibilidade em ambientes educacionais: para além das guidelines. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 2, n. 2, p. 13–23, 2009. DOI: 10.20396/etd.v2i2.1068. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/1068. Acesso em: 27 jan. 2021.