Tornando visíveis práticas invisíveis de professores de arte: narrativas autobiográficas

  • Rosvita Kolb Universidade Estadual de Minas Gerais
Palavras-chave: Formação de professores. Memória. Ensino de arte.

Resumo

A disciplina de Prática de Ensino de Arte toma a atividade artística do licenciando como fonte de reflexão para a docência. Essa ação leva às seguintes questões: o processo de criação alimenta a prática docente? A prática docente influencia o processo de criação do artista-professor? Neste artigo, são apresentados resultados de uma pesquisa que tem como proposta analisar a prática artística e a prática docente de um grupo de professoras da educação básica. Buscamos indícios que revelam os caminhos que essas professoras têm construído ao longo de suas práticas como educadoras, artistas e pesquisadoras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosvita Kolb, Universidade Estadual de Minas Gerais

Doutoranda em Educação pela Faculdade de Educação/UNICAMP. Mestre em Educação pela PUC/SP. Licenciada em Desenho e Plástica pela Universidade Feevale, especialista em Arte/Educação pela USP. Professora da Escola Balão Vermelho. Professora efetiva da Escola Guignard da UEMG – Belo Horizonte, MG.

Referências

ALBANO, Ana A. Histórias de iniciação na arte. In: ORMEZZANO, G. (Org.) Educação estética: abordagens e perspectivas. Brasília: MEC; INEP, 2007. p. 85-96.

DELORY-MOMBERGER, C. Biografia e educação: figuras do indivíduo-projeto. Natal: EDUFRN; São Paulo, SP: Paulus, 2008.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 30 ed. São Paulo, SP: Paz e Terra, 2004.

JOSSO, M.-C. Experiências de vida e formação. São Paulo, SP: Cortez, 2004.

MERLEAU-PONTY, M. O olho e o Espírito. São Paulo, SP: Cosacnaify, 1971.

MURRAY, R. Manual da delicadeza de A a Z. São Paulo, SP: FTD, 2001

PIMENTEL, L. O ensino de Arte e sua Pesquisa: possibilidades e desafios. In: FRANCA, P.; NAZÁRIO, L. (Org.) Concepções contemporâneas da arte. Belo Horizonte: UFMG, 2006. p. 310-317.

PRADO, G. V.T. et al. GEPEC: da educação continuada ao desenvolvimento pessoal e profissional em uma perspectiva narrativa. In: SOUZA, E. C.; PASSEGGI, M. C.; ABRAHÃO, M. H. M. B. (Org.) Pesquisa (auto) biográfica e práticas de formação. Natal: EDUFRN; São Paulo: Paulus, 2008. p. 59-74.

SOUZA, E. C. O conhecimento de Si, as Narrativas de Formação e o Estágio: reflexões teórico-metodológicas sobre uma abordagem experiencial de formação inicial de professores. In: ABRAHÃO, M. H. M. B. A Aventura (auto) biográfica: teoria e empiria. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004.

Publicado
2010-11-22
Como Citar
Kolb, R. (2010). Tornando visíveis práticas invisíveis de professores de arte: narrativas autobiográficas. ETD - Educação Temática Digital, 12(2), 113-121. https://doi.org/10.20396/etd.v12i2.1191