A educação e a arte nos entrelugares da rua

Autores

  • Marina Moreto Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v12i2.1192

Palavras-chave:

Educação. Arte. Situação de rua.

Resumo

Como se dá a educação na rua? Qual encontro é necessário? Qual encontro é permitido? Há educação na rua? Há meninos e há educadores nas ruas, uma relação acontece. Um entrelugar efêmero brota. Para regar o broto: arte. Canetinhas, papéis, pipas, varetas, tintas, olhos, corpos, trabalho, suor. Este texto apresenta uma pequena amostra de dados coletados para pesquisa de mestrado apresentada à Faculdade de Educação da Unicamp, caracterizando-se por um trabalho etnográfico sobre o fazer de educadores sociais e meninos de rua, em Campinas/SP. Observa-se a relação estabelecida entre esses pares, esses corpos educadores entre si. O encontro suficientemente bom de educadores e meninos os leva a construir saberes e metodologias que fazem surgir as possibilidades além rua, da droga, da contenção. A relação entre educadores e meninos confirma que uma grande aliada para a solidificação do vínculo e construção do processo educativo é a criatividade e o fazer das mãos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Moreto, Universidade Estadual de Campinas

Mestre em Educação pela Unicamp (2011). Possui graduação em Geografia (Bacharelado e Licenciatura) pela Unicamp (2005). Cursou Especialização em Artepsicoterapia, com intervenções psicanalíticas de orientação winnicottiana (2008). 

Referências

BAUER, M. W; GASKELL, G. (Org.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. São Paulo, SP: Vozes, 2007.

BENJAMIN, W. Sobre Arte, técnica, linguagem e política. Lisboa: Relógio D’Água Editores, 1992.

FISCHER, E. A necessidade da arte: uma interpretação marxista. Rio de Janeiro, RJ: Zahar Editores, 1966.

FREIRE, P. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. São Paulo, SP: Paz e Terra, 2007.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo, SP: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro, RJ: Paz e Terra, 1978.

REIS, A. M. B. (Org.). Plantando axé: uma proposta pedagógica. São Paulo, SP: Cortez, 2000.

SENNETT, R. O artífice. Rio de Janeiro, RJ: Record, 2009.

STRAZZACAPPA, M.; ALBANO, A. A.; AYOUB, E. Apresentação. Pro-Posições, Campinas, v. 21, n. 2, ago. 2010.

WINNICOTT, D. W. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago, 1975.

WINNICOTT, D. W. Privação e delinquência. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

WINNICOTT, D. W. Textos selecionados: da pediatria à psicanálise. Rio de Janeiro, RJ: Francisco Alves, 1988.

Downloads

Publicado

2010-11-22

Como Citar

MORETO, M. A educação e a arte nos entrelugares da rua. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 12, n. 2, p. 122-137, 2010. DOI: 10.20396/etd.v12i2.1192. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/1192. Acesso em: 25 nov. 2020.