Banner Portal
Aprendizagem Colaborativa e Web 2.0: proposta de modelo de organização de conteúdos interativos
PDF

Palavras-chave

Aprendizagem colaborativa. Web 2.0. Produção de conteúdos interativos. Modelos. Tecnologias de informação e comunicação. Educação.

Como Citar

TORRES, Tércia Zavaglia; AMARAL, Sérgio Ferreira do. Aprendizagem Colaborativa e Web 2.0: proposta de modelo de organização de conteúdos interativos. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 12, p. 49–72, 2010. DOI: 10.20396/etd.v12i0.1203. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/1203. Acesso em: 21 maio. 2024.

Resumo

As ferramentas tecnológicas da Web 2.0 favorecem a aprendizagem, gerando a possibilidade de melhoria do desempenho dos alunos. Entretanto, para que este objetivo seja alcançado, deve haver uma convergência entre diversos fatores que permeiam as práticas educacionais. Alinhar o modelo de aprendizagem ao projeto pedagógico e formar os professores para usarem as ferramentas tecnológicas, em especial as de autoria, são alguns dos fatores que favorecem o uso das TIC no espaço educativo. Com base em uma revisão da literatura, discutem-se estes aspectos e apresenta-se uma proposta de modelo conceitual de organização de conteúdos, baseado nas concepções de aprendizagem colaborativa.

https://doi.org/10.20396/etd.v12i0.1203
PDF

Referências

AIRES, J. A.; ERN, E. Os softwares educativos são interativos. Informática na Educação: Teoria e Prática, v. 5, n. 1, p. 79-87, maio 2002.

ALMEIDA, M. E. B. Tecnologias na educação, formação de educadores e recursividade entre teoria e prática: trajetória do Programa de Pós-Graduação em Educação e Currículo. Revista E-Curriculum, São Paulo, v. 1, n. 1, dez.-jul, 2005-2006. Disponível em: http://redalyc.uaemex.mx/redalyc/html/766/76610118/76610118.html. Acesso em: 18 jun. 2010.

ALVAREZ, A.; DEL RIO, P. Educação e desenvolvimento: a teoria de Vygotsky e a zona de desenvolvimento próximo. In: COLL, S. C.; PALACIOS, J.; MARCHESI, A. (Org.). Desenvolvimento psicológico e educação: psicologia da educação escolar. Porto Alegre: ArtMed, 1996. v. 2, p. 79-103.

ARESTA, M.; MOREIRA, A.; PEDRO, L. Comunicação e colaboração em contexto educativo: o trabalho colaborativo no Mestrado em Multimédia em Educação. In: CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE TIC NA EDUCAÇÃO, 6., Braga, Portugal, 2009. Anais... Braga: Universidade do Minho, 2009. Disponível em: http://maresta.files.wordpress.com/2009/05/challenges091.pdf. Acesso em: 13 jul. 2010.

BENKLER, Y. The wealth of networks: how social production transforms markets and freedom. New York: Yale University Press, 2006.

BIELSCHOWSKY, C. E. Tecnologia da informação e comunicação das escolas públicas brasileiras: o programa Proinfo Integrado. Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 5, n. 1, dez. 2009. Disponível em: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/storage/materiais/0000012852.pdf. Acesso em: 24 out. 2010.

COLL, C. TICs y práticas educativas: realidades y expectativas. Madrid: Fundación Santillana, 2007. 22 p.

COSTA, F. C.; VERENGUER, R. C. G.; PENA JIMENEZ, M. D. Docência universitária e educação a distância: desafios para a gestão universitária. In: COLÓQUIO SOBRE GESTÃO UNIVERSITÁRIA NA AMÉRICA DO SUL, 9., Florianópolis, 2009. Anais... Florianópolis: UFSC, 2009. p. 21-34. CD ROM.

CROOK, C.; HARRISON, C. Web 2.0 technologies for learning at key stages 3 and 4: summary report. Coventry, UK: Becta, 2008. 46 p. Disponível em: http://research.becta.org.uk/upload-dir/downloads/page_documents/research/web2_ks34_summary.pdf. Acesso em: 25 out. 2010.

DAMIANI, M. F. Entendendo o trabalho colaborativo em educação e revelando seus benefícios. Educar, Curitiba, n. 31, p. 213-230, 2008.

DEMO, P. Educação hoje: ―novas‖ tecnologias, pressões e oportunidades. São Paulo, SP: Atlas, 2009. 137 p.

FERREIRA, M. C. A.; SILVA, B. D. Docência online: uma tessitura pedagógica/comunicacional. In: CONGRESSO INTERNACIONAL GALEGO-PORTUGUÊS DE PSICOPEDAGOGIA, 10., Braga, Portugal, 2009. Actas do X Congresso Internacional Galego-Português de Psicopedagogia. Braga: Universidade do Minho, 2009. Disponível em:

http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/9970/1/DOC%C3%8ANCIA%20ONLINE%20-20UMA%20TESSITURA%20PEDAG%C3%93GICACOMUNICACIONAL.pdf. Acesso em: 4 jun. 2010.

HIGGINS, S. Interpreting the evidence base for the impact of digital technologies on learning. Coventry: Becta, 2009.

KUNZ, E. Educação física: ensino e mudanças. 2. ed. Ijuí: Unijuí, 2001.

MATTA, A. E. R. Projetos de autoria hipermídia em rede: ambiente mediador para o ensino- aprendizagem de História. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 25., 2002, Caxambu. Anais… Caxambu: Anped, 2002. p. 95-118.

MEDEIROS, L. L. Mídias na educação e co-autoria como estratégia pedagógica. Em Aberto, Brasília, DF, v. 22, n. 79, p. 139-150, jan. 2009.

NEVES, C. A pedagogia da autoria. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v. 31, n. 3, p. 19-27, set./dez. 2005. Disponível em: http://www.senac.br/BTS/313/boltec313b.html>. Acesso em: 26 out. 2010.

O'REILLY, T. What is Web 2.0: design patterns and business models for the next generation of software. [Sebastopol, CA]: O'Reilly, 2005. Disponível em: http://oreilly.com/web2/archive/what-is-web-20.html. Acesso em: 27 dez. 2010.

PATROCÍNIO, J. M. Hipervídeo. Revista Espcom, Belo Horizonte, Brasil, v. 1, n. 1, 2006. Disponível em: http://www.fafich.ufmg.br/~espcom/revista/numero1/ArtigoJanainaPatrocinio.html. Acesso

em: 4 jun. 2010.

PESCE, L.; J. PEÑA, M. D.; ALLEGRETTI, S. Mapas conceituais, wiki, blogs e aprendizagem colaborativa: fundamentos e aplicações, In: SIMPOSIUM IBEROAMERICANO EM EDUCACIÓN, CIBERNÉTICA Y INFORMÁTICA: SIECI, 6., Orlando, USA. Electronic proceedings... Orlando: International Institute of Informatics and Systemics, v. 2, 2009. p. 162-167. Disponível em: http://www.iiis.org/CDs2008/CD2009CSC/SIECI2009/PapersPdf/X908TI.pdf. Acesso em: 4 jun. 2010.

PRIMO, A. O aspecto relacional das interações na Web 2.0. E-Compós, Brasília, v. 9, p. 1-21, 2007. Disponível em: http://www6.ufrgs.br/limc/PDFs/web2.pdf. Acesso em: 25 jun. 2010.

PROTHEROE, N. Technology and student achievement. Principal-effective intervention - Research Report, v. 85, n. 2, p. 46-48, Nov./Dec. 2005. Disponível em: http://www.knowledge-media.com/synergy/content/821/pdf-naesp1745_technologyandstudentachievemen.pdf. Acesso em: 25 out. 2010.

REZENDE, F. As novas tecnologias na prática pedagógica sob a perspectiva construtivista. Ensaio – Pesquisa em Educação em Ciências, v. 2, n. 1, mar. 2002. Disponível em: http://www.portal.fae.ufmg.br/seer/index.php/ensaio/article/viewFile/13/45. Acesso em: 12 jul. 2010.

ROMANÍ, C. C. Aprendizaje colaborativo: nuevos modelos para usos educativos. In: ROMANÍ, C. C.; KUKLINSKI, H. P. Planeta Web 2.0: inteligencia colectiva o médios fast food. Barcelona: Universitat de Vic.; México, DF: Flacso, 2007.

ROMANÓ, R. S. Ambientes virtuais para a aprendizagem colaborativa no ensino fundamental. Athena: Revista Científica de Educação (Online), Curitiba, v. 2, n. 2, p. 73-88, 2004. Disponível em: http://www.nonio.uminho.pt/documentos/actas/actchal2003/05comunicacoes/Tema3/03Rosa

naRomano.pdf. Acesso em: 26 out. 2010.

SCHLEMMER, E.; SACCOL, A. Z.; GARRIDO, S. Um modelo sistêmico de avaliação de softwares para educação a distância como apoio à gestão da EAD. Revista de Gestão USP, São Paulo, v. 14, n. 1, n. 1, p. 77-91, jan./mar. 2007.

SILVA, M. Sala de aula interativa. 4. ed. Rio de Janeiro, RJ: Quartet, 2006.

UNDERWOOD, J. The impact of digital technology: a review of the evidence of the impact of digital technologies on formal education. Coventry, UK: Becta, 2009. 27p. Disponível em: http://publications.becta.org.uk/download.cfm?resID=41343. Acesso em: 26 out. 2010.

VERENGUER, R. C. G. Docência universitária e Moodle: construindo uma metodologia

para a mediação pedagógica. Disponível em: http://www.moodlemoot.com.br/eduead/file.php/1/moddata/forum/7/163/Docencia_Universi

taria_e_Moodle._-_Verenguer_Rita_C.G.doc. Acesso em: 26 out. 2010.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. 6. ed. São Paulo, SP: Martins Fontes, 1998.

WHEELER, S.; BOULOS, M. K. A cultura colaborativa e a criatividade destrutiva da web 2.0: aplicativos para o ensino da medicina. Revista Eletrônica de Com. Inf. Inov. Saúde, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 27-34, jan./jun. 2007.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.