Uma análise da produção audiovisual colaborativa: uma experiência inovadora em uma escola de ensino fundamental

  • Monica Cristina Garbin Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Produção audiovisual colaborativa. Web 2.0. Tecnologias na educação. Ensino fundamental.

Resumo

O objetivo do presente trabalho é analisar de que forma se deu a colaboração entre os alunos e os professores para a construção de um vídeo educativo, em uma escola de ensino fundamental localizada em Campinas. Organizamos nosso trabalho em três etapas, sendo que a primeira correspondente a criação dos materiais a serem usados na pesquisa de campo; a segunda, diz respeito ao trabalho de campo, com observações e entrevistas dos sujeitos, e a terceira relaciona-se a criação de parâmetros para análise dos dados e a análise propriamente dita. Além disso, a pesquisa na escola, realizada entre os anos de 2009 e 2010, foi dividida em duas fases, sendo que na primeira trabalhamos com estudantes e professores do ensino médio e na segunda do ensino fundamental ciclo II. Durante a análise dos dados utilizamos nossa pesquisa bibliográfica para ajudar na identificação dos processos encontrados em nosso material coletado, caracterizando-os como colaborativos ou não. Ao final da pesquisa notamos que o processo de colaboração entre alunos e professores requer uma mudança de postura dos mesmos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Monica Cristina Garbin, Universidade Estadual de Campinas
Pedagoga, Mestre em Educação pelo Laboratório de Novas Tecnologias Aplicadas na Educação – Faculdade de Educação – UNICAMP; pesquisadora da área de tecnologias aplicadas para a educação

Referências

ALMENARA, J. C. Principios pedagógicos, psicológicos y sociológicos del trabajo colatorativo: su proyección en la telenseñanza. In: SÁNCHEZ, F. M. (Org.) Redes de comunicación en la enseñanza: las nuevas perspectivas del trabajo corporativo. Barcelona: Paidós, 2003. p. 129-157.

AMARAL, S. F. Aplicação pedagógica do WebLab e sua disponibilização na Rede Relivi: uma prática inovadora em sala de aula. In: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – INTERCOM, 32., 2009, Curitiba. Anais... São Paulo: Intercom, 2009.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem. 7. ed. São Paulo, SP: Hucitec, 1981.

BELLONI, M. L. O que é mídia educação. 3. ed. Campinas: Autores Associados, 2009.

BELLONI, M. L.; GOMES, N. G. Infância, mídias e aprendizagem: autodidaxia e colaboração. Educação e Sociedade [online], Campinas, v. 29, n. 104, p. 717-746, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302008000300005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 24 maio 2010.

BORGES, M. A. F. Analisando e apoiando a colaboração em ambientes com interação textual. 2003. Tese (Doutorado) – Instituto de Computação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2003.

BRASIL. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio – PNAD. Brasília: IBGE, 2008.

CARVALHO, R. Q. Capacitação tecnológica, revalorização do trabalho e educação. In: FERRETTI, C. J. et. al. (Org.) Novas tecnologias, trabalho e educação: um debate multidisciplinar. 3.ed. Petrópolis: Vozes, 1994

COMITÊ GESTOR DA INTERNET NO BRASIL – CGI.BR. 2009. Disponível em: http://www.cgi.br/ Acesso em: 24 maio 2010

CHIU, H.-Y; WEN, S.-Z.; SHENG, C.-C. Apply Web 2.0 tools to constructive collaboration learning: a case study in MIS course. In: INTERNATIONAL JOINT CONFERENCE ON INC, IMS AND IDC, 5., 2009, Seul. Proceedings... Washington D.C.: IEEE Computer Society, 2009. p. 1638-1643.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 2. ed. Porto Alegre: Art. Med., 2007.

ESPINOSA, M. P. P. Aprendemos... ¿ Cooperando o colaborando? Las claves del método. In: SÁNCHEZ, F. M. (Org.). Redes de comunicación en la enseñanza: las nuevas perspectivas del trabajo corporativo. Barcelona: Paidós, 2003. p. 95-127.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação. Rio de Janeiro, RJ: Paz e Terra, 1980.

HUANG, Y.-M.; LIU, C.-H. Applying adaptive swarm intelligence technology with structuration in web-based collaborative learning. Computers & Education, v. 52, p. 789-799, 2009.

JONES, N. et al. Get out of MySpace! Computers & Education, v. 54, p. 776-782, 2010.

LAN, Y.-F.; JIANG, Y.-C. Using instant messaging and annotation services to improve undergraduate programming courses in web-based collaborative learning. In: INTERNATIONAL JOINT CONFERENCE ON INC, IMS AND IDC, 5., 2009, Seul. Proceedings... Washington D.C.: IEEE Computer Society, 2009.

LURIA, A. R. A atividade consciente do homem e suas raízes histórico-sociais. Curso de Psicologia Geral. Rio de Janeiro, RJ: Civilização Brasileira, 1979.

LIMA, L. O. Mutações em educação segundo Mc Luhan. 3. ed. Rio de Janeiro, RJ: Vozes, 1971.

MONAHAN, T.; MCARDLE, G.; BERTOLOTTO, M. Virtual reality for collaborative e- learning. Computers & Education, vol. 50, 2008, pp. 1339–1353

OLIVEIRA, M. K. Vygotsky: aprendizado e desenvolvimento: um processo sócio-histórico. São Paulo, SP: Scipione, 1997.

PIAGET, J. A psicologia da inteligência. Trad. Otávio Mendes Cajado. Rio de Janeiro, RJ: Bertrand Brasil, 10 ed., 1989.

PRENSKY, M. Digital natives, digital immigrants. On the horizon, MCB University Press, v. 9, n. 5, out. 2001.

PRENSKY, M. How to teach with technology: keeping bother teachers and students comfortable in an era of exponential change. Emerging Technologies for Learning, v. 2, 2007. Disponível em: http://partners.becta.org.uk/page_documents/research/emerging_technologies07_chapter4.pdf. Acesso em: 6 de maio de 2010.

PRENSKY, M. H. Sapiens digital: From digital immigrants and digital natives to digital wisdom. Innovate, v. 5, n. 3., fev./mar. 2009. Disponível em: http://www.innovateonline.info/pdf/vol5_issue3/H._Sapiens_Digital-

__From_Digital_Immigrants_and_Digital_Natives_to_Digital_Wisdom.pdf. Acesso em: 6

maio 2010.

SABIN, M.; LEONE, J. IT Education 2.0. SIGUCCS, 13 out., p. 229-236, 2009.

SOUZA, K. I.; GARCIA FERNÁNDEZ, R.. Prácticas educativas em el uso del video digital em aula. In: AMARAL, S. F. et al. (Org.). Aplicaciones educativas y nuevos lenguajes de las TIC. Campinas: Gráfica FE, 2008.

THINYANE, H. Are digital natives a world-wide phenomenon? an investigation into south african first year students’ use and experience with technology. Computers & Education, p. 722–732, 2010.

TSAI, C.-C. Do students need teacher’s initiation in online collaborative learning? Computers & Education, p. 1-8, 2009.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo, SP: Martins Fontes, 1998.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e linguagem. São Paulo, SP: Martins Fontes, 1987.

WAYCOTT, J. et al. Digital divides? Student and staff perceptions of information and communication technologies. Computers & Education, v. 54, p. 722-732, 2010.

Publicado
2010-11-18
Como Citar
Garbin, M. C. (2010). Uma análise da produção audiovisual colaborativa: uma experiência inovadora em uma escola de ensino fundamental. ETD - Educação Temática Digital, 12, 227-251. https://doi.org/10.20396/etd.v12i0.1211