A obra do Padre Antonio Vieira na agenda das pesquisas acadêmicas no Brasil

  • Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi Universidade Federal de São Carlos
  • Amarílio Ferreira Junior Universidade Federal de São Carlos
  • Marisa Bittar Universidade Federal de São Carlos
  • Carlos Roberto Massao Hayashi Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: Antonio Vieira, 1608-1697. Bibliometria. Produção científica. Ação dos jesuítas.

Resumo

Embora já tenham se passado 400 anos de seu o nascimento, estudiosos reunidos em inúmeros fóruns ainda discutem a relevância da palavra de Vieira, em busca de respostas que iluminem o significado da vida e da obra do jesuíta enquanto inspiração para o desenvolvimento de pesquisas. Este artigo analisa como a obra de Antonio Viera foi apropriada nos estudos acadêmicos desenvolvidos no Brasil, por meio do reconhecimento da produção científica consolidada em teses e dissertações defendidas nos programas de pós-graduação do país, no que diz respeito às temáticas abordadas em seus mais variados aspectos. A metodologia adotada constou da leitura dos resumos e textos integrais dos estudos e categorização de autores e temas abordados, os quais foram analisados à luz das abordagens dos estudos bibliométricos e da pesquisa histórica analítico-descritiva. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi, Universidade Federal de São Carlos
Doutora em Educação, Professora Associada do Departamento de Ciência da Informação da UFSCar e docente dos Programas de Pós-Graduação em Educação e Pós-Graduação em Educação Especial, ambos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).
Amarílio Ferreira Junior, Universidade Federal de São Carlos
Doutor em História Social, Professor Associado do Departamento de Educação e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
Marisa Bittar, Universidade Federal de São Carlos
Doutora em História Social, Professora Titular do Departamento de Educação e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).
Carlos Roberto Massao Hayashi, Universidade Federal de São Carlos
Doutor em Educação, Professor Adjunto do Departamento de Ciência da Informação da UFSCar e docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Referências

ALMEIDA, Stela Borges. Educação, história e imagem: um estudo do Colégio Antonio Vieira através de uma coleção de negativos em vidro dos anos 20. (Tese de doutorado). Salvador: UFBA, 2000.

ANTONIAZZI, Maria Regina F. A historicidade da práxis pedagógica dos jesuítas no Brasil Colônia: 1549-1697. (Dissertação de mestrado) Salvador: UFBA, 1994.

ARAÚJO, Jorge de Souza. António Vieira e a paranética religiosa. Semear: Revista da Cátedra Padre Antonio Vieira de Estudos Portugueses, v. 2, 1998. Disponível em: http://www.letras.puc-rio.br/catedra/revista/2Sem_03.html. Acesso em: 25 ago. 2011.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ANTROPOLOGIA – ABA. Disponível em: http://www.unicamp.br/aba/teses/00sumario.html. Acesso em: 15 ago. 2009.

AZEVEDO, João Lúcio de. História de António Vieira. Lisboa: Alameda, 2008. (2v).

BORTOLOTI, Karen Fernanda da Silva. O discurso jesuítico na Clavis Prophetarum do Padre Antonio Vieira. (Dissertação de mestrado). Franca: Unesp, 2005.

CARVALHO, Carlos Roberto. Vieira entre outros: usos & abusos. (Tese de doutorado). Rio de Janeiro: UFF, 2005.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR – CAPES. MEC. Banco de teses. Disponível em: http://www.capes.gov. br/servicos/banco-de-teses. Acesso em: 10 de ago. 2009.

CRESSONI, Fábio Eduardo. Educação de escravos africanos: uma leitura de Vieira. (Mestrado em Educação) Piracicaba, Unimep, 2008.

CUNHA, Antônio Afonso da. Uma visão da pessoa do índio em Padre Antonio Vieira. (Dissertação de mestrado) Porto Alegre: PUC-RS, 1980.

DIEZ, Carmen Lúcia Fornari. O “bas-fonds” da educação no Brasil Colonial. (Tese de doutorado). Piracicaba: Unimep, 2001.

FERNANDES, Márcio Luiz. O padre Antonio Vieira e o método da pregação. Revista Pistis & Práxis: Teologia e Pastoral, v. 2, n.1, p. 211-230, jan./jun. 2010.

FERREIRA JUNIOR, Amarilio; BITTAR, Marisa. A pedagogia da escravidão nos Sermões do Padre Antonio Vieira. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 84, n. 206/207/208, p. 43-53, 2004.

FRANCO, José Eduardo; CABANAS, Maria Isabel Moran. O padre Antonio Vieira e as mulheres: o mito barroco do feminismo. Porto: Campo das Letras, 2008.

FLORES, Luiz Felipe Baêta Neves. Imaginação social jesuítica e instituição pedagógica Maranhão e Grão Pará século XVII. (Tese de doutorado).Rio de Janeiro: UFRJ, 1984.

GLÄNZEL, W. Bibliometrics as a research field: a course on theory and application of bibliometrics indicators. 2003. Disponível em: www.norslis.net/2004/Bib_Module_KUL.pdf. Acesso em: mar. 2010.

HANSEN, João Adolfo. Padre Antonio Vieira: Sermões. In: MOTA, Lourenço Dantas. (Org.). Introdução ao Brasil: um banquete no trópico. São Paulo, SP: Senac, 1999. p. 23-53

HAYASHI, Maria Cristina Piumbato Innocentini; HAYASHI, Carlos Roberto Massao; SILVA Márcia Regina da. Panorama da educação jesuítica no Brasil colonial: síntese do conhecimento em teses e dissertações. Em Aberto, v. 21, p. 137-172, 2007 a.

HAYASHI, Maria Cristina Piumbato Innocentini; CABRERO, Rodrigo de Castro; COSTA, Maria da Piedade Resende da; HAYASHI, Carlos Roberto Massao. Indicadores de participação feminina em ciência e tecnologia. TransInformação, v. 19, n. 2, p.169-187, 2007b.

HAYASHI, Maria Cristina Piumbato Innocentini; FERREIRA JUNIOR, Amarilio; BITTAR, Marisa; HAYASHI, Carlos Roberto Massao; SILVA, Márcia Regina da. História da educação brasileira: a produção científica na biblioteca eletrônica SCIELO. Educação & Sociedade, v. 29, p. 181-211, 2008.

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA – IBICT. MCT. Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. Disponível em: http://bdtd2.ibict.br/. Acesso em: 16 de ago. 2009.

KOSHIBA, Luiz. A honra e a cobiça: estudo sobre a origem da colonização. (Tese de doutorado). São Paulo: USP, 1988.

LIMA, Luis Felipe Silvério. Padre Vieira: sonhos proféticos, profecias oníricas. O tempo do Quinto Império nos sermões de Xavier Dormindo. (Dissertação de mestrado).São Paulo: USP, 2000.

MASSIMI, Marina. Conhecimentos psicológicos e experiência religiosa na história da cultura brasileira: um sermão de Antonio Vieira. In: MASSIMI, Marina; MAHFOUD, Miguel. (Org.). Diante do mistério: psicologia e senso religioso. p. 47-56. São Paulo, SP: Loyola, 1999.

MENDES, Margarida Vieira. A oratória barroca de Vieira. Lisboa: Caminho, 1989a.

MENDES, Margarida Vieira. Estética e memória no Padre Antonio Vieira. Colóquio Letras, n. 110-111, p. 23-33, jul./out., 1989b.

MOTTA, Marcus Alexandre. Essa nova e nunca ouvida história: escrita e história em Antonio Vieira. (Dissertação de mestrado). Rio de Janeiro: UFRJ, 1997.

MURARO, Valmir Francisco. Padre Antonio Vieira: navegante do profetismo. (Tese de doutorado) São Paulo: USP, 1998.

NASCIMENTO, Robson Ricardo de Souza. O púlpito como cátedra: retórica e educação nos sermões do Pe. Vieira (1608-1697). (Dissertação de mestrado) Natal: UFRN, 2007.

MOISÉS, Massaud. História da literatura brasileira. 2. ed. São Paulo, SP: Cultrix, 2009.v.1

MUHANA, Adma Fadul. Recursos retóricos na obra especulativa de Antonio Vieira. (Dissertação de mestrado). São Paulo: USP, 1989.

NEVES, Luiz Felipe Baêta. Os quatro ventos do mundo e as três cores de gente desta grande república da escravidão colonial. Revista da SBHC, n. 8, p. 3-20, 1992.

OLIVEIRA, Ana Lúcia de. Antonio Vieira e as “metafísicas do vento”. Cadernos do CNLF, Rio de Janeiro, v. 11, n. 13, p. 32-44, 2008.

PAIVA, José Pedro. Padre Antonio Vieira: 1608-1697: bibliografia. Lisboa: Biblioteca Nacional, 1999.

PALACÍN, Luis Gomes. (SJ). Vieira: entre o reino imperfeito e o reino consumado. São Paulo, SP: Loyola, 1998.

PÉCORA, Antonio. Teatro do Sacramento: a unidade teológico-retórica-política dos sermões de Antonio Vieira. São Paulo, SP: EDUSP; Campinas: Ed. Unicamp, 1994.

PEREIRA, João Batista. O Padre Vieira: orador e profeta do V Império. (Dissertação de mestrado). Maringá: UEM, 2005.

PORTAL DOMÍNIO PÚBLICO. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br. Acesso em: 10 de ago. 2009.

RAMINELLI, Ronald. Imagens da colonização: a representação do índio de Caminha a Vieira. (Tese de doutorado). São Paulo: USP, 1994.

ROSITO, Margaréte May. Aulas régias: currículo: carisma, poder: um teatro clássico? (Tese de doutorado). Campinas: Unicamp, 2002.

SANTOS, V. S. A ideologia da literatura brasileira colonial. (Tese de doutorado). Porto Alegre: PUC-RS, 1988.

SARAIVA, Antonio José. História e utopia: estudos sobre Vieira. Lisboa: Ministério da Educação; Instituto de Cultura e Língua Portuguesa, 1992.

SARAIVA, Antonio José. O discurso engenhoso: ensaios sobre Vieira. Lisboa: Gradiva, 1996.

SILVEIRA, Francisco. Maciel. Parentética e persuasão em Antonio Vieira: uma história do futuro. (Dissertação de mestrado) São Paulo: USP, 1977.

VIEIRA, Padre Antonio. Sermões. Porto: Lello & Irmão Editores, 1945. (v.2; v. 5; v.9).

Publicado
2012-05-21
Como Citar
Hayashi, M. C. P. I., Ferreira Junior, A., Bittar, M., & Hayashi, C. R. M. (2012). A obra do Padre Antonio Vieira na agenda das pesquisas acadêmicas no Brasil. ETD - Educação Temática Digital, 14(1), 96-120. https://doi.org/10.20396/etd.v14i1.1243

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)