Formação, função e formas de provimento do cargo do gestor escolar: as diretrizes da política educacional e o desenvolvimento teórico da administração escolar

  • Graziela Zambão Abdian Universidade Estadual Paulista
  • Viviani Fernanda Hojas Universidade Estadual Paulista
  • Maria Eliza Nogueira Oliveira Universidade Estadual Paulista
Palavras-chave: Política educacional. Administração escolar. Gestor escolar.

Resumo

O objetivo deste trabalho é, mediante o tensionamento entre as diretrizes da política educacional e o movimento teórico da área, analisar questões históricas e atuais referentes à formação, à função e às formas de provimento do cargo do gestor escolar, entre os anos 1970 e 2000.  Para isso, utilizamos entrevistas semiestruturadas realizadas em escolas públicas municipais e estaduais, assim como em uma universidade pública do interior do estado de São Paulo, com integrantes do curso de Pedagogia. Da análise realizada, finalizamos com alguns apontamentos; entre eles, a possibilidade de reacender a discussão, iniciada nos idos dos anos 1960, sobre a necessidade de formação inicial sólida do gestor escolar, para que ele possa exercer a competência pedagógica adquirida e o compromisso político conquistado ao longo desses anos; e interagir de forma crítica e consciente com as diretrizes da política educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Graziela Zambão Abdian, Universidade Estadual Paulista

Professora Assistente Doutora do Departamento de Administração e Supervisão Escolar e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual Paulista.

Viviani Fernanda Hojas, Universidade Estadual Paulista

Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual Paulista. Bolsista da Fundação de Amparo da Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Maria Eliza Nogueira Oliveira, Universidade Estadual Paulista

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual Paulista. Bolsista FAPESP no mestrado e CAPES no doutorado.

Referências

ALONSO, Mirtes. O papel do diretor na Administração escolar. São Paulo, SP: Difel, l976.

ANDRADE, Narcisa Veloso. Administração em educação. Rio de Janeiro, RJ: Livros Técnicos e Científicos , 1979.

BRASIL. Presidência da República. Lei no 4024 de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Disponível em: http://www2.camara.gov.br/legin/fed/lei/1960-1969/lei-4024-20-dezembro-1961-353722-publicacaooriginal-1-pl.html. Acesso em 03 de março de 2011.

BRASIL. Parecer n° 251/62. Currículo mínimo e duração para o curso de graduação em Pedagogia. Relator: Valnir Chagas. Documenta, n° 11, p. 59-65, 1962.

BRASIL. Congresso Nacional. Lei n° 5.540, de 28 de novembro de 1968. Fixa normas de organização e funcionamento do ensino superior e sua articulação com a escola média, e dá outras providências. In: SILVA, C. S. B. da. Curso de Pedagogia no Brasil: história e identidade. 2a Ed. Campinas: Autores Associados, 2003. (Coleção Polêmicas do Nosso Tempo; 66).

BRASIL. Parecer n° 252/69. Estudos pedagógicos superiores. Mínimos de conteúdo e duração para o curso de graduação em Pedagogia. Relator: Valnir Chagas. Documenta, n° 100, p. 101-117, 1969a.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Federal de Educação. Resolução CFE n° 2/69, de 12 de maio de 1969b. Fixa os mínimos de conteúdo e duração do Curso de Pedagogia.

BRASIL. Lei Federal no 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1° e 2o graus, e dá outras providências. Disponível em: http://www81.dataprev.gov.br/sislex/paginas/42/1971/5692.htm. Acesso em: 20 de fevereiro de 2011.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.pedagogiaemfoco.pro.br/l9394_96.htm. Acesso em: 01 de março de 2011.

BRASIL. CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Conselho Pleno. Resolução CNE/CP n. 1/2006, de 15 de maio de 2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, 16 maio 2006.

BRUNO, Lúcia. Poder e administração no capitalismo contemporâneo. In: OLIVEIRA, Dalila Andrade. (Org.). Gestão democrática da educação: desafios contemporâneos. Petrópolis: Vozes, 1997.

BRZEZINSKI, Iria. A formação de professores para a educação básica e o Curso de Pedagogia: a tensão entre o instituído e instituinte. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Porto Alegre, v. 23, n. 2, p. 229-251, maio/ago. 2007.

CASTRO, Magali de. A formação de professores e gestores para os anos iniciais da educação básica: das origens às diretrizes curriculares nacionais. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, Porto Alegre, v. 23, n. 2, p. 199-227, maio/ago. 2007.

CORTINA, Roseane Leite. Burocracia e educação: o diretor de escola no Estado de São Paulo. Araraquara: FCL/Laboratório Editorial/UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica Editora, 1999.

CURY, Carlos Roberto Jamil. A Educação escolar, a exclusão e seus destinatários. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 48, p. 205-222, dez. 2008.

EDUCAÇÃO & SOCIEDADE – Revista de Ciência da Educação. Campinas, v. 26, n. 92, p. 719-1156, out. 2005. Especial. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em: 02 de fevereiro de 2011.

FELIX, Maria de Fátima Castro. Administração escolar: problema educativo ou empresarial. São Paulo, SP: Cortez, 1984.

FERREIRA, Naura Syria Carapeto; AGUIAR, Marcia Angela da S. (Org.). Gestão da educação: impasses, perspectivas e compromissos. São Paulo, SP: Cortez, 2001.

GADOTTI, Moacyr. Projeto político-pedagógico da escola: fundamentos para sua realização. In: GADOTTI, Moacyr; ROMÃO, José E. (Org.). Autonomia da escola: princípios e propostas. 2. ed. São Paulo, SP: Cortez, 1997. p. 33-41.

HERSEY, Paul; BLANCHARD, Kenneth. H. Psicologia para administradores de empresas: a utilização de recursos humanos. Trad. Dante Moreira Leite. São Paulo, SP: EPU; Rio de Janeiro, RJ: Fundação Nacional de Material Escolar, 1974.

LIMA, Licínio C. A escola como organização educativa: uma abordagem sociológica. 3. ed. São Paulo, SP: Cortez, 2008.

LOURENÇO FILHO, Manoel Bergstrom. Organização e Administração escolar. São Paulo, SP: Melhoramentos, 1963.

LUCE, Maria Beatriz; MEDEIROS, Isabel Letícia Pedroso. (Org.). Gestão escolar democrática: concepções e vivências. Porto Alegre: UFRGS, 2006. p. 51-63.

LÜCK, Heloísa. Perspectivas da Gestão escolar e implicações quanto à formação de seus gestores. Em Aberto, Brasília, v. 17, n. 72, p. 11-32, 2000.

MACHADO, Lourdes Marcelino. Quem “embala” a escola? Considerações a respeito da gestão da unidade escolar. In: MACHADO, Lourdes Marcelino; MAIA, Graziela Zambão Abdian. (Org.). Administração e supervisão escolar: questões para o novo milênio. Marília: Pioneira, 2000.

MACHADO, Lourdes Marcelino; MAIA, Graziela Zambão Abdian. A formação dos profissionais da educação à luz das novas diretrizes curriculares nacionais. Revista Brasileira de Política e Administração Escolar, Porto Alegre. v. 23, n. 2, p. 293-313-78, maio/ago. 2007.

MACHADO, Maria Aglaê de Medeiros. Desafios a serem enfrentados na capacitação de gestores escolares. Em Aberto, Brasília, v.17, n.72, p. 97-112, jun. 2000.

MAIA, Graziela Zambão Abdian. As publicações da ANPAE e a trajetória do conhecimento em Administração da Educação no Brasil. 2004. 196 fl. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, Marília, 2004.

NÓVOA, Antonio. (Coord). As organizações escolares em análise. 2. ed. Lisboa: Dom Quixote, Instituto de Inovação Educacional, 1995.

PARO, Vítor. Henrique. Administração escolar: introdução crítica. São Paulo, SP: Cortez, 1986.

PARO, Vítor. Henrique. Eleição de diretores: a escola experimenta da democracia. 2a ed. SP: Xamã, 2003.

PARO, Vítor. Henrique. José Querino Ribeiro e o paradoxo da Administração Escolar. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação, v. 23, n. 3, p. 561-570, set./dez., 2007.

REVISTA BRASILEIRA DE POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO (RBPAE). Associação Nacional de Política e Administração da Educação. Porto Alegre, v. 23, n. 2, maio/ago. 2007. p.169-408.

RIBEIRO, José Querino. Introdução à Administração Escolar (alguns pontos de vista). In: ANPAE. Administração escolar. Edição Comemorativa do I Simpósio de Administração Escolar, 1968.

ROMÃO, J. E; PADILHA, P. R. Diretores escolares e Gestão democrática da escola. In: GADOTTI, Moacyr; ROMÃO, J. E. (Org.). Autonomia da escola: princípios e propostas. 2. ed. São Paulo, SP: Cortez, 1997. p. 91-102.

ROMANELLI, Otaíza. História da Educação no Brasil. 28. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

SÃO PAULO (ESTADO). Diário Oficial do Estado, São Paulo, 23 de março de 1978. p. 67-68.

SÃO PAULO (ESTADO). Diário Oficial do Estado, São Paulo, 6 de abril de 1988. p.98.

SÃO PAULO (ESTADO). Diário Oficial do Estado, São Paulo, 15 de Março de 2006. p. 14-15.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia: espaço da educação na Universidade. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 37, p. 99-134, jan./abr. 2007.

SAVIANI, Dermeval. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 10. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2008 (Coleção educação contemporânea).

SCHNECKENBERG, Marisa. A relação entre política pública de reforma educacional e a gestão do cotidiano escolar. Em Aberto, Brasília, v.7, n. 72, p. 113-124, fev./jun. 2000.

SILVA JUNIOR, Celestino Alves. O espaço da administração no tempo da gestão. In: MACHADO, Lourdes Marcelino; FERREIRA, Naura Syria Carapeto. (Org.). Política e gestão da educação: dois olhares. Rio de Janeiro, RJ: DP&A, 2002. p. 199-212.

SILVA JUNIOR, Celestino Alves. Organização do trabalho na escola: a prática existente e a teoria necessária. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 59, p. 73-76, nov. 1986.

SILVA JUNIOR, João dos Reis; FERRETTI, Celso. J. O institucional, a organização e a cultura da escola. São Paulo, SP: Xamã, 2004.

SINGER, Paul. Poder, política e educação. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 1, p. 1-14, jan. abr. 1996.

TEIXEIRA, Anísio. Natureza e função da administração escolar. Salvador: ANPAE, 1968.

VIEIRA, Alexandre Thomaz; ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini de Almeida; ALONSO, Myrtes. (Org.). Gestão educacional e tecnologia. São Paulo, SP: Avercamp, 2003.

WERLE, Flávia Obino Corrêa. Participação da Universidade com os demais níveis de ensino e a formação do educador- novas perspectivas para o administrador da educação. Revista Brasileira de Política e Administração Escolar, Porto Alegre, v. 8, n. 2, p. 79-99, jul./dez. 1992.

Publicado
2012-05-21
Como Citar
Abdian, G. Z., Fernanda Hojas, V., & Oliveira, M. E. N. (2012). Formação, função e formas de provimento do cargo do gestor escolar: as diretrizes da política educacional e o desenvolvimento teórico da administração escolar. ETD - Educação Temática Digital, 14(1), 399-419. https://doi.org/10.20396/etd.v14i1.1260