Consórcio entre pesquisas: possibilidades para o aprofundamento dos estudos qualitativos em educação

Autores

  • João Alberto da Silva Universidade Federal do Rio Grande
  • Julio Cesar Bresolin Marinho Universidade Federal do Rio Grande
  • Giovanny Araújo França Universidade de Cambridge

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v15i3.1265

Palavras-chave:

Pesquisa em educação. Pesquisa qualitativa. Consórcio de pesquisa.

Resumo

Este estudo aborda as intencionalidades e implicações dos consórcios no contexto das modalidades de pesquisa quantitativa e qualitativa. Entendemos que um consórcio de pesquisas se caracteriza quando um único estudo abarca diferentes linhas e objetivos, sendo liderado por diferentes pesquisadores que trabalham em conjunto. O consórcio de pesquisa quantitativo apresenta a possibilidade de acessar um maior número de indivíduos da população-alvo, reduzindo o tempo para coleta de dados e otimizando recursos. Nas investigações qualitativas, os consórcios procuram ampliar os enfoques e a profundidade do estudo, tentando alcançar uma multidimensionalidade sobre um campo de estudo específico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Alberto da Silva, Universidade Federal do Rio Grande

Mestre e Doutor em Educação (PPGEDU/UFRGS), Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências da Universidade Federal do Rio Grande - FURG.

Julio Cesar Bresolin Marinho, Universidade Federal do Rio Grande

Licenciado em Biologia, Mestre em Educação em Ciências (PPGEC/FURG). Professor do Instituto de Educação da Universidade Federal do Rio Grande - FURG.

Giovanny Araújo França, Universidade de Cambridge

Bacharel em Nutrição, Mestre e Doutorando em Epidemiologia (PPGE/UFPel). Pesquisador na Universidade de Cambridge – Inglaterra.

Referências

BARROS, Aluísio et al. O Mestrado do Programa de Pós-graduação em Epidemiologia da UFPel baseado em consórcio de pesquisa: uma experiência inovadora. R. bras. epidemiol., São Paulo, v.11, supl. 1, p. 133-144, maio 2008.

CUNHA, Antônio Geraldo da. Dicionário etimológico da Língua Portuguesa. 4 ed. Editora Lexikon: São Paulo, 2002.

FIORENTINI, Dario. Pesquisar práticas colaborativas ou pesquisar colaborativamente? In: BORBA, Marcelo de Carvalho; ARAÚJO, Jussara de Loiola (Org.). Pesquisa qualitativa em educação matemática. 5 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2013. p. 53-85.

HALLAL, Pedro Curi et al. Consórcio de pesquisa: relato de uma experiência metodológica na linha de pesquisa em atividade física, nutrição e saúde do curso de mestrado em Educação Física da UFPel. R. bras. Atividade Física & Saúde, Pelotas, v. 14, n. 3, p. 156-163, set./dez. 2009.

LAVILLE, Christian; DIONNE, Jean. A construção do saber: manual de metodologia em ciências humanas. Porto Alegre: Artmed, 1999.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 7 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

MARINHO, Julio Cesar Bresolin; SILVA, João Alberto; FERREIRA, Maira. A Educação em Saúde como proposta transversal: analisando os Parâmetros Curriculares Nacionais e algumas concepções docentes. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, 2013. (No prelo).

SANTOS FILHO, José Camilo dos. Pesquisa quantitativa versus pesquisa qualitativa: o desafio paradigmático. In: SANTOS FILHO, José Camilo dos; GAMBOA, Silvio Sánchez. Pesquisa educacional: quantidade-qualidade. 7 ed. São Paulo: Cortez, 2009. p. 13-59.

SANTOS, Flávia Maria Teixeira dos; GRECA, Ileana María. Metodologias de pesquisa no ensino de ciências na América Latina: como pesquisamos na década de 2000. Ciênc. educ., Bauru, v. 19, n. 1, 2013. p.15-33.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 23 ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SILVA, João Alberto da et al. Concepções e práticas de experimentação nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Linhas Críticas, Brasília, v. 18, n. 35, 2012. p. 127-150.

SILVA, João Alberto da et al. Alfabetizar para ler o mundo: a educação em ciências com crianças. In: RIBEIRO, Paula; HENNING, Paula. (Org.). Diálogos em educação em ciências. Rio Grande: EdiGraf, 2013, v. 1, p. 63-72.

SILVA, Grasiele Ruiz; SILVA, João Alberto. História da ciência e experimentação: perspectivas de uma abordagem para os anos iniciais do Ensino Fundamental. Revista Brasileira de História da Ciência, Rio de Janeiro, 2013. (No prelo).

TURATO, Egberto Ribeiro. Métodos qualitativos e quantitativos na área da saúde: definições, diferenças e seus objetos de pesquisa. R. Saúde Pública, v. 39, n. 3, 2005. p. 507-514.

Downloads

Publicado

2013-12-09

Como Citar

SILVA, J. A. da; MARINHO, J. C. B.; FRANÇA, G. A. Consórcio entre pesquisas: possibilidades para o aprofundamento dos estudos qualitativos em educação. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 15, n. 3, p. 443–454, 2013. DOI: 10.20396/etd.v15i3.1265. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/1265. Acesso em: 19 jan. 2022.