A tecnologia na construção da identidade social entre imigrantes de segunda geração: relato de experiência em escola brasileira no Japão

Autores

  • Thiago Amaral Minami Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v15i3.1271

Palavras-chave:

Educação. Comunicação. Imigração. Direito das minorias. Educação pela mídia. Japão.

Resumo

As escolas brasileiras no Japão recebem jovens dekasseguis que se comunicam em língua portuguesa. Em desvantagem social, este grupo minoritário sofre as consequências da imigração laboral, como problemas de identidade, familiares ausentes, laços de amizade efêmeros e discriminação. Nosso trabalho explorou como as Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs) são utilizadas por esses jovens e levantou possibilidades para aplicá-las em sala de aula. Em um workshop de quatro encontros, com a utilização de questionários quantitativos e análise qualitativa da experiência, realizamos uma fotonovela digital com 21 alunos entre 12 e 17 anos para debater as dificuldades socioeconômicas e psicossociais enfrentadas pela comunidade brasileira no Japão oriundas da crise financeira em 2010. Produzir uma fotonovela ajudou os alunos a expressar questões-chaves no cotidiano da comunidade brasileira, como o preconceito, a dificuldade na recolocação profissional, a falta de perspectivas para o futuro e a fragilidade das relações interpessoais. As NTICs facilitaram a concepção e a divulgação do conteúdo produzido. Por outro lado, encontramos dificuldades em adaptar a ação coletiva e horizontal dentro de uma cultura escolar calcada na transmissão hierárquica de conhecimento. As NTICs têm papel fundamental em reforçar a coesão entre os jovens imigrantes, no empoderamento de indivíduos e na manutenção das relações interpessoais, entre outros pontos. Na educação para minorias, elas podem ajudar na reflexão e na discussão de pontos importantes para a constituição da cidadania. É preciso, no entanto, o trabalho conjunto com práticas que tragam os alunos para uma estrutura horizontal de aprendizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Amaral Minami, Universidade de São Paulo

Mestre em Estudos da Informação pela Graduate School of Interdisciplinary Information Studies da Universidade de Tokyo. Graduado em Jornalismo pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo.

Referências

BERRY, C.; MARTIN, Fran; YUE, Audrin (Ed.). Mobile cultures: new media in queer Asia (consoling passions). Durham: Duke University Press, 2003

CASTRO-VÁZQUEZ, Genaro. Immigrant children from Latin America at Japanese schools: Homogeneity, ethnicity, gender and language in education. Journal of Research in International Education, Singapure, v. 8, n.1, p. 57-80, 2009.

D'HAENENS, Leen. ICT in multicultural society: the Dutch experience. In: ANNUAL REUNION INTERNATIONAL COMMUNICATION ASSOCIATION, 2003, San Diego. Meeting... San Diego : ICA, 2003.

GEORGIOU, M. Diaspora, identity and media: diasporic transnationalism and mediated spatiliaties. Cresskill, NJ: Hamptom Press, 2006.

HATANO, Lilian Terumi. Zainichi Burajirujin Jidou no Kyouikukara miru Nihon shakai no Ouminzokuka Joukyou . Ritsumeikan University Language and Cultural Studies, Kyoto, v.17, n. 3, p. 1-12, 2006.

IMMIGRATION OFFICE OF THE JAPANESE MINISTRY OF JUSTICE. Heisei 20th Year - Statistics of Foreigners Registered in Heisei 20 Year. Tokyo, 2008.

KIM, Y. Y. Becoming intercultural: an integrative theory of communication and crosscultural adaptation. Thousand Oaks: Sage, 2001.

KOZAR, S. Leaves. Glened from the Ten-thousand-dimensional web in heaven: Chinese online publications in Canada. Journal of American Folklore, Boston, v.115, n.456, p.129-5.

JENKINS, Henry et al. Confronting the challenges of participatory culture: media education for the 21st Century. Massachusetts: The MIT Press, 2009. E-book.

LEMISH, Elias; LEMISH, Dafna. Spinning the web of identity: the roles of the internet in the lives of immigrant adolescents. New Media & Society, Chicago, v.11, n.4, p. 533-551, 2009.

MAYER, Richard E. Introduction to multimedia learning. In: MAYER, Richard E. (Ed.). The Cambridge handbook of multimedia learning. New York: Cambridge University Press, 2005. p.1-18.

MAXWELL, Roberto. Escola japonesa ou escola brasileira?: escola e educação de crianças brasileiras na cidade de Hamamatsu. In: GAIKOKUJIN Shizoku to Chidoushakai e Sanka: 2006 nen Hamamatsu-shi Gaiokujin Chousa no Komakai Bunseki, 2006. p.103-111

MEHRA, Bhrat; MERKEL, Cecilia ; BISHOP, Ann Peterson. The internet for empowerment of minority and marginalized users. New Media & Society, Chicago, v.6, n.6, p.781-802, 2004.

MITRA, A. Diasporic websites: ingroup and outgroup discourse. Critical Studies in Mass Communication, Annandale, v.14, n.2, p.158-181, 1997.

NAKAGAWA, Kyoko Yanagida. Crianças e adolescentes brasileiros no Japão: Províncias de Aichi e Shizuoka. 220 f. Tese (Doutorado em Serviço Social) – PhD diss., Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, 2005.

NOZAKI, Izumi. Fracasso escolar e linguagem: um estudo sobre a evasão escolar das crianças brasileiras migrantes no Japão. In: SEMINÁRIO EDUCAÇÃO, 2009., Cuiabá. Anais do... [Cuiabá] : UFMT, 2009. Disponível em: http://www.ie.ufmt.br/semiedu2009/gts/gt16/ComunicacaoOral/IZUMI%20NOZAKI.pdf. Acesso em: 27 out. 2013.

OHPHATA, Thassia. A cara dos nossos jovens. International Press, p.6, 21.out. 2008.

RYDIN, Ingegerd; SJORBERG, Ulrika. Narratives about the Internet as a communicative space for identity construction among migrant families. In:RYDIN, I.; SJOBERG, U. (Ed.) Mediated crossroads: identity, youth culture and ethnicity –theoretical and methodological challenges. Göteborg: Nordicom, 2008. p.193-214

SOARES, Ismar de O. Educomunicação: um campo de mediações. In: CITELLI, A.O. ; COSTA, M. C.C. (Org.). Educomunicação: construindo uma nova área do conhecimento. São Paulo: Paulinas, 2011. p.13-30

Downloads

Publicado

2013-10-21

Como Citar

MINAMI, T. A. A tecnologia na construção da identidade social entre imigrantes de segunda geração: relato de experiência em escola brasileira no Japão. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 15, n. 3, p. 534–546, 2013. DOI: 10.20396/etd.v15i3.1271. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/1271. Acesso em: 19 jan. 2022.