O “novo” profissional da Rede Estadual do RS e as tecnologias na educação

Autores

  • Mely Paula Rabadan Cimadevila Secretaria da Educação do Rio Grande do Sul
  • Dinorá Tereza Zuchetti Universidade Feevale
  • Patrícia B. Scherer Bassani Universidade Feevale

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v15i1.1295

Palavras-chave:

Docência. Tecnologia e educação. Metodologia de pesquisa.

Resumo

Educar na sociedade da informação não implica apenas na capacitação para o uso das tecnologias da informação e comunicação (TIC), mas envolve oportunizar o desenvolvimento de competências que permitam ao sujeito o efetivo envolvimento na sociedade permeada pelas tecnologias digitais. Entende-se que vivenciar novas formas de ensinar e aprender mediadas pelas TIC remete a um (re)pensar sobre os processos de formação de professores. A pesquisa O ‘novo’ profissional da rede estadual do RS e as tecnologias na educação,  foi realizada em duas etapas: a primeira, de natureza quantitativa, foi responsável pela caracterização do profissional que ingressou na rede entre os anos de 2008 a 2010. A segunda, de natureza qualitativa, envolveu o estudo sobre o uso das tecnologias na atividade do professor, a partir da metodologia da autoconfrontação cruzada. Traçou-se o perfil do profissional da educação pública especialmente no que se refere à inserção no serviço público bem como a apropriação tecnológica de professores contratados que atuam em uma escola de Porto Alegre. O artigo destaca  a relevância da metodologia da autoconfrontação como espaço de formação docente no que se refere às tecnologias em educação. A apropriação tecnológica existente não é decorrente da formação de graduação e nem é advinda da formação em serviço, apesar de o governo prever esta modalidade de qualificação através da política estadual de inclusão digital. São as experiências da vida diária que dão os parcos suportes para a atuação nesta modalidade de atividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mely Paula Rabadan Cimadevila, Secretaria da Educação do Rio Grande do Sul

Mestre em Inclusão Social e Acessibilidade (Feevale). Assessora em Educação Inclusiva no Departamento Pedagógico da Secretaria da Educação do Rio Grande do Sul.

Dinorá Tereza Zuchetti, Universidade Feevale

Doutora em  Educação (UFRGS), professora titular do Mestrado Profissional em Inclusão Social e Acessibilidade da Universidade Feevale.

Patrícia B. Scherer Bassani, Universidade Feevale

Doutora em Informática na Educação (UFRGS); professora titular do Mestrado em Inclusão Social e Acessibilidade da Universidade Feevale, atuando na linha de pesquisa Inclusão Digital.

Referências

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP 1, de 18 de fevereiro de 2002. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores da Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação plena. Brasília: CNE, 2002.

BRASIL. Lei Complementar no 101, de 2000. Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp101.htm. Acesso abr. 2012

BRASIL. Presidência da República. Decreto no 3.294, de 1999. Institui o Programa Sociedade da Informação e dá outras providências. Brasília, 1999.

BRASIL. Projeto de Lei. Plano Nacional de Educação para o decênio 2011-2020. Congresso Nacional, 2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_download&gid=7244&Itemid. Acesso em: 4 maio 2012.

CIMADEVILA, Mely Paula Rabadan. O novo profissional da rede estadual do RS e as tecnologias na educação. 2010. 155 f. Dissertação (Mestrado em Inclusão Social e Acessibilidade) – Universidade Feevale, Novo Hamburgo, RS, 2010.

COLL, César; ILLERA, José Luis R. Alfabetização, novas alfabetizações e alfabetização digital: as TIC no currículo escolar. In: COLL, César; MONEREO, Carles. (Org.). Psicologia da educação virtual. Porto Alegre: Artmed, 2010.

COLL, César; MAURI, Teresa; ONRUBIA, Javier. A incorporação das tecnologias da informação e comunicação na educação: do projeto técnico às práticas de uso. In: COLL, César; MONEREO, Carles (Org.). Psicologia da educação virtual. Porto Alegre: Artmed, 2010.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET. TIC Domicílios e TIC Empresas 2010: Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação no Brasil. 2010. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2011b.

COMITÊ GESTOR DA INTERNET. TIC Educação 2010: pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação no Brasil. 2010. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2011a.

FAÏTA, Daniel et. al. Les entretiens em auto confrontation cróisee: une méthode em clinique de l’ activite. pistes: reflexion sur le prátique. Paris, ano III, n.7, 2000. (Chaire de psychologie du travail du CNAM).

LÉVY, P. Cibercultura. São Paulo: Editora 34, 2010.

LÉVY, P. As tecnologias da inteligência. São Paulo: Editora 34, 2002.

MACHADO, Márcia Alves de Carvalho. Oferta de disciplinas relativas às TIC nos cursos de licenciatura presenciais das universidades de Sergipe. In: COLÓQUIO INTERNACIONAL: EDUCAÇÃO E CONTEMPORANEIDADE, 5., 2011, São Cristóvão, SE. Anais... São Crisóvão, SE: [s.n.], 2011.

RIO GRANDE DO SUL (Estado). Assembleia Legislativa do Estado do RS. Sistema LEGIS. Lei no 10.376, de 29 de março de 1995. Dispõe sobre a contratação de professores, por tempo determinado, para atender necessidade temporária do ensino, de excepcional interesse público, e dá outras providências.

RIO GRANDE DO SUL (Estado). Assembleia Legislativa do Estado do RS. Sistema LEGIS. Lei no 11126, de 09 de fevereiro de 1998. Implanta Plano de Desenvolvimento e Valorização do Ensino Público Estadual, dispõe sobre mecanismos de parceria e colaboração, institui programa de avaliação da produtividade docente, dispõe sobre vencimento e dá outras providências.

RIO GRANDE DO SUL (Estado). Assembleia Legislativa do Estado do RS. Sistema LEGIS. Lei no11.339, de 21 de junho de 1999. Dispõe sobre a contratação de professores, por tempo determinado, para atender necessidade temporária do ensino, de excepcional interesse público.

RIO GRANDE DO SUL (Estado). Assembleia Legislativa do Estado do RS. Sistema LEGIS. Lei no13.126, de 9 de janeiro de 2009. Dispõe sobre a contratação de professores em caráter emergencial e autoriza o poder executivo a prorrogar os contratos a que se referem às Leis n° 10.376, de 29 de março de 1995, n° 11.126, de 09 de fevereiro de 1998, e n° 11.339, de 21 de junho de 1999, já prorrogados pelas leis n° 11.434, de 11 de janeiro de 2000, n° 11.568, de 29 de dezembro de 2000, n° 11.714, de 28 de dezembro de 2001, n° 11.878, de 27 de dezembro de 2002, n° 12.043, de 19 de dezembro de 2003, n° 12.193, de 28 de dezembro de 2004, n° 12.417, de 26 de dezembro de 2005, n° 12.684, de 21 de dezembro de 2006, n° 12. 883, de 3 de janeiro de 2008 e dá outras providências.

RIO GRANDE DO SUL (Estado). Assembleia Legislativa do Estado do RS. Sistema LEGIS. Lei no 13.338, de 4 de janeiro de 2010. Autoriza o Poder Executivo a prorrogar os contratos temporários de professores a que se referem as Leis no. 10.376, de 29 de março de 1995, no. 11.126, de 09 de fevereiro de 1998, no. 11.339, de 21 de junho de 1999, e no 13.126 de 09 de janeiro de 2009, já prorrogados pelas leis no. 11.434, de 11 de janeiro de 2000, no. 11.568, de 29 de dezembro de 2000, no. 11.714, de 28 de dezembro de 2001, no. 11.878, de 27 de dezembro de 2002, no. 12.043, de 19 de dezembro de 2003, no. 12.193, de 28 de dezembro de 2004, no. 12.417, de 26 de dezembro de 2005, no. 12.684, de 21 de dezembro de 2006, no 12. 883, de 03 de janeiro de 2008, no 13.126 de 09 de janeiro de 2009 e dá outras providências.

RIO GRANDE DO SUL (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Departamento de Recursos Humanos. Edital no 31, de 2009. Porto Alegre: SEDUC/DRH/RS, 2009.

RIO GRANDE DO SUL (Estado). Secretaria de Estado da Educação. Departamento de Recursos Humanos. Edital no 28, de 2010. Porto Alegre: SEDUC/DRH/RS, 2010.

TAKAHASHI, Tadao (Org.). Sociedade da informação no Brasil: livro verde. Brasília: Ministério da Ciência e Tecnologia, 2000.

VIEIRA, M. A. Autoconfrontação e análise da atividade. In: FIGUEIREDO, M. et al. Labirintos do trabalho. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

UNESCO. Projeto de padrões de competência em TIC para professores. Brasil: Unesco, 2009.

Downloads

Publicado

2013-02-27

Como Citar

Cimadevila, M. P. R., Zuchetti, D. T., & Bassani, P. B. S. (2013). O “novo” profissional da Rede Estadual do RS e as tecnologias na educação. ETD - Educação Temática Digital, 15(1), 67–86. https://doi.org/10.20396/etd.v15i1.1295