Formação continuada e gestão democrática: desafios para gestores do interior da Amazônia

Autores

  • Maria Lilia Imbiriba Sousa Colares Universidade Federal do Oeste do Pará
  • Newton Antonio Paciulli Bryan Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v16i1.1336

Palavras-chave:

Políticas educacionais. Formação continuada. Gestão democrática. Educação a distância.

Resumo

O estudo analisa a importância da formação continuada na expectativa da obtenção de mudanças sociais que passam pela construção e reconstrução do conhecimento. Tem como objeto de análise o Curso de Especialização em Gestão Escolar, vinculado ao Programa Nacional Escola de Gestores da Educação Básica Pública/MEC/SEB, implementado pela Universidade Federal do Oeste do Pará/UFOPA em 2011. Foi realizado por meio de pesquisa bibliográfica e de campo, com exame de questionários e grupo focal com egressos do referido curso, tendo análise sustentada em três eixos temáticos: Formação continuada do gestor escolar pela EAD; Gestão e melhoria de resultados na aprendizagem e Gestão democrática: dificuldades e possibilidades. Constatou-se que a formação continuada para gestores contribuiu para somar saberes a serem aplicados em sua prática cotidiana. Os sujeitos da pesquisa reconhecem a importância da formação continuada para a concretização de mudanças sociais, na perspectiva da construção de uma escola socialmente referenciada e que os conhecimentos adquiridos no curso também propiciaram melhoria nos resultados da aprendizagem dos estudantes das escolas onde trabalham, considerada não apenas sob a ótica estatística, mas principalmente quanto aos ganhos relacionados com a compreensão dos problemas e da possibilidade de solução colaborativa. Os pesquisados afirmaram que o curso possibilitou que saibam o que é a gestão democrática, mas reconhecem que sua efetivação nas escolas ainda constitui um desafio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Lilia Imbiriba Sousa Colares, Universidade Federal do Oeste do Pará

Doutora em Educação pela UNICAMP. Docente do Programa de Pós Graduação em Educação/PPGE UFOPA. Diretora da Anpae, Seção PA.

Newton Antonio Paciulli Bryan, Universidade Estadual de Campinas

Doutor em Educação pela UNICAMP. Docente do Programa de Pós Graduação em Educação/PPGE UNICAMP.

Referências

AGUIAR, Márcia ngela da Silva. Formação em gestão escolar no Brasil nos anos 2000: políticas e práticas. RBPAE, Porto Alegre, , v.27, n.1, p. 67-82, jan./abr. 2011.

ALONSO, M. O papel do diretor na administração escolar. Rio de Janeiro: Bertand Brasil, 1988.

BOBBIO, Norberto. O futuro da democracia. 12 ed., São Paulo: Paz e Terra, 2011.

BRASIL. Constituição. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Centro Gráfico do Senado, 1988.

BRASIL. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, ano 134, n. 248, 23 dez. 1996. p. 27.833-27.841.

BRASIL. Ministério da Educação. Programa Nacional Escola de Gestores da Educação Básica. Curso de especialização em gestão escolar lato sensu. 2007. Disponível em http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=13515&Itemid=944 Acesso em: 21, maio, 2009.

BRYAN, Newton Antonio Paciulli. Planejamento, conhecimento e gestão educacional. In: MIRANDA, Estela M.; BRYAN, Newton Antonio Paciulli. (Org.). (RE)pensar la educacion publica: aportes desde Argentina y Brasil. Córdoba: Universidad Nacionalde Córdoba/Ar, 2011. p. 151-160.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Gestão democrática da educação: exigências e desafios. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação. Associação Nacional de Política e Administração da Educação. São Bernardo do Campo, v.18, n.2, jul./dez., 2002.

FERREIRA, Naura Syria Carapeto. Formação continuada e gestão da educação no contexto da “cultura globalizada”. In: Formação continuada e gestão da educação. FERREIRA, Naura Syria Carapeto. (Org.). São Paulo: Cortez, 2003.

FERREIRA, Naura Syria Carapeto. Repensando e ressignificando a gestão democrática da educação na “cultura globalizada”. Educação e Sociedade. Campinas, v. 25, n. 89, p. 1227-1249, set. 2004. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em: 10 set. 2013.

FERREIRA, Naura Syria Carapeto. Gestão educacional e organização do trabalho pedagógico. Curitiba: IESDE, 2006.

GATTI, Bernardete Angelina. Análise das políticas públicas para formação continuada no Brasil, na última década. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v.13, n.37, p. 57-70, jan. 2008.

GOERGEN, Pedro. Gestão educacional: entre instrumentalização e formação. Revista Exitus. Santarém (PA) v. 03, n. 01, p. 35-46, jan. 2013.

LÜCK, Heloísa. Liderança em gestão escolar. 6 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

TARDIF, Maurice. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, p. 5-24, jan, 2000.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: vozes, 2002.

PADILHA, Paulo Roberto. Planejamento dialógico: como construir o projeto político-pedagógico da escola. São Paulo: Cortez, 2001.

SANTARÉM, Escola de Gestores. Projeto pedagógico do curso de especialização em gestão escolar. Santarém: UFOPA, 2010.

RODRIGUES, Neidson. Por uma nova escola: o transitório e o permanente na educação. 11 ed. São Paulo: Cortez, 1997.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto político pedagógico da escola: uma construção possível. 22 ed. Campinas, SP: Papirus, 2006.

VIEIRA, Marcelo Pustilnik de Almeida. A EaD nas políticas de formação continuada de professores. Campinas,SP. 2011. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP.

Downloads

Publicado

2014-04-11

Como Citar

Colares, M. L. I. S., & Bryan, N. A. P. (2014). Formação continuada e gestão democrática: desafios para gestores do interior da Amazônia. ETD - Educação Temática Digital, 16(1), 174–191. https://doi.org/10.20396/etd.v16i1.1336