Aprender a aprender: propostas de intervenção em estratégias de aprendizagem

Autores

  • Evely Boruchovitch Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v8i2.651

Palavras-chave:

Estratégias de aprendizagem. Sessões de intervenção. Metacognição. Aprendizagem auto-regulada.

Resumo

É inegável a escassez de propostas de intervenções e de elaboração de materiais instrucionais nacionais, relativos às estratégias de aprendizagem, em todos os segmentos da escolarização formal. O objetivo deste artigo é descrever e analisar alguns estudos nacionais, realizados e em andamento, tendo como referencial teórico a Psicologia Cognitiva baseada na Teoria do Processamento da Informação. Espera-se contribuir para discussão e produção de conhecimentos nessa área. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evely Boruchovitch, Universidade Estadual de Campinas

Psicóloga pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Ph.D em Educação pela University of Southern California, Los Angeles; Professora Livre Docente do Departamento de Psicologia Educacional da Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP); Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Psicopedagogia (GEPESP) do Programa de Pós Graduação em Educação da UNICAMP.

Referências

ALMEIDA, L. S. Facilitar a aprendizagem: ajudar os alunos a aprender e a pensar. Psicologia Escolar e Educacional. Campinas, v. 6, n. 2, p. 155-165, 2002.

ALMEIDA, L.; MORAIS, M. F. Programa "promoção cognitiva". Revista Portuguesa de Educação, Braga, v. 2, n 1, p. 25-32, 1989.

BORUCHOVITCH, E. A psicologia cognitiva e a metacognição: novas perspectivas para o fracasso escolar brasileiro. Tecnologia Educacional, Rio de Janeiro, v. 22, n.110-111, p. 22-28, 1993.

BORUCHOVITCH, E. As estratégias de aprendizagem e o desempenho escolar de crianças brasileiras: considerações para a prática educacional. Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v.12, n. 2, p. 361-376, 1999.

BORUCHOVITCH, E. Estratégias de aprendizagem: uma análise à luz das variáveis demográficas e motivacionais. 2006a. Tese (Livre Docência) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2006a.

BORUCHOVITCH, E. Avaliação psicoeducacional: desenvolvimento de instrumentos à luz da psicologia cognitiva baseada na Teoria do Processamento da Informação. Avaliação Psicológica, São Paulo, v. 5, n. 2, p. 145-152, 2006b.

BORUCHOVITCH, E. A metacognição e a construção do conhecimento: sua importância na formação de professores. In: CONGRESSO NACIONAL DE PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL, 8; SIMPÓSIO CRIATIVIDADE, METACOGNIÇÃO E APRENDIZAGEM À DISTÂNCIA NA GESTÃO DO CONHECIMENTO. 2007, São João Del Rei [Anais...] João Del Rei, 2007. CD-ROM, ISSN 1981-2566.

BORUCHOVITCH, E; COSTA, E. R.; NEVES, E. R. C. Estratégias de aprendizagem: contribuições para a formação de professores nos cursos superiores. In: JOLY, M.C.; SANTOS, A. A. A.; SISTO, F. F (Org.). Questões do cotidiano universitário. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2005. p. 239-260.

BORUCHOVITCH, E.; SANTOS, A. A. A. Estratégias de aprendizagem: conceituação e avaliação. In: NORONHA, A. P. P.; SISTO, F. F. (Org.). Facetas do fazer em avaliação psicológica. São Paulo: Vetor, 2006. p. 107-124.

CARNEIRO, E. G.; AQUINO, S. (Org.). Uma experiência brasileira de promoção cognitiva. In: da REUNIÃO ANUAL DE PSICOLOGIA – SBP, 24, Campinas, 1999. [Anais...] Campinas p. 47.

COSTA, E. R. A intervenção por meio da instrução em estratégias de aprendizagem: contribuições para a produção de textos. 2005. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2005.

COSTA, E. R.; BORUCHOVITCH, E. Intervenção em estratégias de aprendizagem em sala de aula: avaliando os elementos básicos de uma narrativa. In: CONGRESSO NACIONAL DE PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL, 8, São João Del Rei [Anais...] São João Del Rei, 2007a. CD-ROM. ISSN 1981-2566.

COSTA, E. R.; BORUCHOVITCH, E. A produção de textos narrativos e o ensino de estratégias de aprendizagem. In: CONGRESSO NACIONAL DE PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL, 8, São João Del Rei [Anais...] São João Del Rei, 2007b. CD-ROM. ISSN 1981-2566.

DA SILVA A. L.; DE SÁ, L. Saber estudar e estudar para saber. Porto, Portugal: Porto Ed., 1997. Coleção Ciências da Educação.

DARSIE, M. M. P. Avaliação e aprendizagem. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 99, n. 11, p. 47-59, 1996.

DEMBO, M. H. Applying educational psychology. 5. ed. New York: Longman Publishing Group. 1994.

DEMBO, M. H. Learning to teach is not enough: future teachers also need to learn to learn. Teacher Education Quaterly, California, v. 28, n. 4, p. 23-35, 2001.

GARNER, R.; ALEXANDER, P. A. Metacognition: Answered and unanswered questions. Educational Psychologist, New Jersey, v. 24, n. 2, p. 143-158, 1989.

GOMES, M. A. M.; BORUCHOVITCH, E. Procedimentos de Intervenção em Estratégias de Aprendizagem para a Compreensão Auto-Regulada em Leitura. Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, 2003. (Trabalho não publicado).

GOMES, M. A. M.; BORUCHOVITCH, E. Ensino de estratégias de aprendizagem e o desenvolvimento da compreensão leitora. In: CONGRESSO NACIONAL DE PSICOLOGIA ESCOLAR E EDUCACIONAL, 8, São João Del Rei [Anais...] São João Del Rei, 2007b. CD-ROM. ISSN 1981-2566.

GRAHAM, S.; HARRIS, K.R.; MASON, L. Improving the writing performance, knowledge, and self-efficacy of struggling young writers: the effects of self-regulated strategy development. Contemporary Educational Psychology, Maryland, v. 30, p. 207-241, 2005.

HATTIE, J.; BIGGS, J.; PURDIER, N. Effects of learning skills interventions on students: a meta analysis. Review of Educational Research, Washington, v. 66, n. 2, p. 99-136, 1996.

JALLES, C. M. C. R. O efeito de instruções sobre estratégias metacognitivas de crianças pré-escolares em solução de problema geométrico. 1997. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1997.

LOPES, M. C. C. O uso de estratégias cognitivas e metacognitivas no ensino/aprendizagem da leitura no 1o Grau: uma proposta de intervenção. 1997. Dissertação (Mestrado em Lingüística Aplicada) – Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1997.

MACARTHUR; GRAHAM, S. ; SCHWARTZ, S. Integrating strategy instruction and word processing into a process approach to writing instruction. School Psychology Review, Bethesda, v. 23, n. 4, 1993.

MOLINA, O. Desenvolvimento de habilidades de estudo: uma estratégia ao alcance do professor. Educação e Seleção, Rio de Janeiro, v. 8, p. 45-53, 1983.

MOLINA, O. Diferenças no desempenho em leitura com resultado de treinamento em habilidades de estudo. Educação e Seleção, Rio de Janeiro, v. 10, p. 35-42, 1984.

NEVES, E. R. C.; BORUCHOVITCH, E. Módulos instrucionais em estratégias de aprendizagem e aspectos afetivo-motivacionais para intervenção com alunos universitários por meio da Educação a Distância -. Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, 2004a. (Trabalho não publicado).

NEVES, E. R. C.; BORUCHOVITCH, E. Estratégias de aprendizagem para alunos universitários por meio da Educação à Distância. Caderno de Resumos da Divulgação de Ações do Ministério de Educação sobre Educação a Distância. Agência de Inovação da UNICAMP-INOVA, Campinas, p. 3, 2004b.

NISBET, J.; SCHUCKSMITH, J. Estratégias de Aprendizaje. Madrid: Santillana, 1986.

POZO, J. I. Estratégias de Aprendizagem. In: COLL, C.; PALÁCIOS, J.; MARCHESI, A. (Ed.). Desenvolvimento psicológico e educação: psicologia da educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996. p. 176-197.

PRESSLEY, M.; LEVIN, J. R. Cognitive strategy research: psycological foundations. New York: Springer-Verlag, 1983.

PRESSLEY, M.; BORKOWSKI, J. G.; SCHNEIDER, W. Good information processing: what it is and how education can promote it. Journal of Educational Research, Washington, v. 13, n. 8, p. 857-867, 1989.

PRESSLEY, M. et al. Cognitive strategy instruction that really improves children ́s academic performance. 2 ed. Cambridge, Massachuttes: Brookline Books, 1995.

RODRIGUES, L. A. D. Estratégias de aprendizagem na aula de língua estrangeira: a busca da sintonia entre o ensinar e o aprender. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de São Paulo, São Paulo, 1999.

SAMPAIO, I. S.; SANTOS, A. A. A. Leitura e redação entre universitários: avaliação de um programa de intervenção. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 7, n. 1, p. 1-18, 2002.

SANTOS, A. A. A. Psicopedagogia no 3o grau: avaliação de um programa de remediação em leitura e estudo. Proposições, Campinas, v. 8, n. 1, p. 27-37, 1997.

SILVA, M. J. M.; SANTOS, A. A. A. A avaliação da compreensão em leitura e o desempenho acadêmico de universitários. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 9, n. 3, p. 1-21, 2004.

SOUVIGNIER, E.; MOKLESGERAMI, J. Using self-regulation as a framework for implementing strategy instruction. Learning and Instruction, Grécia, n. 16, p. 57-71, 2006.

WOOLFOLK, A. Psicologia da educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

ZIMMERMAN, B. J.; BONNER, S.; KOVACH, R. Developing self-regulated learners: Beyond achievement to self-efficacy. Washington: American Psychology Association, 1996.

Downloads

Publicado

2008-12-03

Como Citar

Boruchovitch, E. (2008). Aprender a aprender: propostas de intervenção em estratégias de aprendizagem. ETD - Educação Temática Digital, 8(2), 156–167. https://doi.org/10.20396/etd.v8i2.651