Vossa Excelência um leitor

Autores

  • Silvana Dias Cardoso Pereira Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v8i2.672

Palavras-chave:

Leitores. Leitura. Representação social. Cultura - Historia.

Resumo

O grande universo da leitura tem despertado a atenção de muitos estudiosos. Este trabalho se concentra no enfoque dado à leitura pela História Cultural. Tem-se em mente pesquisar o leitor e suas práticas em relação ao texto escrito. O centro da pesquisa está na tensão que se opera entre o texto e o leitor, para se chegar ao modo como o leitor funciona em relação ao texto. Nesse percurso cada detalhe é importante na análise da produção escrita de um juiz/leitor, busca-se compreender suas práticas em relação ao texto escrito e suas representações de leitor e de leitura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvana Dias Cardoso Pereira, Universidade Estadual de Campinas

É doutoranda em Educação na Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Educação, ALLE (Grupo de Pesquisa Alfabetização, Leitura e Escrita). Possui Graduação em Pedagogia pela Universidade Nove de Julho, Graduação em LETRAS - ALEMÃO/PORTUGUÊS pela Universidade de São Paulo, Graduação em DIREITO pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas e Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é funcionário da Universidade Estadual de Campinas . Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: leitura, formação docente, leitura, leitor, prática cultural, história nova, educação e escola.

Referências

ANDRADE, Carlos Drummond de. A Rosa do Povo. São Paulo, Record, 2001, 24ª.ed.

ANDRADE, Carlos Drummond de. Antologia Poética. São Paulo, Record, 2001, 48ª. ed.

BURKE, Peter. A Escola dos Annales (1929-1989): a Revolução Francesa da Historiografia, tradução de Nilo Odalia. São Paulo, Editora da UNESP, 7ª. reimpressão, 1997.

BURKE, Peter. “Abertura: a nova história, seu passado e seu futuro”. In: BURKE, Peter (org.) A escrita da história: novas perspectivas. São Paulo, Editora da Unesp, 1992, 2ª. edição.

CAMÕES, Luís de. Os Lusíadas, apresentação e notas de Ivan Teixeira. Cotia, Ateliê Editorial, 2001, 2ª. edição.

CERTEAU, Michel de. “Ler: uma operação de caça”. In: CERTEAU, Michel de. A Invenção do cotidiano: artes de fazer, tradução de Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis, Vozes, 1994, p. 259-73.

CHALHOUB, Sidney. Visões da liberdade: uma história das últimas décadas da escravidão na corte. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

CHARTIER, Roger. Os Desafios da Escrita, tradução de Fulvia M. L. Moretto. São Paulo, Editora da UNESP, 2002.

CHARTIER, Roger. “O leitor entre limitações e liberdade”. In: CHARTIER, Roger. A Aventura do Livro: do leitor ao navegador, tradução de Reginaldo Carmello Corrêa de Moraes. São Paulo, Editora da UNESP / Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 1999, 1ª. reimpressão, p. 75-96.

CHARTIER, Roger. Práticas de Leitura, tradução de Cristiane Nascimento. São Paulo, Estação Liberdade, 1996.

CHARTIER, Roger. A Ordem dos Livros, tradução de Mary del Priore. Brasília: Ed. UnB, 1994.

CHARTIER, Roger. “Textos, Impressos, Leituras”. In: CHARTIER, Roger. A História Cultural: entre práticas e representações, tradução de Maria Manuela Galhardo. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil / DIFEL, 1990, p. 121-39.

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. Revista de Estudos Avançados- USP, São Paulo, v.11, n.5, p. 173-194, 1991.

CHEVALIER, Jean; GHEERBRANT, Alan. Dicionário de Símbolo. Rio de Janeiro: José Olympio, 2002.

CORRÊA, Carlos Humberto Alves. Entre Práticas e Representações: um estudo sobre aspectos da leitura na Universidade. Campinas, UNICAMP, Faculdade de Educação (Dissertação de Mestrado), 1999.

CORRÊA, Carlos Humberto Alves. “Leitura no plural: leitores entre o livro e a xérox”. Revista Leitura: Teoria e Prática, Campinas, Ano 22, n.42, Março, 2004, p. 33-40.

CORRÊA, Carlos Humberto Alves. “Entre práticas e representações: notas sobre o encontro com o mundo da leitura na universidade”. In: SILVA, L.L.M. Entre leitores: alunos, professores. Campinas, SP: Komedi: Arte Escrita, 2001.

DARNTON, Robert. “História da Leitura”. In: BURKE, Peter (org.). A Escrita da História: novas perspectivas, tradução de Magda Lopes. São Paulo, Editora da UNESP, 1992, 2ª. ed., p. 199-236.

DARNTON, Robert. “Os Leitores respondem a Rousseau: a fabricação da sensibilidade romântica”. In: DARNTON, Robert. O Grande Massacre de Gatos e outros episódios da História Cultural 116 Francesa, tradução de Sonia Coutinho. Rio de Janeiro, Ed. Graal, 1986, 2ª. ed., 3ª. reimpressão, p. 277-328.

FRANCHINI, A.S.; SEGANFREDO, Carmen. As 100 Melhores Histórias da Mitologia. Porto Alegre, L&PM, 2003, 6ª. ed.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. A pesquisa sobre leitura no Brasil: 1980-1995. Campinas/SP: Komedi, 2001.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. “Leitura como objeto de investigação”. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v.13, n.21, p. 13-22, jan./jun. 2004.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. Literatura infanto-juvenil: arte ou pedagogia moral? São Paulo, Cortez, Piracicaba : Universidade Metodista de Piracicaba, 1982.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. “Dos amores difíceis: uma leitura compartilhada na aula de Língua Portuguesa”. Revista Pro-posições, Campinas, v.13, n.2, p. 43-53, maio/ago, 2002.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. “Lendo histórias de leitura”. Revista Leitura: Teoria e Prática, Campinas, Ano 14, n.25, Junho, 1995, p. 47-62.

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. “Histórias de leitura”. In: SILVA, L.L.M. Entre leitores: alunos, professores. Campinas, SP: Komedi: Arte Escrita, 2001.

GUINZBURG, Carlo. “Sinais: raízes de um paradigma indiciário”. In: GUINZBURG, Carlo. Mitos, Emblemas, Sinais: morfologia e história, tradução de Federico Carotti. São Paulo, Companhia das Letras, 1991, 2ª. reimpressão, p. 143-80.

GUINZBURG, Carlo. O Queijo e os Vermes: o cotidiano e as idéias de um moleiro perseguido pela inquisição, tradução de Maria Betânia Amoroso. São Paulo, Companhia das Letras, 2001, 2ª. ed. MORAES, Ana Alcídia de Araújo. “Narrativas de leituras como alternativa de autoformação”. Revista Leitura: Teoria e Prática, Campinas, Ano 22, n.42, Março, 2004, p. 9-18.

MORAIS, Maria Arisnete Câmara de. A leitura de romances no século XIX. Cad. CEDES., Campinas, v. 19, n. 45, 1998. Disponível em: em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010132621998000200005&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 20 Jan 2007. doi: 10.1590/S0101-32621998000200005.

PAVÃO, Andréa. A aventura da leitura e da escrita entre mestres de Roleplayng Game. São Paulo, Devir, 2000.

PIMENTEL, Elisabete. “Sujeitos leitores, sujeitos autores: indícios de histórias de leituras na produção de textos escolares.” In: SILVA, L.L.M. Entre leitores: alunos, professores. Campinas, SP: Komedi: Arte Escrita, 2001.

PROUST, Marcel. Sobre a Leitura, tradução de Carlos Vogt. Campinas, Editora Pontes, 2001, 3ª. ed.

RANGEL, Jurema Nogueira Mendes. Revista Leitura: Teoria e Prática, Campinas, Ano 22, n.42, Março, 2004, p. 41-488.

RIBEIRO, Luciana Fernandes. “Sobre Pandoras e memórias de leitura”. Revista Leitura: Teoria e Prática, Campinas, Ano 23, n.44, Março, 2005, p. 41-49.

ROSA, João Guimarães. Sagarana. Rio de Janeiro, Livraria José Olympio Editora, 1971, 13ª. ed.

TORRES, José Henrique Rodrigues. “Reflexos do Novo Código Civil no Sistema Penal”. In: Revista Brasileira de Ciências Criminais, Ano 11, nº 44, jul-set. de 2003, p. 86-127.

Downloads

Publicado

2008-12-03

Como Citar

Pereira, S. D. C. (2008). Vossa Excelência um leitor. ETD - Educação Temática Digital, 8(2), 318–318. https://doi.org/10.20396/etd.v8i2.672

Edição

Seção

Dissertações e Teses em Resumos