O feminino materno e o masculino filial: as dificuldades de aprendizagem como sintoma na criança

Autores

  • Lílian Cristine Ribeiro Nascimento Universidade Estadual de Campinas
  • Francisca Paula Toledo Monteiro Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v8i0.699

Palavras-chave:

Psicanálise. Castração. Dificuldades de aprendizagem.

Resumo

O presente artigo versa sobre alguns sintomas apresentados por crianças que freqüentam a clínica fonoaudiológica e pedagógica, sintomas estes que se manifestam como alterações da linguagem oral e/ou escrita, os quais buscamos interrogar a partir da psicanálise. Apresentamos quatro casos de meninos nos quais uma relação simbiótica com a mãe era mantida e se evidenciava por relatos e atitudes infantilizadas para com criança. Relatamos como o trabalho pedagógico e fonoaudiológico baseado na perspectiva psicanalítica possibilitou modificações na relação materno – filial e permitiu à criança deslocar seus sintomas na aprendizagem. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lílian Cristine Ribeiro Nascimento, Universidade Estadual de Campinas

Fonoaudióloga, doutoranda na Faculdade de Educação da UNICAMP, DIS (grupo de estudos e pesquisas diferenças e subjetividades em educação)

Francisca Paula Toledo Monteiro, Universidade Estadual de Campinas

Pedagoga, mestranda na Faculdade de Educação da UNICAMP, DIS (grupo de estudos e pesquisas diferenças e subjetividades em educação)

Referências

ALBERTI, S. Demanda e desejo na transferência. Literal: Revista da Escola de Psicanálise de Campinas, Campinas, n. 6, p. 93-100, 2003.

CHECCHINATO, D. Psicanálise de pais: criança , sintoma dos pais. Rio de Janeiro: Cia de Freud, 2007.

FRANÇA NETO, O. Identificação e culpa: questões éticas e contemporâneas. Ágora, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, 95-106, jan./jun. 2005.

FREUD, S. Mal-estar na civilização. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1976, [1929]. v. 13.

FREUD, S. Psicologia das massas e análise do eu. Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago, 1976, [1921]. v.18.

FURNARI, E. Todo dia. São Paulo: Ática, 1980. Coleção Peixe vivo.

KUPFER, M. C. Freud e a educação – o mestre do impossível. São Paulo: Scipione, 1997.

MANNONI, M. A primeira entrevista em psicanálise. Tradução de Roberto Cortes de Lacerda. Rio de Janeiro: Campos, 1982.

SARTORI, C. H. G. Entrada da criança na escola e período de adaptação. Campinas: Alínea, 2001.

Downloads

Publicado

2008-11-26

Como Citar

Nascimento, L. C. R., & Monteiro, F. P. T. (2008). O feminino materno e o masculino filial: as dificuldades de aprendizagem como sintoma na criança. ETD - Educação Temática Digital, 8, 192–203. https://doi.org/10.20396/etd.v8i0.699