Teorias sexuais infantis: uma reflexão sobre o corpolinguagem

Autores

  • Nina Virgínia de Araújo Leite Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v8i0.704

Palavras-chave:

Teoria sexual infantil. Corpolinguagem. Fantasias da origem.

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo explorar as articulações entre as teorias sexuais infantis e a estruturação da fantasia (fantasma) fundamental, percorrendo os principais textos freudianos sobre o tema. Propõe estudar o momento específico em que a criança se lança na urgência de construir uma teoria sexual, considerando os efeitos da linguagem sobre o real do organismo pela presença das moções pulsionais e avança a hipótese de determinação de tais teorias pelas chamadas fantasias originárias. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nina Virgínia de Araújo Leite, Universidade Estadual de Campinas

Psicanalista, professora associada do Instituto de Estudos da Linguagem – IEL da UNICAMP e coordenadora do Grupo SEMASOMa do mesmo Instituto; membro fundadora da Escola de Psicanálise de Campinas.

Referências

BERGÈS, J.; BALBO, G. A atualidade das teorias sexuais infantis. Tradução Francisco Franke Settineri, Porto Alegre: CMC Editora, 2001.

FREUD, E. L.; MENG, H. (Org.). Cartas entre Freud e Pfister (1909-1939). Tradução Karin Hellen Kepler Wondracek e Ditmar Junge, Viçosa: Ultimato, 1998.

FREUD, S. Análisis de la fobia de um nino de cinco años (1909) In: Obras Completas de Sigmundo Freud. Buenos Aires: Amorrortu, 1988a. v. 10.

FREUD, S. Três ensayos de la teoria sexual. In: Obras Completas de Sigmund Freud, Buenos Aires: Amorrortu, 1988b, [1905], v. 7.

FREUD, S. Sobre lãs teorias sexuais infantiles In:Obras Completas de Sigmund Freud, Buenos Aires: Amorrortu, 1988c, [1908], v. 9.

FREUD, S. Um recuerdo infantil de Leonardo da Vinci. In:Obras Completas de Sigmund Freud. Buenos Aires: Amorrortu, 1988d, [1910], v. 11.

LACAN, J. O seminário – livro IV – as relações de objeto. Trad. Dulce Duque Estrada, Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995, p. 203-274.

LEMÉRER, B. Désir de savoir?, Essaim, Ramonville Saint-Agne:Érès, n. 6, p. 21-34, 2000.

POMMIER, G. Qu ́est-ce que le “réel”? Ramonville Saint-Agne: Érès, 2004, p.16.

Downloads

Publicado

2008-11-26

Como Citar

LEITE, N. V. de A. Teorias sexuais infantis: uma reflexão sobre o corpolinguagem. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 8, p. 277–289, 2008. DOI: 10.20396/etd.v8i0.704. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/704. Acesso em: 30 nov. 2020.