O ensino e a prática da biblioteconomia na Era das incertezas

Autores

  • César Augusto Castro Universidade Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v6i2.771

Palavras-chave:

Ensino de biblioteconomia. Sociedade da informação. Sociedade da aprendizagem. Prática bibliotecária.

Resumo

Análise do ensino e da prática da Biblioteconomia na era das incertezas. Toma-se como referente teórico Baudrillard na suas explicativas sobre a sociedade atual. Discute-se o modo pelo qual os saberes e as práticas dos bibliotecários situam-se nessa sociedade.Questiona-se a chamada sociedade da informação que tem sido tomada pelos bibliotecários brasileiros como uma realidade em que todos indistintamente são participes, quando ao lado desta figura uma sociedade da desinformação.Prepõe-se uma formação para o bibliotecário que transcenda ao discurso unilateral e unívoco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

César Augusto Castro, Universidade Federal do Maranhão

Professor adjunto do Departamento de Biblioteconomia e do Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Federal do Maranhão. Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo.

Referências

ANTUNES, R. Perenidade e (superfluidade do trabalho): alguns equívocos sobre a desconstrução do trabalho. R. Pol. Publ. São Luis, v.7, n.2, p.85-101, jul./ dez. 2003.

BELLEI, S. L. P. O livro, a biblioteca e o computador. Florianópolis: Editora da UFSC, 2002.

BELO, A. Historia & livro e leitura. Belo Horizonte: Autentica, 2002.

BOUDRILLARD, J. A troca impossível. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2002.

BOUDRILLARD, J. A sombra das maiorias silenciosas: o fim do social e o surgimento das massas. 4.ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

CANETTI, E. Língua absorvida. São Paulo: Cortez, 2000.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra,1999.

CASTRO, C. A. Formação do profissional da informação: abordagem critico-reflexiva. In: CASTRO, César Augusto (Org.). Ciência da Informação: múltiplos discursos. São Luis: EDUFMA, 2002. p. 186-199.

CHAUI, M. As humanidades contra o humanismo. In: SANTOS, G. A. (Org.). Universidade, formação, cidadania. São Paulo: Cortez, 2001.p.33-50.

DELORS, J. Educação: Um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortez, 2000.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. 6.ed. Rio de Janeiro: DP&A,2001.

HARGREAVES, A. O ensino da sociedade do conhecimento. Porto Alegre: Artmed, 2004.

LEVY, P. O que é o virtual. São Paulo: Editora 34.1998.

MORIN, E. Os setes saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez, 2000.

MORIN, E. O desafio do século XXI: religar os conhecimentos. Lisboa: Instituto Piaget. 1999.

RAYS, O. A. A relação teoria-prática na didática escolar critica. In: VEIGA, I. P. A. (Org.). Didática: o ensino e suas relações. 2 ed. Campinas: Papirus, 1997.

SACRISTAN, J.G. Educar e conviver na cultural global: as exigências da cidadania. Porto Alegre, 2002.

SCHON, D. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SILVEIRA, S. A. Inclusão digital,software livre e globalização contra- hegemônica, 2003. In:

SILVEIRA, S. A.; CASSINO, J. (Org.). Software livre e inclusão digital. São Paulo: Conrad Editora do Brasil, 2003.

SOUZA SANTOS (Org.). A globalização e as Ciências Sociais. São Paulo: Cortez, 2002.

Downloads

Publicado

2008-11-12

Como Citar

CASTRO, C. A. O ensino e a prática da biblioteconomia na Era das incertezas. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 6, n. 2, p. 17-29, 2008. DOI: 10.20396/etd.v6i2.771. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/771. Acesso em: 30 out. 2020.