Mediação, circulação e uso da informação no contexto das redes sociais

Autores

  • Cláudia da Cunha Ribas Universidade Federal de Minas Gerais
  • Paula Ziviani Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v9i2.813

Palavras-chave:

Redes sociais. Redes de informação. Redes virtuais. Comunidades virtuais. Educação a distância.

Resumo

O presente trabalho busca compreender a mediação, a circulação e uso da informação no contexto das redes sociais que utilizam as tecnologias de informação e comunicação - TICs em sua organização. Para tanto, apreende-se e constitui-se um corpo de conhecimentos teóricos e empíricos, que visa refletir sobre redes de informação sob a ótica de redes sociais e redes virtuais como objeto de estudo da Ciência da Informação. Assim sendo, elege-se como foco norteador da análise a dinâmica da informação e do conhecimento em rede no âmbito das inter-relações sociais, virtuais e da modalidade de educação a distância no Brasil como possibilidade de criação de comunidades virtuais – proposição ainda pouco explorada no campo da Ciência da Informação. Nesse sentido, investiga-se a emergência de novas relações sociais para o entendimento de redes de informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cláudia da Cunha Ribas, Universidade Federal de Minas Gerais

Mestre em Educação pela Framingham State College/UnB, especialista em Informática na Educação pela Universidade Católica de Brasília e graduada em Ciência da Computação pela UnB. Atualmente é Professora Substituta da UFMG e aluna regular do doutorado em Ciência da Informação. Experiência na área de Ciência da Computação e Ciência da Informação. Atuando principalmente nos seguintes temas: Informação, Cultura, Sociedade e EAD.

Paula Ziviani, Universidade Federal de Minas Gerais

É atualmente aluna regular do mestrado em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), especialista em Gestão Cultural pelo Centro Universitário UNA e graduada em Filosofia pela UFMG. Atuando principalmente nos seguintes temas: Informação, Cultura e Sociedade.

Referências

AMORIM, R.; VIEIRA, E. Blogs: os novos campeões de audiência. Revista Época, São Paulo: Editora Abril, n. 428, p. 98, 31 jul. 2006.

BARBOSA, R. M. Ambientes virtuais de aprendizagem. Porto Alegre: Artmed, 2005.

BEAMISH, A. Commuties on-line: a study of community – based computer networks. Massachusetts. 1995. Dissertação (Mestrado em Planejamento de Cidades) – Instituto de Tecnologia de Massachusetts.

CASTELLS, M. Fluxos, redes e identidades: uma teoria crítica da sociedade informacional. In: CASTELLS, M. Novas Perspectivas Críticas em Educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

CASTELLS, M. A Sociedade em rede – a era da informação: economia, sociedade e cultura. 6.ed. São Paulo: Paz e Terra, 2005. v. 1.

CANCLINI, N. Diferentes, desiguais e desconectados. Rio de Janeiro: Ed. UFRJ, 2005.

GIUSTA, A. S.; FRANCO, I. M. (Org.). Educação a distância: uma articulação entre a teoria e a prática. Belo Horizonte: PUC Minas Virtual, 2003.

INSTITUTO HARTMANN REGUEIRA. Disponível em www.insitutohr.org.br. Acesso em: 21 jun. 2007.

LEMOS, André L. M. As estruturas antropológicas do cyberespaço. Disponível em: http://www.facom.ufba.br/pesq/cyber/lemos/estrcy1.html. Acesso em: 16 jul. 2007.

LEMOS, André L. M. Santa Clara Poltergeist: "cyberpunk" à brasileira? Disponível em: http://www.facom.ufba.br/ciberpesquisa/lemos/culcyber.html. Acesso em: 30 ago. 2001.

LÈVY, P. Educação e cibercultura: a nova relação com o saber. In: LÈVY, P. Cybercultura.1998. Disponível em: http://www.sescsp.org.br/ sesc/ images/upload/conferencias/29.rtf . Acesso em: 17 jul. 2007.

LÈVY, P. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

MARTELETO, R. M. Análise de redes sociais: aplicação nos estudos de transferência da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 30, n. 1, p. 71-81, jan./abr. 2001.

MARTELETO, R. M.; RIBEIRO, L. B. Informação e construção do conhecimento para a cidadania no Terceiro Setor. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA E DOCUMENTAÇÃO, 19, 2000, Porto Alegre. [Anais...] Porto Alegre: PUCRS, 2000.

MATOS, L. M. C. Organizações virtuais. Lisboa: mimeo, Universidade Nova de Lisboa,1997.

MONTEIRO, S. D. Aspectos filosóficos do virtual e as obras simbólicas no ciberespaço. Ciência da Informação, Brasília, v. 31, n. 1, 2004. Disponível em: http://www.ibict.br/cionline/viewarticle.php?id=53&layout=html. Acesso em: 10 ago. 2005.

MOORE, M. G.; KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo: Cortez; Brasília, DF: UNESCO, 2000.

NUNES, I. B. Noções de educação a distância. Revista Educação a Distância, Brasília, n. 4/5, p. 7-25, dez./abr. 1993-1994. Disponível em: http://www.rau-tu.unicamp.br/nourau/ead/document/?view=3. Acesso em: 16 jul. 2007.

PRIMO, A. F. T. Interação mútua e interação reativa. In: CONGRESSO INTERCOM, 21, 1998, Recife. [Anais...] Recife: ITERCOM, 1998. Disponível em: http://www6.ufrgs.br/limc/PDFs/int_mutua_reativa.pdf. Acesso em: 17 jul. 2007.

RHEINGOLD, H. La comunidad virtual: una sociedad sin fronteras. Barcelona: Gedisa Editorial, 1996. Colección Limites de La Ciência.

RIBAS, C.; ZIVIANI, P. O profissional da informação: rumos e desafios para uma sociedade inclusiva. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, UFPB, v. 17, n. 3, p. 47-57, set./dez. 2007.

RIBAS, C.; ZIVIANI, P. et al. Cultura e informação: informar ou desinformar. Amcham Now. ANO I. Número 05. Belo Horizonte, out. 2006.

RIBAS, C. et al. Sociedade da informação: o indivíduo e a rede. In: ENCONTRO REGIONAL DE ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO E GESTÃO DA INFORMAÇÃO, 9, 2007, Florianópolis. [Anais...] Florianópolis: EREBD SUL, 2007. Disponível em: http://www.erebd.ced.ufsc.br/portal/index.php? section=29&module=navigationmodule. Acesso em: 16 jul. 2007.

SILVA, A. B. O. et al. Análise de redes sociais como metodologia de apoio para a discussão da interdisciplinaridade na ciência da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 35, n. 1, p. 72-93, jan./abr. 2006.

WASSERMAN, S.; FAUST, K. Social network analysis: methods and applications. In: Structural analysis in social the social sciences series. v. 8. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.

WEBER, M. Conceitos básicos de sociologia. São Paulo: Ed. Moraes, 1987.

WEBER, M. Metodologia das ciências sociais. São Paulo: Ed. Cortez., 1992. (Parte 2).

WELLMAN, B.; GULIA, M. Virtual communities as communities: net surfers don’t ride alone. In: KOLLOCK P.; SMITH, M.(Org.). Communities in Cyberspace. New York: Routledge, 1999.

YENES, P. M. Diccionario de gestión del conocimiento e informática. Madrid: Fundación DINTEL, 2000.

Downloads

Publicado

2008-11-11

Como Citar

RIBAS, C. da C.; ZIVIANI, P. Mediação, circulação e uso da informação no contexto das redes sociais. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 9, n. 2, p. 1-19, 2008. DOI: 10.20396/etd.v9i2.813. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/813. Acesso em: 31 out. 2020.