O papel do método no ensino: da maiêutica socrática à terapia wittgensteiniana

  • Cristiane Maria Cornelia Gottschalk Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Método de ensino. Maiêutica socrática. Jogo de linguagem. Wittgenstein.

Resumo

Este texto tem como objetivo apontar para algumas das confusões advindas da crença de professores na existência de significados extralinguísticos a serem descobertos ou construídos pelos alunos através da aplicação de um método. Sob a inspiração das reflexões de Wittgenstein sobre a função constitutiva da linguagem na construção dos sentidos, proponho um outro olhar para o papel do método no processo de aprendizagem: não como um procedimento que conduz o aluno a verdades prévias, a exemplo da maiêutica socrática, presente sob outros matizes nas atuais teorias de ensino e aprendizagem; mas como meio de apresentação de nossas convenções linguísticas. Esta mudança de perspectiva foi possível a partir da crítica de Wittgenstein à exigência de exatidão conceitual (já presente nos diálogos platônicos) como condição de construção de um conhecimento legítimo, sugerindo em seu lugar uma nova atitude filosófica, com implicações para o ensino escolar. Sua reflexão sobre dois modos básicos de uso de nossas expressões linguísticas (um normativo e outro descritivo) pressupõe formas diferentes de transmissão dos conteúdos: ora como instrução de regras, ora como uma atividade que envolve justificação, questionamentos e experimentação empírica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Maria Cornelia Gottschalk, Universidade de São Paulo
Professora doutora RDIDP no departamento de Filosofia da Educação e Ciências da Educação, área de Filosofia da Educação.

Referências

MORENO, A. R. Wittgenstein: através das imagens. Campinas: Unicamp, 1995.

MORENO, A. R. Introdução a uma pragmática filosófica. Campinas: Unicamp, 2005.

PLATÃO. Ménon ou da Virtude. 3. ed. Lisboa: Editorial Inquérito Limitada, [s.d.].

SILVA, M. S.; LORENZONI, C. A. C. O velho conhecido Teorema de Pitágoras e suas demonstrações. História & Educação Matemática, v. 2, n. 2, Rio Claro, p. 111-122, jun./dez.2001, jan./dez.2002.

WITTGENSTEIN, L. Bemerkungen über die Grundlagen der Mathematik. Frankfurt am Main: Suhrkamp, 1989.

WITTGENSTEIN, L. Philosophical investigations. Trad. de G. E. M. Anscombe. 2. ed. Oxford: Blackwell Publishers, 1997.

Publicado
2010-11-18
Como Citar
Gottschalk, C. M. C. (2010). O papel do método no ensino: da maiêutica socrática à terapia wittgensteiniana. ETD - Educação Temática Digital, 12(1), 64-81. https://doi.org/10.20396/etd.v12i1.842