Por uma interlocução interpelante entre Foucault e a psicanálise nas críticas às práticas educacionais

  • Eduardo Pinto e Silva Universidade Federal de São Carlos
Palavras-chave: Foucault. Psicanálise. Educação. Poder. Instituição.

Resumo

Propõe-se uma crítica radical às práticas educacionais a partir de uma interlocução interpelante entre Foucault e a psicanálise. Foucault aborda os temas da loucura, saber, poder e ética, tendo como pano de fundo uma crítica à sociedade disciplinar, às instituições e à normalização operada pela psiquiatria e psicanálise. Freud aborda a dinâmica dos conflitos psíquicos contrapondo-se ao saber médico de sua época, de modo a elaborar uma teoria sobre o inconsciente. O resgate das críticas de Foucault a Freud é fundamental à proposição deste artigo. O diálogo entre as críticas foucaultianas e psicanalíticas à educação e suas possíveis contribuições às transformações de suas práticas só se faz possível e potencializado quando se leva em conta as pertinentes críticas de Foucault à psicanálise. Por outro lado, faz-se necessário admitir que o campo psicanalítico, interlocutor permanente de Foucault, pode, em certa medida, vir a ser um aliado ao projeto filosófico deste último, quer seja em função do descentramento em relação à visão do sujeito racional, quer seja pela crítica às instituições, de modo a promover formas de se pensar e agir diferentes das que geralmente se objetivam nas práticas escolares e na vida cotidiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Pinto e Silva, Universidade Federal de São Carlos
Universidade Federal de São Carlos; Doutor em Educação; Professor Adjunto do Departamento de Educação Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação.

Referências

BASAGILA, F. O. Mario Tommasini: vida e feitos de um democrata radical. São Paulo, SP: Hucitec, 1993.

BASTIDE, R. Sociologia e psicanálise. São Paulo, SP: Melhoramentos, 1974.

BIRMAN, J. Entre cuidado e saber de si: sobre Foucault e a psicanálise. Rio de Janeiro, RJ: Relume Dumará, 2000a.

BIRMAN, J. Mal-estar na atualidade: a psicanálise e as novas formas de subjetivação. 2.ed. Rio de Janeiro, RJ: Civilização Brasileira, 2000b.

BOURDIEU, P. O campo científico. In: ORTIZ, R. (Org.). Pierre Bourdieu: sociologia. São Paulo, SP: Ática, 1983.

CANETTI, E. Massa e poder. São Paulo, SP: Melhoramentos, 1983.

CANGUILHEIM, G. Lo normal y lo patológico. Buenos Aires: Siglo Veintuno, 1971.

CARVALHO, A. F. Foucault e a função educador: sujeição e experiências de subjetividades ativas na formação humana. Ijuí: Unijuí, 2010.

CASTEL, R. A ordem psiquiátrica: a idade de ouro do alienismo. Rio de Janeiro, RJ: Graal, 1978

CHAVES, E. Do elogio à crítica: Foucault e a psicanálise. 1986. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1986.

DELEUZE, G. Conversações. Rio de Janeiro, RJ: Editora 34, 1992.

ENRIQUEZ, E. Da horda ao Estado: psicanálise do vínculo social. Rio de Janeiro, RJ: Zahar, 1990.

FOUCAULT, M. A verdade e as formas jurídicas. Cadernos PUC, Rio de Janeiro, Série Letras e Artes, n. 16, p. 103-112, 1974.

FOUCAULT, M. História da loucura na idade clássica. São Paulo, SP: Perspectiva, 1978.

FOUCAULT, M. História da sexualidade: a vontade de saber. 7.ed. Rio de Janeiro: Graal, 1985a. (v.1).

FOUCAULT, M. História da sexualidade: o cuidado de si. Rio de Janeiro: Graal, 1985b. (v.3)

FOUCAULT, M. História da sexualidade: o uso dos prazeres. Rio de Janeiro: Graal, 1985c. (v.3)

FOUCAULT, M. Lacan, o ―liberatore‖ da psicanálise. In: MOTTA, M. B. (Org.). Ditos e escritos. Rio de Janeiro: Forense Universitária, p.329-330, 1999. (v.1).

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. 10. ed. Rio de Janeiro, RJ: Graal, 1992.

FOUCAULT, M. O cuidado com a verdade. In: EWALD, F. O dossier: últimas entrevistas. Rio de Janeiro, RJ: Taurus, 1984. p.74-81.

FOUCAULT, M. O poder e a norma. In: KATZ, C. S. (Org.). Psicanálise, poder e desejo. Rio de Janeiro, RJ: Coleção IBRAPSI, 1979. (p.46-54).

FOUCAULT, M. Resposta a uma questão. Revista Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, n. 28, p. 79, jan./mar., 1972.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: nascimento da prisão. 29.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

FREUD, S. As neuropsicoses de defesa. Rio de Janeiro, RJ: Imago, 1985a. p.49-65. (v.3).

FREUD, S. Análise de uma fobia em um menino de cinco anos. Rio de Janeiro, RJ: Imago, 1985b. p.15-157. (v.5).

FREUD, S. Notas psicanalíticas sobre um relato autobiográfico de um caso de paranóia. Rio de Janeiro: Imago, 1985c. p.23-109. (v.12)

FREUD, S. Totem e tabu. Rio de Janeiro, RJ: Imago, 1985d. p.13-194. (v.13).

FREUD, S. Algumas reflexões sobre a psicologia do escolar. Rio de Janeiro, RJ: Imago, 1985e. p.281-288. (v.13)

FREUD, S. Psicologia de grupo e a análise do ego. Rio de Janeiro: Imago, 1985f. p.91-167. (v.18)

FREUD, S. O mal estar na civilização. Rio de Janeiro, RJ: Imago, 1985g. p.81-177. (v.21).

FREUD, S. Análise terminável e interminável. Rio de Janeiro, RJ: Imago, 1985h. p.239-287. (v.23).

FREUD, S. Construções em análise. Rio de Janeiro, RJ: Imago, 1985i. p.291-307. (v.23).

GOLDBERG, J. Clínica da psicose: um projeto na rede pública. Rio de Janeiro, Te Corá, 1994.

KUPFER, M. C. M. Freud e a educação: o mestre do impossível. São Paulo: Scipione, 1989.

KUPFER, M. C. M. Educação para o futuro: psicanálise e educação. 3.ed. São Paulo Escuta, 2007.

MARIGUELA, M. Psicanálise e surrealismo: Lacan, o passador de Politzer. Piracicaba: Jacintha Editores, 2007.

MEZAN, R. Uma arqueologia inacabada: Foucault e a psicanálise. In: RIBEIRO, R. J. (Org.). Recordar Foucault. São Paulo, SP: Brasiliense, 1985. p.94-125.

MILLOT, C. Freud anti-pedagogo. Rio de Janeiro, RJ: Zahar, 1987.

MUCHAIL, S. T. A trajetória de Michel Foucault. Extensão, Belo Horizonte, v. 2, n. 1, p. 7-14, fev. 1992.

MUCHAIL, S. T. O lugar das instituições na sociedade disciplinar. In: RIBEIRO, R. J. (Org.) Recordar Foucault. São Paulo, SP: Brasiliense, p.196-208, 1985.

PAGÈS, M. et al. O poder das organizações. São Paulo, SP: Atlas, 1986.

PELLEGRINO, H. Pacto edípico e pacto social. Folha de São Paulo, 11 set. 1983.

Como Citar
Silva, E. P. e. (1). Por uma interlocução interpelante entre Foucault e a psicanálise nas críticas às práticas educacionais. ETD - Educação Temática Digital, 12(1), 256-279. https://doi.org/10.20396/etd.v12i1.852

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)