Banner Portal
Do sedentarismo ao nomadismo: intervenções para se pensar e agir de outros modos na educação
PDF

Palavras-chave

Subjetividades. Educação. Sedentarismo. Nomadismo.

Como Citar

CARVALHO, Alexandre Filordi de; GALLO, Sílvio. Do sedentarismo ao nomadismo: intervenções para se pensar e agir de outros modos na educação. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 12, n. 1, p. 280–302, 2010. DOI: 10.20396/etd.v12i1.853. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/853. Acesso em: 25 maio. 2024.

Resumo

Com o intuito de diagnosticar o que se denomina de representação sedentária na educação, por intermédio do pensamento de Foucault, o artigo analisa a pastoral cristã como diagnóstico da presença da arte de conduzir no campo da educação. Destaca a herança do controle nas condições de constituição de subjetividades, na fixação de significações dominantes e na regulação de ações independentes como estratégias responsáveis por condicionar o “fazer pensar” na educação a um conjunto de estruturas fixas. A partir daí, tendo por base o pensamento de Deleuze e Guattari, busca-se pensar a educação como experiência, espaço e movimento para além das estruturas sedentárias de representação, visando um tipo de nomadismo como intervenção para se pensar e agir de outros modos na educação.

https://doi.org/10.20396/etd.v12i1.853
PDF

Referências

BECKETT, S. Esperando Godot. São Paulo, SP: Cosacnaify, 2005.

CASSIRER, E. Ensaio sobre o homem: introdução a uma filosofia da cultura humana. São Paulo, SP: Martins Fontes: 2005.

CASTELLO, L. A.; MÁRSICO, C. T. Oculto nas palavras: dicionário etimológico para ensinar e aprender. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

DELEUZE, G. Diferença e repetição. Rio de Janeiro, RJ: Graal, 2006.

DELEUZE, G. Différence et répétition. Paris: PUF, 2003a.

DELEUZE, G. Proust e os signos. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: Forense Universitária, 2003b.

DELEUZE, G.; PARNET, C. Dialogues. Paris: Flammarion, 1996.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Kafka: por uma literatura menor. Rio de Janeiro, RJ: Graal, 1977.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mille Plateaux. Paris: Minuit, 1980.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. São Paulo, SP: Editora 34, 1997. (v.5).

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. São Paulo, SP: Editora 34, 2004. (v.1).

DOSSE, F. Gilles Deleuze y Félix Guattari: biografía cruzada. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 2009.

FOUCAULT, M. História da sexualidade I: a vontade de saber. 6. ed. Rio de Janeiro, RJ: Graal, 1985.

FOUCAULT, M. Omnes et singulatim. In: FOUCAULT, M. Dits et Écrits [1981]. Paris: Gallimard, 1994.

FOUCAULT, M. A hermenêutica do sujeito. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2004a.

FOUCAULT, M. Sécurité, territoire, population. Paris: Gallimard; Seuil, 2004b.

NIETZSCHE, F. W. Genealogia da moral: uma polêmica. São Paulo SP: Cia das Letras, 1998.

NIETZSCHE, F. W. O anticristo. São Paulo, SP: Cia. das Letras, 2007.

ROUSSEAU, J-J. Emílio ou da Educação. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1992.

ROUSSEAU, J-J. O contrato social: princípios do direito político. São Paulo SP: Martins Fontes, 2006.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.