Inter-ações da Comunidade Estação dos Ventos – Santa Maria, RS com o governo no desenvolvimento local: um estudo de caso

Autores

  • Marcelo Bêz Universidade Federal do Paraná
  • Valdir Nogueira Universidade Federal do Paraná
  • Sônia Maria Marchiorato Carneiro Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v18i2.8639500

Palavras-chave:

Sustentabilidade. Comunidade. Problemas Socioambientais. Poder Público.

Resumo

O objetivo do estudo foi investigar a relação entre ações planejadas pelos moradores e ações promovidas pelo poder público, na resolução de problemas, visando à sustentabilidade socioambiental na Comunidade Estação dos Ventos, município de Santa Maria, RS. A discussão teórica envolveu: questões relativas à força do lugar e a sua gestão; a comunidade como lugar de práticas político-sustentáveis; e a escola na formação dos sujeitos-cidadãos. Trata-se de pesquisa qualitativa, como estudo de caso. O levantamento de dados deu-se por entrevistas semiestruturadas com os sujeitos da pesquisa, observações diretas e análise documental. O tratamento dos dados embasou-se no método de análise de conteúdos temáticos, focando os sentidos e significados das falas dos sujeitos e dos textos documentais. Os resultados revelaram que a Comunidade possui problemas socioambientais e ainda problemas vinculados à Associação de Moradores, que muitas vezes dificulta as negociações com o poder público; mas existe certa integração da Comunidade, no sentido de lutar pela melhoria das condições de vida. Há necessidade de uma gestão-força comprometida com ações que partam de um diálogo democrático com os gestores públicos e as instituições educadoras, para a conscientização a respeito da sua condição humana e de saberes e fazeres pela qualificação socioambiental do lugar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Bêz, Universidade Federal do Paraná

Geógrafo. Graduado em Geografia – Bacharelado e Geografia Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Maria, UFSM/RS. Especialista em Educação Ambiental pela UFSM/RS. Mestre em Geografia pela UFSM/RS. Doutorando em Educação pela Universidade Federal do Paraná, UFPR/PR.

Valdir Nogueira, Universidade Federal do Paraná

Geógrafo. Doutor em Educação – UFPR/PR. Assessor Pedagógico na empresa Nogueira&Azevedo Assessoria e Consultoria Educacional.

Sônia Maria Marchiorato Carneiro, Universidade Federal do Paraná

Geógrafa. Doutora em Meio Ambiente e Desenvolvimento. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação na Linha de Cultura, Escola e Ensino. Membro do Grupo de Pesquisa Educação, Ambiente e Sociedade, do Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Tradução de Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. Lisboa: São Paulo: Ed. 70, 1977.

BAUMAN, Zygmund. Comunidade: a busca por segurança no mundo atual. Tradução de Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2003.

BAUMAN, Zygmund. Em busca da política. Tradução de Marcus Penchel. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2000.

BOFF, Leonardo. Sustentabilidade: o que é: o que não é. Rio de Janeiro: Vozes, 2012.

CALLAI, Helena Copetti. Aprendendo a ler o mundo: a Geografia nos anos iniciais do ensino fundamental. Cadernos Cedes, Campinas, SP, v. 25, n. 66, p. 227-247. mai./ago. 2005. Disponível em: <http://goo.gl/2HYop1>. Acesso em: 10 jul. 2010. ISSN 1678-7110.

CAMARGO, Luís Henrique Ramos de. A ruptura do meio ambiente. Conhecendo as mudanças ambientais do planeta através de uma nova percepção da ciência: a Geografia da complexidade. 2. ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

CARVALHAL, Marcelo Dornelis. Desenvolvimento auto-gerido e trabalho. In: ENDLICH, Angela Maria; ROCHA, Márcio Mendes (Org.). Pequenas cidades e desenvolvimento local. Maringá: PGE, 2009.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. 14. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011d.

FREIRE, Paulo. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Centauro, 2001.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 14. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011a.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomía: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2011c.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 50. ed. Rio de janeiro: Paz e Terra, 2011b.

KOSIK, Karel. Dialética do concreto. Tradução de Célia Neves e Alderico Toríbio. 2. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

LAHIRE, Bernard. O homem plural: as molas da acção. Tradução de José Luís Godinho. Lisboa: Stória, 2001.

LEFF, Enrique. Discursos sustentáveis. Tradução de Silvana Cabucci Leite. São Paulo: Cortez, 2010.

LEFF, Enrique. Ecologia, capital e cultura: a territorialização da racionalidade ambiental. Tradução de Jorge e Silva. Rio de Janeiro: Vozes, 2009.

LEFF, Enrique. Saber ambiental: sustentabilidade, racionalidade, complexidade, poder. Tradução de Lúcia Mathilde Endlich Orth. Rio de Janeiro: Vozes, 2012.

LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo. Problematizando conceitos: contribuição à práxis em educação ambiental. In: LOUREIRO, Carlos Frederico Bernardo; LAYRARGUES, Philippe Pomier (Orgs.). Pensamento complexo, dialética e educação ambiental. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2011. p. 104-161.

MARTINS, Gilberto Andrade. Estudo de caso: uma estratégia de pesquisa. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MENDONÇA, Francisco. Geografia e meio ambiente. 8. ed. São Paulo: Contexto, 2005.

MENDONÇA, Francisco. Geografia Socioambiental. Terra Livre, São Paulo, SP, n. 16, p. 113-132. 2001. Disponível em: <http://goo.gl/kwCU4w>. Acesso em: 08 jun. 2010. ISSN 0102-8030.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 30. ed. Rio de Janeiro: Vozes, 2011.

MOREIRA, Ruy. Para onde vai o pensamento geográfico?: por uma epistemologia crítica. São Paulo: Contexto, 2006.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Tradução de Eliane Lisboa. 4. ed. Porto Alegre: Sulina, 2011.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A gramática do tempo: para uma nova cultura política. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Renovar a teoria crítica e reinventar a emancipação social. Tradução de Mouzar Benedito. São Paulo: Boitempo, 2007.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica e tempo, razão e emoção. 4. ed. São Paulo: EDUSP, 2006.

SANTOS, Milton. O espaço do cidadão. 7. ed. São Paulo: EDUSP, 2012.

SILVA, Armando Corrêa da. Geografia e lugar social. São Paulo: Contexto, 1991.

TOURAINE, Alain. Igualdade e diversidade: o sujeito democrático. Tradução de Modesto Florenzano. São Paulo: EDUSC, 1998.

Downloads

Publicado

2016-07-05

Como Citar

BÊZ, M.; NOGUEIRA, V.; MARCHIORATO CARNEIRO, S. M. Inter-ações da Comunidade Estação dos Ventos – Santa Maria, RS com o governo no desenvolvimento local: um estudo de caso. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 18, n. 2, p. 384–403, 2016. DOI: 10.20396/etd.v18i2.8639500. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8639500. Acesso em: 3 dez. 2021.