Tecnologias digitais na formação inicial docente: articulações e reflexões com uso de redes sociais

Adriana Alves Novais Souza, Henrique Nou Schneider

Resumo


Este trabalho discute o uso das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação na prática docente, no sentido de que estas estejam presentes desde a formação inicial, a partir de experiências que promovam a reflexão e práticas futuras. As discussões aqui apresentadas são fruto de uma dissertação de mestrado em Educação da Universidade Federal de Sergipe e tem por objetivo discutir a importância do uso efetivo das tecnologias na formação inicial docente como exercício da práxis, a fim de oportunizar aos futuros professores experiências que os motivem e os preparem para um uso efetivo. A pesquisa, de abordagem qualitativa, utilizou por método a Pesquisa-formação para o desenvolvimento de uma prática em que as tecnologias foram inseridas no cotidiano de uma disciplina da graduação, utilizando uma rede social como ambiente de aprendizagem. Os resultados evidenciam a urgência de metodologias e práticas que utilizem as tecnologias nas universidades, a fim de preparar os futuros docentes para as exigências da profissão na contemporaneidade.

Palavras-chave


Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação. Formação Inicial Docente. Redes Sociais. Facebook.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARADO PRADA, Luis Eduardo. Pesquisa coletiva como um caminho na formação de Professores. In: ENCONTRO DE PESQUISAS EM EDUCAÇÃO, 3. 2005, Uberaba, MG. Anais eletrônicos... Uberaba: UNIUBE, 2005, p. 626-637.

BONA, Aline Silva de. Espaço de aprendizagem digital da Matemática: o aprender a aprender por cooperação. 2012. 248 f. Tese (Doutorado em Informática na Educação) – Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2012. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2015.

BRASIL. Ministério de Educação e Cultura. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. Brasília: MEC: SEB, 2013. 565 p. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2015.

BRASIL. Decreto n. 3276/99, de 06 de dezembro de 1999. Dispõe sobre a formação em nível superior de professores para atuar na educação básica, e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 13 jul. 2014.

FAVA, Rui. Educação 3.0: como ensinar estudantes com culturas tão diferentes. 2. ed. Cuiabá: Carlini e Caniato Editorial, 2011.

FORQUIN, Jean-Claude. Escola e cultura: as bases sociais e epistemológicas do conhecimento escolar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1993.

GATTI, Bernadete Almeida; BARRETO, Elba Siqueira de Sá; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo de Afonso. Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília: UNESCO, 2011. 300 p. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2015.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 6. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

LÉVY, Pierre. O que é o virtual? Tradução de Paulo Neves. São Paulo: Ed. 34, 1996.

LIBÂNEO, José Carlos. Adeus professor, adeus professora?: novas exigências educacionais e profissão docente. São Paulo: Cortez, 2011.

LONGAREZI, Andrea Maturano; SILVA, Jorge Luiz da. Pesquisa-formação: um olhar para sua constituição conceitual e política. Contrapontos, Itajaí, SC, vol. 13, n. 03, p. 214-225. set./dez. 2013. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2015. ISSN 1984-7114.

LONGAREZI, Andrea Maturano; SILVA, Jorge Luiz da. Interface entre pesquisa e formação de professores: delimitando o conceito de pesquisa-formação. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – EDUCERE, 8., Curitiba, PR, 2008. Anais eletrônicos... Curitiba: Champagnat, 2008. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2015.

LÜDKE, Menga; ANDRÉ, Marli Eliza Dalmazo de Afonso. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MATTAR, João. Web 2.0 e redes sociais na educação. São Paulo: Artesanato Educacional, 2013.

NÓVOA, Antonio. Prefácio. In: JOSSO, Marie Cristina. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

PINTO, Sérgio Crespo Coelho da Silva; SERRÃO, Tássia; BRAZ, Lucas M et al. Redes sociais: impactos, desafios e pesquisas no cenário educacional. In: SCHNEIDER, Henrique Nou; LACKS, Solange (Org.). Educação no século XXI: desafios e perspectivas. São Cristóvão: Editora UFS, 2012, p. 85-116.

RAMOS, Fernando; LINHARES, Ronaldo Nunes; BATISTA, J. TIC em educação: um contributo para definição do papel do professor. In: LINHARES, Ronaldo Nunes; FERREIRA, Simone de Lucena; VERSUTI, Andrea Cristina. (Org.). As redes sociais e seu impacto na cultura e na educação do século XXI. 2 ed. Fortaleza: Edições UFC, 2012, p. 113-148.

RECUERO, Raquel. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2009.

SANTAELLA, Lucia. Comunicação ubíqua: repercussões na cultura e na educação. São Paulo: Paulus, 2013.

SANTAELLA, Lúcia. Culturas e artes do pós-humano: da cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, 2003.

SANTOS, Edméa Oliveira dos. Educação on line: cibercultura e pesquisa-formação na prática docente. 2005. 105 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, BA, 2005. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2015.

SANTOS, Ivanilde Pereira dos; BLÁZQUEZ, Florentino. Incorporação das novas tecnologias no ensino superior. Goiânia: R&F, 2005.

SCHNEIDER, Henrique Nou. Um ambiente ergonômico de ensino-aprendizagem informatizado. 2002. 163 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 2002. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2015.

SCHÖN, Donald. Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Tradução de Roberto Cataldo Costa. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SIBILIA, Paula. Redes ou paredes: a escola em tempos de dispersão. Tradução de Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012

SOUZA, Adriana Alves Novais. O facebook como ambiente de aprendizagem: uma análise da práxis presencial mediada pelo conectivismo pedagógico. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, SE, 2015. Disponível em: . Acesso em: 08 out. 2015.

VALENTE, José Armando. Mudanças na sociedade, mudanças na educação: o fazer e o compreender. In: VALENTE, José Armando (Org.). O computador na sociedade do conhecimento. Campinas: UNICAMP:NIED, 1999.

VALENTE, José Armando. Computadores e conhecimento: repensando a educação. Campinas: UNICAMP:NIED, 1998.




DOI: https://doi.org/10.20396/etd.v18i2.8640946

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 ETD - Educação Temática Digital

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

ETD - Educ. Temat. Digit., Campinas (SP) - ISSN 1676-2592.