Banner Portal
Mapeamento de competências digitais: a inclusão social dos idosos
PDF

Palavras-chave

Competências digitais. Idosos. Inclusão digital

Como Citar

MACHADO, Leticia Rocha; GRANDE, Tássia Priscila Fagundes; BEHAR, Patricia Alejandra; ROCHA LUNA, Fabiana de Miranda. Mapeamento de competências digitais: a inclusão social dos idosos. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 18, n. 4, p. 903–921, 2016. DOI: 10.20396/etd.v18i4.8644207. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8644207. Acesso em: 18 maio. 2024.

Resumo

O presente artigo apresenta o mapeamento de competências digitais de idosos em cursos de inclusão digital. Estes buscam cada vez mais acompanhar a transformação tecnológica, o que permite uma investigação sobre as competências digitais dos idosos no uso destes recursos. Portanto, a pesquisa se caracteriza como quali-quantitativa e foi desenvolvida a partir de 3 etapas: 1) Construção do Referencial Teórico; 2) Curso de extensão; 3) Coleta e análise dos dados. Para a terceira etapa foram utilizados três instrumentos: questionários com perguntas abertas e fechadas e observação participante. O público-alvo foram 31 idosos com idade igual ou superior a 60 anos que participaram de um curso de inclusão digital ofertado em uma Universidade Federal. Todos assinaram o Termo de Consentimento Informado. Os dados possibilitaram o mapeamento de cinco competências, categorizada em três grupos de competências: Alfabetização digital, Letramento digital, Fluência digital. As principais competências que apareceram nestas categorias foram: Recursos básicos da internet; Pesquisa na Web; Comunicação através do e-mail; Informação online confiável e Resiliência Virtual. Os resultados possibilitaram inferir que os idosos que participaram do curso estão abertos a novas aprendizagens e, principalmente, são extremamente motivados para continuar aprendendo sobre as tecnologias digitais em geral.  
https://doi.org/10.20396/etd.v18i4.8644207
PDF

Referências

AGUIAR, Eliane Vigneron Barreto; FLÔRES, Maria Lucia Pozzatti. Objetos de aprendizagem: conceitos básicos. In: TAROUCO, Liane Margarida Rockenbach; COSTA, Valéria Machado da; ÁVILA, Barbara Gorziza et al. Objetos de aprendizagem: teoria e prática. Porto Alegre: Evangraf, 2014. Disponível em: http://goo.gl/XgpMHM. Acesso em: 14 mar. 2016.

BEHAR, Patricia Alejandra, RIBEIRO, Ana Carolina Ribeiro; SCHNEIDER, Daisy et al. Competências: conceito, elementos e recursos de suporte, mobilização e evolução. In: BEHAR, Patricia Alejandra (Org.). Competências em educação a distância. Porto Alegre: Penso, 2013, p. 20-41. Disponível em: https://goo.gl/4JmnG6. Acesso em: 14 mar. 2016.

CARVALHO, Glaucia Mauch de; TARALLO, Roberta dos Santos; BATISTONI, Samila Sathler Tavares et al. Redes sociais e geratividade: a experiência do programa idosos online. Estudos Interdisciplinares Sobre o Envelhecimento, Porto Alegre, RS, v. 19, n. 03, p. 793-812. 2014. Disponível em: http://goo.gl/VUsva8. Acesso em: 14 mar. 2016. ISSN 2316-2171.

CENTRO DE ESTUDOS SOBRE AS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO. Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação no Brasil: TIC domicílios e TIC empresas. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2014. 662 p. Disponível em: http://goo.gl/n85xO3. Acesso em: 14 mar. 2016.

CAVALCANTE, Daniel do Nascimento e Sá; OLIVEIRA, André F.; RODRIGUES, Thiago O et al. A montanha vai a Maomé: uma abordagem para alfabetização digital de idosas de uma instituição de longa permanência. Computer On The Beach, Itajaí, SC, p. 498-500. 2015. Disponível em: http://goo.gl/HqyrV7. Acesso em: 12 jun. 2015. ISSN 2358-0852.

DEMO, Pedro. Inclusão digital – cada vez mais no centro da inclusão social. Inclusão Social, Brasília, DF, v. 01, n. 01, p. 36-38. out./mar. 2005. Disponível em: http://goo.gl/2QVPR9. Acesso em: 12 jun. 2015. ISSN 1808-8678.

DIAS, Isabel. O uso das tecnologias digitais entre os seniores: motivações e interesses. Sociologia, Problemas e Práticas, Lisboa, PT, n. 68, p. 51-77. 2012. Disponível em: http://goo.gl/pvLrZs. Acesso em: 12 jun. 2015. ISSN 2182-7907.

DOLL, Johannes; RAMOS, Anne Carolina; BUAES, Caroline Stumpf. Educação e envelhecimento. Educação & Realidade, Porto Alegre, RS, v. 40, n. 01, p. 09-17. jan./mar. 2015. Disponível em: http://goo.gl/ubELjD. Acesso em: 14 mar. 2016. ISSN 2175-6236.

FILHO, Antonio Mendes da Silva. Os três pilares da inclusão digital. Revista Espaço Acadêmico, Maringá, PR, v. 03, n. 24. mai. 2013. Disponível em: http://goo.gl/Paahth. Acesso em: 12 jun. 2015. ISSN 1519-6186.

FREIRE, Paulo. Educação e mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 1993.

GANDRA, Tatiane Krempser. Inclusão digital na terceira idade: um estudo de usuário na perspectiva fenomenológica. 2012. 137 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, MG, 2012. Disponível em: http://goo.gl/qkFkpC. Acesso em: 14 mar. 2016.

KACHAR, Vitória. Terceira idade e informática: aprender revelando potencialidades. São Paulo: Cortez, 2003.

KACHAR, Vitória. Envelhecimento e perspectivas de inclusão digital. Revista Kairós Gerontologia, São Paulo, SP, v. 13, n. 02, p. 131-147. nov. 2010. Disponível em: http://goo.gl/dtzyuB. Acesso em: 14 mar. 2016. ISSN 2176-901X.

KÜLLER, José Antonio; RODRIGO, Natália de Fátima. Metodologia de desenvolvimento de competências. Porto Alegre: SENAC, 2013.

MACHADO, Leticia Rocha; BEHAR, Patricia Alejandra. Competências necessárias para os alunos idosos na educação a distância. In: BEHAR, Patrícia Alexandra (Org.). Competências em educação a distância. Porto Alegre: Penso, 2013, p. 223-236.

MACHADO, Leticia Rocha. Construção de uma arquitetura pedagógica para cyberseniors: desvelando o potencial inclusivo da educação a distância. 2013. 190 f. Tese (Doutorado em Informática na Educação) – Centro Interdisciplinar de Novas Tecnologias na Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2013. Disponível em: http://goo.gl/HmlEzS. Acesso em: 14 mar. 2016.

MACHADO, Letícia Rocha. Metas motivacionais de idosos em inclusão digital. 2007. 116 f. Dissertação (Mestrado em Gerontologia Biomédica) – Instituto de Geriatria e Gerontologia, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2007. Disponível em: http://goo.gl/MFzaHn. Acesso em: 14 mar. 2016.

MARTÍN, Antonio Víctor. Gerontologia educativa: enquadramento disciplinar para o estudo e intervenção socioeducativo com idosos. In: OSORIO, Agustin Requejo; PINTO, Fernando Cabral. As pessoas idosas: contexto social e intervenção educativa. Lisboa: Instituto Piaget, 2007.

PEREIRA, Claudia; NEVES, Rui. Os idosos e as TIC – competências de comunicação e qualidade de vida. Revista Kairós Gerontologia, São Paulo, SP, v. 14, n. 01. mar. 2011. Disponível em: http://goo.gl/JimbkS. Acesso em: 14 mar. 2016. ISSN 2176-901X.

PERRENOUD, Philippe. Construir as competências desde a escola. Porto Alegre: Artmed, 1999.

PERRENOUD, Philippe. Desenvolver competências ou ensinar saberes? A escola que prepara para a vida. Porto Alegre: Penso, 2013.

PETRELLA, Simone; PINTO, Manuel; PEREIRA, Sara. O idoso e a educação para os Media. Novos desafios entre envelhecimento e exclusão social. In: SOPCOM COMUNICAÇÃO GLOBAL, CULTURA E TECNOLOGIA, 8., 2014, p. 150-155. Anais eletrônicos... Disponível em: http://goo.gl/yJdWwN. Acesso em: 12 jun. 2015.

PEREIRA, Claudia; NEVES, Rui. Os idosos na aquisição de competências TIC. Educação, Formação & Tecnologias, Minho, PT, v. 04, n. 02, p. 15-24. nov. 2011. Disponível em: http://goo.gl/PlcFTJ. Acesso em: 14 mar. 2016. ISSN 1646-933X.

PINHO, José Antônio Gomes de. Participação social na internet: reflexões sobre os caminhos para a criação de competências infocomunicacionais na realidade brasileira. In: BORGES, Jussara; JAMBEIRO, Othon et al (Org.). In: SEMINÁRIO DE COMPETÊNCIAS INFOCOMUNICACIONAIS E PARTICIPAÇÃO SOCIAL. Anais eletrônicos... Salvador: UFBA, 2012. 59 p. Disponível em: https://goo.gl/Rs0d4U. Acesso em: 14 mar. 2016.

SALES, Marcia Barros; MARIANI, Antonio Carlos; ALVARES, Angela Maria. Informática para a 3ª idade. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2009. 136p.

SANTOS, Hemanuela Fernandes Mello dos. Competência digital: uma vertente da competência informacional. 2008. 50 f. Monografia (Graduação em Biblioteconomia) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, RN, 2008. Disponível em: http://goo.gl/6xr8At. Acesso em: 14 mar. 2016.

SCORALICK-LEMPKE, Natália Nunes; BARBOSA, Altemir José Gonçalves; MOTA, Márcia Maria Peruzzi Elia. Efeitos de um processo de alfabetização em informática na cognição de idosos. Psicologia: Reflexão Crítica, Porto Alegre, RS, v. 25, n. 04, p. 774-782. 2012. Disponível em: http://goo.gl/X8JB8r. Acesso em: 14 mar. 2016. ISSN 0102-7972.

SILVA, Tiago Rodrigo da; BUZ, Diego Fernandes; PESSOA, Nádia Soraida Mateus. Inclusão digital da terceira idade. Anais SULCOMP, Criciúma, SC, v. 07. 2014. Disponível em: http://goo.gl/lKgiwC. Acesso em: 14 mar. 2016. ISSN 2359-2656.

SILVEIRA, Michele Marinho da; KÜMPEL, Daiana Argenta; ROCHA, Josemara de Paula et al. Processo de aprendizagem e inclusão digital na terceira idade. Revista Tecnologia e Sociedade, Curitiba, PR, v. 07, n. 13, p. 106-117. 2011. Disponível em: https://goo.gl/7MERcu. Acesso em: 14 mar. 2016. ISSN 1984-3526.

TAVARES, José. (Org.) Resiliência e educação. São Paulo: Cortez, 2001.

TONI, Isabel Marrachinho. Educação e psicologia: interações e estratégias para uma velhice bem sucedida. In: CASARA, Miriam Bonho; CORTELLETTI, Ivonne Assunta; BOTH, Agostinho. Educação e envelhecimento. Caxias do Sul: Educa, 2006.

VECHIATO, Fernando Luiz. Repositório digital como ambiente de inclusão digital e social para usuários idosos. 2010. 185 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marília, SP, 2010. Disponível em: https://goo.gl/u48WTT. Acesso em: 14 mar. 2016.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.