Pactos de uma racionalidade política, práticas solidárias na escola inclusiva: modos de subjetivação docente

Autores

  • Márcia Lise Lunardi Lazzarin Universidade Federal de Santa Maria
  • Simoni Timm Hermes Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v19i3.8644527

Palavras-chave:

Governamentalidade. Neoliberalismo. Docência. Solidariedade.

Resumo

No cruzamento da Educação Inclusiva com a Educação Especial, este artigo objetiva problematizar o modelo ideal de professor produzido, através das práticas solidárias, no processo de formação docente na Educação Especial no Brasil. Para tal, a materialidade de pesquisa contempla materiais didáticos relacionados à Rede Nacional de Formação Continuada de Professores na Educação Especial. A partir dos Estudos Foucaultianos em Educação, especialmente da ferramenta  governamentalidade, a mesma racionalidade política neoliberal, esta que serve como referência para a biopolítica, que promove o empresariamento de si na docência, opera na produção de práticas solidárias na escola inclusiva a fim de garantir o sucesso da inclusão escolar. A docência como prática solidária torna-se o modelo ideal à escola inclusiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Lise Lunardi Lazzarin, Universidade Federal de Santa Maria

Licenciada em Educação Especial pela Universidade Federal de Santa Maria (1993), Mestre em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1998) e Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2003). Professora Associada do Departamento de Educação Especial, do Centro de Educação, da Universidade Federal de Santa Maria. Atualmente é professora credenciada no Programa de Pós-Graduação em Educação, na Linha de pesquisa: Educação Especial. Vice-líder do Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Educação de Surdos-GIPES e líder do Grupo de Pesquisa Diferença, Educação e Cultura/DEC. Desenvolve pesquisa na área de Educação, com ênfase na Educação de Surdos e Educação Especial, nos seguintes temas: currículo, políticas de inclusão/exclusão, filosofia da diferença.

Simoni Timm Hermes, Universidade Federal de Santa Maria

Doutoranda em Educação - Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) – Santa Maria, RS - Brasil. Pedagoga do Centro de Tecnologia - Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - Santa Maria, RS - Brasil - Professora Externa do Curso de Educação Especial - Licenciatura (a distância) - Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) - Santa Maria, RS - Brasil.

Referências

BOSCO, Ismênia Carolina Mota Gomes [et. al.]. Surdocegueira e deficiência múltipla. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, Universidade Federal do Ceará, 2010. 48p. (Coleção A Educação Especial na Perspectiva da Inclusão Escolar)

BUJES, Maria Isabel Edelweiss. Descaminhos. In: COSTA, Marisa Vorraber (org.). Caminhos investigativos II: novos modos de pensar e fazer pesquisa em educação. Rio de Janeiro, RJ: Lamparina, 2007, p. 13-34.

CASTEL, Robert. As metamorfoses da questão social: uma crônica do salário. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009. 611p.

DELEUZE, Gilles. Foucault. Tradução de Claudia Sant’ Anna Martins. São Paulo, SP: Brasiliense, 2005. 142 p.

FOUCAULT, Michel. Segurança, território e população. Curso dado no Collège de France (1977-1978). Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2008a. 572 p. (Coleção tópicos)

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica. Curso dado no Collège de France (1978-1979). Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2008b. 474 p. (Coleção tópicos)

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. Curso dado no Collège de France (1975-1976). Tradução de Maria Ermantina Galvão. São Paulo, SP: Martins Fontes, 2005. 382 p. (Coleção tópicos)

FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade I: a vontade de saber. Tradução de Maria Thereza da Costa Albuquerque e J. A. Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro, RJ: Graal, 2001. 152 p.

GADELHA, Sylvio. Biopolítica, governamentalidade e educação: introdução e conexões a partir de Michel Foucault. Belo Horizonte, MG: Autêntica, 2009. 240 p. (Educação: Experiência e Sentido)

GADELHA, Sylvio. Govenamentalidade (neo)liberal, concorrência, empreendedorismo e educação: uma abordagem foucaultiana. [S.l.: s.n.], i2010. 30p.

GADELHA, Sylvio. Governamentalidade neoliberal, Teoria do Capital Humano e empreendedorismo. In: Revista Educação & Realidade, v.34, n. 02, p.171-186, mai./ago. 2009b.

GIACOMINI, Lília [et. al.]. Orientação e mobilidade, adequação postural e acessibilidade espacial. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, Universidade Federal do Ceará, 2010. 44p. (Coleção A Educação Especial na Perspectiva da Inclusão Escolar)

RABINOW, Paul; ROSE, Nikolas. O conceito de biopoder hoje. In: Política e Trabalho. Revista de Ciências Sociais, nº 24, p. 27-57, abr. 2006.

ROPOLI, Edilene Aparecida [et. al.]. A escola comum inclusiva. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, Universidade Federal do Ceará, 2010. 48p. (Coleção A Educação Especial na Perspectiva da Inclusão Escolar)

SARTORETTO, Mara Lúcia [et. al.]. Recursos pedagógicos acessíveis e comunicação aumentativa e alternativa. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, Universidade Federal do Ceará, 2010. 64p. (Coleção A Educação Especial na Perspectiva da Inclusão Escolar)

SCHULTZ, Theodore William. O capital humano: investimentos em educação e pesquisa. Tradução de Marco Aurélio de Moura Matos. Rio de Janeiro, RJ: Zahar, 1973. 250 p.

SOMMER, Luís Henrique. Práticas de produção da docência: uma análise sobre literatura de formação de professores. In: Anais do XV ENDIPE – Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino: Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente: políticas e práticas educacionais. Belo Horizonte, MG, 2010, p. 28-37.

TRAVERSINI, Clarice Salete. Debite um analfabeto no seu cartão: a solidariedade como estratégia para alfabetizar a população e desresponsabilizar o Estado. In: Educação em Revista, Belo Horizonte, MG, v.43, p.73-93, jun. 2006.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA. Projeto Pedagógico do Curso de Educação Especial – Licenciatura. Santa Maria, RS: Pró-Reitoria de Graduação, 2004.

Downloads

Publicado

2017-07-04

Como Citar

Lazzarin, M. L. L., & Hermes, S. T. (2017). Pactos de uma racionalidade política, práticas solidárias na escola inclusiva: modos de subjetivação docente. ETD - Educação Temática Digital, 19(3), 805–821. https://doi.org/10.20396/etd.v19i3.8644527