A pesquisa em educação matemática na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental: considerações a partir dos resumos do VI SIPEM

Autores

  • Paulo Wichnoski Universidade Tecnológica Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.20396/etd.v20i3.8647513

Palavras-chave:

Educação Matemática. Educação Infantil. Ensino Fundamental. Fenomenologia. Estado da Arte.

Resumo

Este trabalho mapeou a produção em Educação Matemática na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a partir dos resumos dos trabalhos publicados no VI SIPEM. Sob uma abordagem qualitativa de cunho fenomenológico-hermenêutico, buscou-se responder o que revelam os resumos dos trabalhos publicados neste evento sobre a pesquisa em Educação Matemática nos níveis de ensino supracitados. Os aspectos revelados se articularam em 4 categorias que dizem 1) das características internas às pesquisas; 2) do focado e interrogado; 3) do respondido e 4) da autoria e instituições de vínculo dos autores. Em geral as pesquisas se situam na fronteira entre a pedagogia, psicologia e matemática, convergindo com as demandas da área e apontam para a importância de conceber uma formação de professores não somente preocupada com o domínio do conceito matemático, mas com a compreensão da relação existente entre a linguagem matemática destes conceitos e a linguagem natural, favorecendo o processo de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Wichnoski, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Professor assistente A  - Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Referências

ARRUDA, Joseane Pinto. Histórias e práticas de um ensino na escola primária: marcas e movimentos da matemática moderna. 312 f. Tese (Doutorado em Educação Científica e Tecnológica) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2011.

BARRETO, Maria de Fátima Teixeira, BAUMANN, Ana Paula Purcina, TOLEDO, Mônica Albernaz, BICUDO, Maria Aparecida Viggiani. A pesquisa em educação matemática nas séries iniciais no Brasil. In: Seminário Internacional de Estudos e Pesquisas Qualitativas, 4., Rio Claro. Anais... Rio Claro, 1-13, 2010.

BICUDO, Maria Aparecida Viggiani. Pesquisa Qualitativa e Pesquisa Qualitativa segundo a abordagem fenomenológica. In: Borba, Marcelo de Carvalho; Araujo, Jussara de Loiola. (Org.). Pesquisa qualitativa em educação matemática. Belo Horizonte: Autêntica, 2004, v. 1, p. 99-112.

BICUDO, Maria Aparecida Viggiani. Pesquisa qualitativa: segundo a visão fenomenológica. São Paulo: Cortez, 2011.

BICUDO, Maria Aparecida Viggiani; KLUBER, Tiago Emanuel. A questão da pesquisa sob a perspectiva da atitude fenomenológica de investigação. Conjectura: Filosofia e Educação, Caxias do Sul, v.18, n.3, p.24-40, set./dez. 2013.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto/ Secretaria da Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: matemática. 1º e 2º ciclos. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto/ Secretaria da Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto/ Secretaria da Educação Fundamental. Secretaria de Educação Básica. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: apresentação. Brasília, MEC/SEB, 2014. 72 p.

BRITO, Ângela Xavier, LEONARDOS, Ana Cristina. A identidade das pesquisas qualitativas: construção de um quadro analítico. Cadernos de Pesquisa, n. 113, p.7-38, jul, 2001.

DUVAL, Raymond. Semiósis e pensamento humano: registro semiótico e aprendizagens intelectuais. Trad. Lênio Fernandes Levy e Marisa Rosâni Abreu da Silveira. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2009. (Fascículo I)

FERREIRA, Norma Sandra de Almeida. As pesquisas denominadas “Estado da Arte”. Rev. Educação & Sociedade, ano XXIII, n. 79, p. 257-272, ago, 2002.

GARDNER, Howard. Inteligências múltiplas: a teoria na prática. Porto Alegre: Artes Médicas, 1993.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

OLIVEIRA, Priscilla Rohr Garcez. Alfabetização matemática nos anos iniciais do ensino fundamental: uma leitura dos resultados da pesquisa GERES 2005. 2014. 81 f. Dissertação (mestrado em Educação, Cultura e Comunicação) - Faculdade de Educação da Baixada Fluminense, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Duque de Caxias.

PASSOS, Carmen Lucia Brancaglion. 239 f. As representações matemáticas dos alunos do curso de magistério e suas possíveis transformações: uma dimensão axiológica. Dissertação Mestrado (Faculdade de Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1995.

SOARES, Magda. Alfabetização no Brasil - O Estado do conhecimento. Brasília: INEP/MEC, 1989.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. 21. ed. rev. ampl. São Paulo: Cortez, 2002.

TAMBARUSSI, Carla Melli, KLÜBER, Tiago Emanuel. Modelagem matemática na educação matemática: o que se tem pesquisado? In: Conferência Nacional sobre Modelagem na Educação Matemática, 8., Santa Maria. Anais... Santa Maria, 1-15, 2013.

TAXA, Fernanda de Oliveira Soares. Estudo sobre a resolução de problemas verbais aritméticos nas séries iniciais. 203 f. Dissertação Mestrado (Faculdade de Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1996.

VERGNAUD, Gérard. La théorie des champs conceptuels. Recherche en Didactique des Mathématiques. Grenoble: La Pensée Sauvage, v. 10, n. 2/3, p. 133-170, 1990.

VIANA, Odaléa Aparecida. O conhecimento geométrico de alunos do CEFAM sobre figuras espaciais: um estudo das habilidades e dos níveis de conceito. 249 f. Dissertação Mestrado (Faculdade de Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2000.

WICHNOSKI, Paulo, KLÜBER, Tiago Emanuel. Uma revisão crítica da tendência Investigação Matemática no Brasil. In: Conferência Interamericana de Educação Matemática, 14., Tuxtla Gutiérrez. Anais... México, 1-9, 2015a.

WICHNOSKI, Paulo, KLÜBER, Tiago Emanuel. Uma hermenêutica da produção sobre investigação Matemática no Brasil. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.17, n.2, p.173-190, 2015b.

Downloads

Publicado

2018-07-16

Como Citar

WICHNOSKI, P. A pesquisa em educação matemática na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental: considerações a partir dos resumos do VI SIPEM. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 20, n. 3, p. 700–717, 2018. DOI: 10.20396/etd.v20i3.8647513. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/8647513. Acesso em: 6 dez. 2021.